Paraná Clube sofre castigo no fim contra a Chapecoense - Atividade Esporte News
⚽Notícias

05 setembro 2018

Paraná Clube sofre castigo no fim contra a Chapecoense

Bola parada novamente fez com que o Tricolor tropeçasse no Brasileirão

Foto: Albari Rosa.
Escapou por pouco a recuperação do Paraná Clube no Campeonato Brasileiro. Em mais uma jornada irregular, o Tricolor cedeu o empate em 1×1 com a Chapecoense nos instantes finais de jogo, na noite desta quarta-feira (5), na Vila Capanema, completou seu nono jogo sem vitórias, chegou aos 16 pontos e segue na lanterna da competição nacional. O time paranista vai tentar estancar esse jejum incomodo e afastar a crise neste domingo (9), diante do Santos, às 19h, novamente no Durival Britto.

Mesmo precisando desesperadamente da vitória, o Paraná Clube não começou bem o jogo. O Tricolor, se até então conseguia ser minimamente organizado sob o comando de Claudinei Oliveira, diante da Chapecoense, nem isso conseguiu nos primeiros minutos. A equipe catarinense, comandada pelo meia-atacante Doffo, conseguiu ser mais organizada e passou a chegar com perigo constantemente à meta do goleiro Richard.

A primeira chance veio logo aos 2 minutos. Roberto fez a jogada pela esquerda, cruzou, Doffo tentou e Richard fez a defesa. Depois, foi a vez de Bruno Silva criar boa chance, mas no chute cruzado ninguém chegou para mandar para o gol. Aos 20, em cobrança de falta de Canteros, Elicarlos cabeceou para fora e assustou de novo o arqueiro paranista.

O Paraná seguiu sendo dominado e a Chapecoense quase aproveitou para marcar aos 32 minutos. Victor Andrade fez boa jogada pela esquerda, chutou forte e Richard salvou de novo. Aos poucos, o Tricolor conseguiu equilibrar a partida e finalmente começou a levar perigo à meta do goleiro Jandrei.

O primeiro gol, então, quase veio aos 34. Depois do escanteio e do desvio de Igor, Renê Santos cabeceou no canto e Eduardo salvou em cima da linha. O Tricolor seguiu criando boas chances em bolas paradas e, na sequência, Igor aproveitou a falha de Jandrei e quase marcou. O time paranista, insistente, abriu o placar aos 38 minutos. Depois da cobrança de escanteio de Carlos, Leandro Vilela desviou e Rafael Grampola, com oportunismo, marcou o primeiro e deu mais tranquilidade à equipe de Claudinei Oliveira na partida.

O gol do Paraná no final do primeiro tempo deixou o jogo mais aberto no segundo tempo. A Chapecoense, naturalmente, precisou se abrir para buscar o empate e passou a dar mais espaços para o Tricolor. Assim, o segundo gol paranista quase veio aos 9 minutos. Igor arriscou de fora da área e Jandrei fez boa defesa.

Com Deivid em campo, o Paraná ganhou em velocidade pelo lado e, na sua primeira jogada pela direita, o camisa 22 deixou Caio Henrique livre, mas o chute saiu por pouco. A Chapecoense respondeu na sequência. Eduardo fez o lançamento, Marquinhos recebeu livre, mas Richard salvou o time paranista de sofrer o empate.

A entrada do meia Maicosuel na vaga de Nádson deu mais mobilidade ao Paraná Clube, que conseguiu cessar a tentativa de pressão da Chapecoense. Tanto que aos 25 minutos o atacante Rafael Grampola chegou a marcar o segundo após cobrança de escanteio, mas o gol foi corretamente anulado.

A Chapecoense, na reta final do jogo, especialmente pelo recuso excessivo do Paraná, cresceu na partida. No entanto, a defesa do Tricolor, com uma atuação eficiente, conseguia controlar bem as investidas do time catarinense. No entanto, aos 41, a Chape conseguiu o empate com Diego Torres em cobrança de falta e que aumentou a crise do time paranista no Brasileirão.

BRASILEIRÃO
2° Turno – 23ª Rodada

Paraná Clube 1×1 Chapecoense

Local: Vila Capanema
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Carlos Henrique Cardoso de Souza (RJ)
Gols: Rafael Grampola, 38 do 1º; Diego Torres, 41 do 2º
Cartões amarelos: Bruno Silva, Elicarlos (CHA); Rayan, Leandro Vilela (PAR)
Público pagante: 2.239
Público total: 2.829
Renda: R$ 34.480,00

Paraná Clube
Richard; Júnior, Renê Santos (Jesiel), Rayan e Igor; Leandro Vilela, Alex Santana, Caio Henrique e Nadson (Maicosuel); Carlos (Deivid) e Rafael Grampola.
Técnico: Claudinei Oliveira

Chapecoense
Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Nery Bareiro e Roberto; Elicarlos, Márcio Araújo (Diego Torres), Canteros e Doffo (Capixaba); Victor Andrade (Marquinhos) e Bruno Silva.
Técnico: Guto Ferreira


Fonte:TribunaPR

Postar um comentário

Atividade Esporte News
Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente,opine,se expresse! este espaço é seu!

 
Back To Top