Maycon salva Shakhtar de derrota para o Hoffenheim; Ajax vence AEK - Atividade Esporte News
⚽Notícias

19 setembro 2018

Maycon salva Shakhtar de derrota para o Hoffenheim; Ajax vence AEK

Foto:Sergei Supinsky/AFP
A estreia do Hoffenheim em sua primeira participação na Liga dos Campeões por pouco não foi a melhor possível. Em duelo disputado no Metalist Stadion, na Ucrânia, os comandados de Julien Nagelsmann venciam o Shakhtar Donetsk com autoridade, mas acabaram levando o empate no final, por 2 a 2, com gol salvador de Maycon, ex-Corinthians. Grillitsch e Nordtveit marcaram para os visitantes, enquanto Ismailly fez o outro dos donos da casa.

Na segunda rodada do Grupo F, programada para o dia 2 de outubro (daqui duas semanas), os ucranianos irão a França para encarar o Lyon, no Groupama Stadium, a partir das 16h (no horário de Brasília). Um pouco antes, às 13h55, os alemães contam com o apoio de sua torcida para tentar frear o todo poderoso Manchester City, na Rhein Neckar Arena, na Alemanha.

Domínio alemão

O Hoffenheim optou por pressionar o Shakhtar nos primeiros minutos e, logo com cinco rodados, a estratégia surtiu efeito. Na base do toque de bola, os alemães avançaram em direção à área do time da casa. Grillitsch tabelou com Bittencourt e saiu na cara do gol, completando para a rede com um belíssimo toque por cobertura, matando o goleiro Pyatov.

Após a pressão inicial, os ucranianos se reorganizaram em campo e passaram a buscar o gol de empate. Aos 26, Stepanenko apareceu bem dentro da área para completar cruzamento da esquerda. A cabeçada, porém, subiu um pouco além do que deveria e passou por cima do travessão, assustando o goleiro Baumann.

Um minuto depois, veio o empate, em bela jogada de Ismailly pela esquerda. O brasileiro arrancou com a bola, chegou à linha de fundo, deixou o marcador no chão, invadiu a área e, meio desajeitado, tocou com o bico do pé esquerdo. Baumann não alcançou e a redonda morreu no fundo do gol: 1 a 1.

Mesmo com o empate, o Shakhtar voltou a desacelerar o ritmo. Melhor para o Hoffenheim, que cresceu novamente no jogo. Os alemães já levavam perigo pelo alto, e foi justamente em cobrança de escanteio que o segundo gol saiu, aos 38 minutos. Em escanteio pela esquerda, Kramaric levantou, Pyatov saiu mal e Nordtveit aproveitou para escorar para dentro.

Maycon sai do banco e salva o Shakhtar 

A etapa final começou pegada, da mesma maneira como foram os primeiros 45 minutos. Mesmo com a já esperada pressão dos donos da casa em busca do empate, foi o time alemão que levou perigo primeiro. Aos cinco minutos, Kramaric recebeu bola rolada na meia lua e bateu firme com a perna direita. O chute tinha endereço certo, mas Pyatov foi muito bem no lance e se esticou para fazer a defesa.

O confronto ficou aberto e passou a ser “lá e cá”. O Shakhtar tentava rondar a área dos visitantes, e quase igualou o marcador aos 15 minutos. Taison dominou na entrada da área, viu a ultrapassagem de Ismailly e serviu o lateral esquerdo, que chegou batendo de canhota, mas acabou jogando ao lado da meta.

O ritmo caiu um pouco na segunda metade do segundo tempo, com o Hoffenheim segurando bem as investidas dos ucranianos, que tinham dificuldades para se aproximar do gol de Baumann. Se de perto estava difícil, de longe, porém, nem tanto. Com 36 rodados, o ex-Corinthians Maycon, que havia acabado de entrar, recebeu na intermediária e resolveu arriscar. O brasileiro soltou a canhota e, à meia altura, fez um belo gol para igualar o marcador.

Nos minutos finais, o Shakhtar partiu para cima em busca da virada, mas já não havia tempo para mais nada. Empate justo na Ucrânia.

Com assistência de David Neres, Ajax vence AEK Atenas na Holanda

 (Foto: Emmanuel DUNAND/AFP)
O Ajax fez o dever de casa em sua estreia e, na Amsterdam Arena, bateu o AEK Atenas por 3 a 0. O primeiro gol do jogo foi marcado por Tagliafico, aos dois minutos do segundo tempo, após cruzamento na medida de David Neres. O segundo gol foi anotado por Van de Beek, com assistência de Tadic, enquanto o terceiro foi novamente de Tagliafico.

As equipes compõem o Grupo E da Liga dos Campeões, ao lado de Bayern de Munique e Benfica, que se enfrentam ainda nesta quarta-feira. Na segunda rodada, dia 2 de outubro, os holandeses enfrentam os bávaros, em terras alemãs, enquanto os gregos recebem os portugueses em Atenas.


Fonte:Gazeta Esportiva
 
Back To Top