Santa Cruz recebe Operário no jogo mais importante do ano no Arruda - Atividade Esporte News
⚽Notícias

19 agosto 2018

Santa Cruz recebe Operário no jogo mais importante do ano no Arruda

Primeira das duas partidas que valem o acesso acontece às 17h deste domingo

Foto:Paulo Paiva/DP
É chegado o momento mais importante do ano para o Santa Cruz. Aquele pelo qual todo o planejamento da temporada foi traçado. Todas as contratações, idas e vindas de atletas e técnicos aconteceram. A razão de cada vitória ao longo de toda a Série C ter valido a pena. O Tricolor recebe às 17h deste domingo o Operário-PR, na primeira das duas partidas válidas pelas quartas de final do Brasileiro, que irá decidir o acesso à Série B. De olho na vantagem, o técnico Roberto Fernandes espera sair em vitorioso do Arruda nem que seja com o placar mínimo. Para isso, seguramente, irá contar com o maior público do ano no estádio.

O melhor público do ano no Arruda aconteceu na 13ª rodada na vitória por 2 a 0 sobre o Remo, quando 14.782 torcedores estiveram no José do Rêgo Maciel. Somente até a última sexta-feira, mais de 13 mil já haviam sido vendidos antecipadamente. Fator que anima Roberto Fernandes na mesma proporção ele divide uma preocupação. Afinal, o Operário é uma equipe dura. Fez a segunda melhor campanha do Grupo B. O treinador coral espera um jogo em que o equilíbrio dê a tônica da decisão. Não em vão, fez um pedido especial à torcida ressaltando que, qualquer vantagem, mínima que seja, será de grande valor.

“Se eu tiver direito a um pedido, peço que a torcida tenha paciência. Se esse gol não sair logo, não podemos nos desequilibrar. Não podemos sair para fazer o gol de qualquer jeito e se desorganizar. Vamos jogar contra uma equipe organizada e o caminho é pressionar de forma organizada também para construir o placar que nos interessa, que é buscar a vitória. Se buscarmos um placar mais amplo, melhor. Mas, primeiro, o foco é buscar a vitória. Saindo do Recife com uma vitória, já teremos uma vantagem interessante”, afirmou Roberto Fernandes.

A partir deste ano, não existe mais a figura do gol qualificado fora de casa. Vale ressaltar que, no histórico da Série C, em torno de 90% das equipes que conseguem sair com a vitória no primeiro jogo do mata-mata acabam classificadas para as semifinais e, consequentemente com o acesso à Série B. A seu favor, o Santa Cruz conta com a melhor defesa da competição (sofreu apenas 13 gols). Mais do que isso, não é vazada há três rodadas, desde que o goleiro Ricardo Ernesto assumiu a titularidade. Embora jogando em casa e com o bom momento a seu favor, Roberto Fernandes não vê o Tricolor como favorito.

“Se for falar de Santa Cruz e Operário e pegar a história dois clubes, quantos títulos cada um tem, número de torcedores, de participações na Série A, evidentemente que o Santa tem um peso maior. Mas isso não quer dizer é melhor, que tem uma condição de trabalho melhor, de suporte melhor. Temos consciência de tudo isso, mas em campo vamos precisar fazer o jogo do ano para conseguir o resultado que nos interessa”, pontuou.
O time
Após fechar uma semana de treino que classificou como “muito boa”, o técnico Roberto Fernandes adotou o mistério como estratégia para esconder a escalação. Com praticamente o elenco completo à disposição, o treinador dificilmente deverá promover alguma alteração que fuja ao tradicional. A única dúvida em evidência é na cabeça de área, onde Carlinhos Paraíba, voltando a ficar à disposição após duas rodadas, trava uma disputa com Charles. O zagueiro Danny Morais, o volante Willian Maranhão e o meia Arthur Rezende, voltando de suspensão, reforçam à equipe. “Eu tenho certeza que a equipe titular do Santa Cruz todo mundo sabe qual é. Agora, não existe uma coisa imexível”, deixou no ar.
Operário-PR
Equipe mais equilibrada da Série C, presente em 17 das 18 rodadas no G4, o Operário chega ao Arruda respaldado pelo histórico recente e pela confiança da torcida. Na saída de Ponta Grossa, interior do Paraná, centenas de torcedores fizeram uma bela festa para dar força ao elenco. Classificado desde a 14ª rodada, o Fantasma é o time que mais vezes esteve na liderança do Grupo B: sete rodadas. Assim como Roberto Fernandes, o técnico Gerson Gusmão fez mistério na escalação. Mas garantiu que não irá só se defender no Arruda. “Vamos montar uma equipe para que o Operário possa ir lá e mostrar a sua força, não ir só para se defender”, ressaltou.
Ficha do jogo
Santa Cruz
Ricardo Ernesto; Vítor; Danny Morais e Allan Vieira; Willian Maranhão, Carlinhos Paraíba (Charles) e Arthur Rezende; Jailson, Robinho e Pipico. Técnico: Roberto Fernandes.

Operário-PR
Simão; Léo, Alisson, Sosa e Peixoto; Chicão, Índio e Robinho; Lucas Batatinha, Cleyton e Bruno Batata. Técnico: Gerson Gusmão.

Local: Arruda, no Recife.
Data: 19/08/2018.
Horário: 17h.
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (FIFA-RJ).
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (FIFA-RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ).
Ingressos: Arquibancada Inferior (escudo): R$ 40 (inteira) e R$ 25 (meia); Arquibancada inferior (atrás da barra): R$ 25; Arquibancada superior: R$ 20; Cadeira aluguel: R$ 60 (não sócio), R$ 50 (conselheiro) e R$ 30 (sócio proprietário); Sócios: R$ 20 (Patrimonial e Prata); e Grátis (Diamante e Ouro).


Fonte:Super Esportes

Postar um comentário

Atividade Esporte News
Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente,opine,se expresse! este espaço é seu!

 
Back To Top