França vence a China e estreia sem sustos no Mundial de Vôlei - Atividade Esporte News
⚽Notícias

12 setembro 2018

França vence a China e estreia sem sustos no Mundial de Vôlei

(Foto: Reprodução Twitter)
Nesta quarta-feira, a França fez sua estreia no Mundial de Vôlei e não teve muitas dificuldades para garantir a primeira vitória na competição, já que a equipe derrotou a China por 3 sets a 0, parciais 25/20, 25/21 e 25/17. Agora, os franceses se preparam para o duelo diante da Seleção Brasileira, nesta quinta-feira, buscando mais um triunfo no Grupo B do torneio.

Os dois primeiros sets foram marcados pela superioridade francesa, mesmo que o placar das duas parciais não tenha sido tão elástico. Os europeus tinham o controle do jogo e davam poucas oportunidades para os adversários e abriram 2 sets a 0 sem muitas dificuldades.

Já o terceiro set foi ainda mais dominante por lado da equipe da França, que conseguiu um resultado ainda mais tranquilo mesmo baixando um pouco a intensidade. Mais intensos e decisivos, os franceses fecharam a última parcial em 25/17 e começaram com o pé direito o torneio mundial.

Os franceses vão em busca de seu primeiro título mundial, mas tem em mente, ao menos, repetir a campanha da última edição, quando chegaram até às semifinais da competição e terminaram com o quarto lugar. O melhor resultado da França no Mundial de Vôlei foi em 2002, quando também chegaram até à semi, mas ficaram com a terceira posição.

Já o Brasil, próximo adversário dos franceses, é o atual vice-campeão da competição. O time brasileiro chegou à decisão em 2014 diante do Polônia, mas não repetiu o mesmo desempenho das partidas anteriores e foi derrotado pelos donos da casa por 3 sets a 1, parciais 18/25, 25/22, 25/23 e 25/22.

No entanto, a equipe nacional tem um excelente histórico no torneio mundial, já que conquistou três dos últimos quatro títulos e esteve em todas as finais desde 2002. Com três troféus, o Brasil está empatado com a Itália em número de triunfos e só fica atrás da Rússia, que venceu o dobro de vezes.

Fonte:Gazeta Esportiva
 
Back To Top