Tuchel revela pedido de Neymar e destaca liderança do brasileiro no PSG

(Foto: Anne-Christine POUJOULAT/AFP)
Prestes a estrear no Campeonato Francês, o técnico Thomas Tuchel falou sobre o astro Neymar e sua ansiedade em jogar após a volta das férias. Pela Supercopa da França, o camisa 10 do Paris Saint-German estava no banco e o treinador alemão pretendia poupar o atacante, mas Neymar insistiu em entrar na partida, que o PSG venceu por 4 a 0, contra o Monaco.

“O Neymar ficou o tempo inteiro (durante a partida) me pedindo: “deixa eu jogar, deixar eu jogar”. Eu pedia tranquilidade, mas teve uma hora que falei: “Ok, você vai entrar, mas joga pelo meio-campo para não se cansar muito””, disse o comandante.

Aos 30 minutos do segundo tempo, Tuchel colocou o brasileiro, no lugar de Verratti, atrás dos três atacantes, atuando como meia. “Foi uma medida pontual por conta da necessidade de preservar o Neymar. Aberto pela esquerda requer uma intensidade maior, com mano a mano, e falei para que iria jogar por ali no meio para não se cansar tanto”, explicou.

Perguntado sobre a importância do camisa 10 no time, o treinador não economizou elogios ao jogador. “Vou te dizer claramente que o Neymar é meu jogador chave. Um dos melhores do mundo, artista da bola, criativo e não podemos colocar muita pressão nele. Ele é um líder, e na minha visão quando ele está contente, contagia todo mundo, controla o jogo é inspira os outros”.


Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.