Figueira sai na frente, toma virada, mas empata com Atlético-GO na Série B - Atividade Esporte News
⚽Notícias

29 setembro 2018

Figueira sai na frente, toma virada, mas empata com Atlético-GO na Série B

 (Foto: Divulgação/FFC)
Pela rodada de número 29 da Série B do Campeonato Brasileiro, Figueirense e Atlético-GO entraram em campo neste sábado e travaram um duelo movimentado no Orlando Scarpelli. O Figueira saiu na frente logo no início, tomou a virada, mas conseguiu buscar o empate, que terminou em 2 a 2 em Florianópolis. Elton e Diego Renan marcaram para os donos da casa, enquanto Thiago Santos e Júlio César igualaram para os visitantes.

Com o resultado, o time catarinense continua na metade da tabela, na oitava colocação, com 41 pontos ganhos pontos ganhos, quatro a menos que o rival Avaí, que abre o G4 da competição. A equipe goiana, por outro lado, se mantém na cola do primeiro pelotão da tabela, com os mesmos 45 pontos do Leão da Ressacada.

Na próxima rodada, os comandados de Rogério Micale vão ao Maranhão, onde encaram o Sampaio Corrêa, no Castelão. Já o time de Cláudio Tencati enfrenta o rival Vila Nova, em clássico no Antonio Accioly.

Gol relâmpago, resposta na mesma moeda

O Figueira começou a todo vapor e não deu nem tempo para o Atlético respirar. Em cobrança de falta logo aos dois minutos de jogo, a bola foi alçada na área, a zaga rubro-negra não conseguiu afastar e Elton, com todo o oportunismo que um centroavante precisa, encheu a perna esquerda para abrir o placar.

O time catarinense tentou manter o ritmo e continuar agredindo os visitantes, mas os goianos equilibraram a partida e não demoraram a igualar o marcador. E a resposta foi na mesma moeda. Aos 13 minutos, Mascarenhas levantou, a defesa alvinegra também não afastou e, desta vez, Thiago Santos apareceu para mandar para dentro.

O Figueira voltou a dominar as ações do jogo. e, já no final do primeiro tempo, por pouco não recuperou a vantagem no placar. Primeiro com Elton, que saiu em ótima condição para finalizar dentro da área, mas escolheu chutar com a perna esquerda, que não tinha ângulo, facilitando a defesa de Jefferson. Pouco depois, João Paulo arriscou de longe e viu o goleiro rubro-negro fazer outra boa defesa.

Figueira prova do próprio veneno, mas consegue recuperação

Se no primeiro tempo foi o time da casa, na etapa final, quem começou de forma avassaladora foram os visitantes. Após ótima jogada individual dentro da área, Renato Kayzer cruzou rasteiro e Julio César apareceu para escorar, vencendo Denis e virando o jogo para o Atlético-GO.

Após o gol, o Figueirense partiu em busca do empate, pressionando os adversários no campo de ataque. Os comandados de Micale rondavam a área dos goianos, mas tinham dificuldades para infiltrar, abusando dos cruzamentos. Fechado atrás, o Dragão passou jogar por contra-ataques.

De tanto pressionar, os alvinegros chegaram ao gol de empate, já com 30 jogados. Maikon Leite recebeu pela direita, cruzou na primeira trave e Diego Renan se antecipou à marcação para cabecear para a rede, devolvendo a igualdade ao placar.

As equipes até tiveram chances de mudar a história da partida mais uma vez, mas a bola não voltou a entrar e o empate, merecido, perdurou no Orlando Scarpelli.

FICHA TÉCNICA 

FIGUEIRENSE 2 x 2 ATLÉTICO-GO

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 29 de setembro de 2018, sábado
Horário: 16h30 (Brasília)
Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva (SE)
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Ailton Farias da Silva (SE)

GOLS: Elton, aos 2 minutos do 1T, e Diego Renan, aos 30 do 2T (Figueirense); Thiago Santos, aos 13 do 1T, e Julio César, ao 1 do 2T (Atlético-GO)

Cartões amarelos: Nogueira, Elton, Matheus Sales e Jorge Henrique (Figueirense); Mascarenhas e Rômulo (Atlético-GO)

FIGUEIRENSE: Denis; Diego Renan, Cleberson (Eduardo Bauermann), Nogueira e João Paulo; Matheus Sales, Betinho e Gustavo Ferrareis (Maikon Leite); Juninho (André Santos), Jorge Henrique e Elton
Técnico: Rogério Micale

ATLÉTICO-GO: Jefferson; Jonathan, Gilvan, Oliveira e Mascarenhas (Bruno Santos); Rômulo, Pedro Bambu e João Paulo; Júlio César (Vitinho), Thiago Santos (Denílson) e Renato Kayzer.
Técnico: Cláudio Tencati


Fonte:Gazeta Esportiva
 
Back To Top