Etapa da Califórnia com ondas artificiais estreia no Mundial de surfe - Atividade Esporte News
⚽Notícias

06 setembro 2018

Etapa da Califórnia com ondas artificiais estreia no Mundial de surfe

(Foto: Divulgação/WSL)
A Califórnia sedia a partir desta quinta-feira a oitava etapa do Mundial de surfe em um esquema inédito até então no circuito. Nas ondas artificiais da piscina projetada pela lenda Kelly Slater em um formato inovador de disputa, sem baterias, além da exclusividade da pontualidade, que muitas vezes não aparece nas etapas que dependem da natureza.

A estreia da etapa de Surf Ranch, localizada em Lemoore, na Califórnia acontece depois de dez anos de idealização. Com ondas perfeitas, os atletas não dependerão das condições climáticas e terão as mesmas ondas que seus adversários. Isso significa que a disputa estará nas mãos dos surfistas, que terão que desempenhar uma performance melhor que a do outro competidor em condições iguais.

O esquema de disputa será diferente da habitual, que é formada por baterias de até 40 minutos entre dois e três surfistas, eliminando as menores somatórias. Em Surf Ranch, todos os atletas terão seis ondas – três para a direita e três para a esquerda – para surfar. A melhor nota da direita será somada à melhor nota da esquerda e apenas os oito melhores irão para a fase final. No feminino, serão quatro classificadas.

Na etapa final o processo se repete, e os surfistas terão seis ondas para somar as duas melhores notas. A ordem dos 36 surfistas (22 entre as mulheres) será de acordo com o ranking de cada um, começando pelo menos bem colocado, até Filipe Toledo, primeiro lugar geral masculino e Stephanie Gilmore, no feminino. Os primeiros 18 caem na água nesta quinta, e o restante na sexta-feira.

(Foto: Divulgação/WSL)
O Brasil já estreia na quinta com sete representantes na água. Miguel Pupo será o primeiro a entrar em ação. Wiggolly Dantas, Ian Gouveia, Jessé Mendes, Tomas Hermes, Yago Dora e Adriano de Souza completam a escalação. Na sexta, as mulheres abrem a disputa, com Tatiana Weston-Webb e Silvana Limal. Na sequência, Michael Rodrigues, Willian Cardoso, Italo Ferreira, Gabriel Medina e Filipe Toledo fazem suas estreias.

A Brazilian Storm segue forte e tem bom motivo para acreditar em mais uma vitória verde e amarela no circuito. Isso porque no ano passado, no evento teste da etapa, a final masculina foi entre Medina e Filipinho, com Medina levando a melhor sobre o amigo.


Fonte:Gazeta Esportiva

Postar um comentário

Atividade Esporte News
Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente,opine,se expresse! este espaço é seu!

 
Back To Top