Raikkonen surpreende e conquista a pole position no GP da Itália - Atividade Esporte News
⚽Notícias

01 setembro 2018

Raikkonen surpreende e conquista a pole position no GP da Itália

Kimi Räikkönen (Foto: Ferrari)
E Kimi Räikkönen arrancou aplausos dos fanáticos tifosi nas arquibancadas de Monza, neste sábado (1), ao bater Lewis Hamilton e Sebastian Vettel na batalha pela pole-position na casa da Ferrari. O finlandês de 38 anos conseguiu uma volta espetacular nos instantes derradeiros da classificação para confirmar a primeira posição de honra da temporada. E a primeira desde o GP de Mônaco do ano passado. Também é a primeira vez que a equipe vermelha faz 1-2 no grid desde 2000, quando Michael Schumacher e Rubens Barrichello alinharam na frente no histórico circuito da Lombardia.

O campeão do mundo de 2007, que ainda espera por uma possível renovação com os italianos, acertou o giro em 1min19s119 para tirar os dois tetracampeões da fila que abre o pelotão. Vettel ainda salvou uma boa volta no fim, mas não o suficiente para bater o companheiro de garagem. Ainda assim, foi melhor que o rival Hamilton, que havia feito o melhor tempo na primeira rodada de voltas rápidas na fase decisiva da sessão desta tarde na Itália. Ao piloto da Mercedes coube o terceiro posto. Chama atenção a diferença entre os dois colocados: apenas 0s175. Entre os dois postulantes ao título, a distância é ainda mais apertada: só 0s014.

Valtteri Bottas, que em nenhum momento foi capaz de acompanhar o colega de equipe, ficou 0s5 do compatriota e pole. O #77 sai do quarto lugar, logo à frente de Max Verstappen, que vai ter Romain Grosjean a seu lado. Carlos Sainz, Esteban Ocon, Pierre Gasly e Lance Stroll fecham os dez primeiros.

Confira como foi a classificação do GP da Itália de F1

Quando a luz verde surgiu no fim do pit-lane do histórico circuito de Monza para a abertura da primeira fase da classificação, o asfalto estava seco, apesar de uma garoa que atingiu a pista pouco antes do início da definição do grid. A expectativa de precipitação girava em torno de 60%, enquanto a temperatura ambiente estava em 19ºC. Por isso, o Q1 se encheu rápida, e quem inaugurou a tabela foi Brendon Hartley, com 1min23s684. Mas o tempo do neozelandês da Toro Rosso foi logo superado pelos carros da Ferari. Kimi Räikkönen se colocou à frente de Sebastian Vettel, com 1min20s937. Todo mundo andando já de supermacios. 

Lance Stroll, Fernando Alonso, Sergey Sirotkin, Stoffel Vandoorne, Marcus Ericsson e Hartley completavam a lista dos primeiros tempos cronometrados. A Mercedes, na verdade, demorou um pouco mais para mandar Lewis Hamilton e Valtteri Bottas à pista. Mas quando colocou seus homens para trabalhar, o inglês surgiu em terceiro, atrás dos vermelhos. Isso porque Vettel veio em uma segunda tentativa de giro rápido e se impôs com 1min20s758 - mais de meio segundo de diferença para a marca do rival britânico. Bottas era quarto.

Aí Max Verstappen apareceu em quinto, logo à frente de Esteban Ocon, Carlos Sainz, Sergio Pérez, Lance Stroll e Sergey Sirotkin. Já a zona de degola tinha os seguintes nomes: Nico Hülkenberg, Marcus Ericsson, Pierre Gasly, Hartley e Daniel Ricciardo. Lembrando que Hulk e Ricciardo lidavam ainda com punições por troca de motor. 

Lá na frente, Vettel e Hamilton seguiam na pista tentando melhorar suas marcas. O ferrarista virou 1min20s542 - na sexta volta do composto supermacio. Enquanto o #44 também foi capaz de cortar parte da vantagem do rival ao anotar 1min20s810. A baixa temperatura da pista e a própria natureza do asfalto italiano permitiam um stint mais consistente e com quase nenhum desgaste. Daí os tempos caírem com os compostos usados.

Com os ponteiros seguros, a briga dos instantes finais ficou focada no fundo da tabela. E guardou algumas surpresas, como a eliminação de Sergio Pérez e Charles Leclerc. Hartley, Ericsson e Vandoorne também completaram os que ficaram já no Q1. Quer dizer que os classificados foram: Vettel, Räikkönen, Ricciardo, Bottas, Verstappen, Ocon, Sainz, Magnussen, Hülkenberg, Sirotkin, Gasly, Stroll, Alonso e Grosjean.

WILLIAMS VAI AO Q3

A segunda fase da classificação começou com o tempo de 1min19s798 de Hamilton. Calçado com pneus supermacios novos, o inglês da Mercedes fez uma volta limpa. Mas, ainda assim, não conseguiu permanecer na ponta muito tempo, já que Vettel veio na mesma balada para virar 1min19s785 - apenas 0s013 mais veloz que o #44. A performance dos dois tetracampeões foi incrivelmente próxima, com tempos muito parecidos até mesmo nas parciais que dividem a pista.

0s447 atrás surgiu Räikkönen, em terceiro. Bottas apareceu em 0s6 atrás, antes de ter quase batido no pit-lane, depois de escapar quando entrava nos boxes. O finlandês foi chamado para a pesagem muito tarde e acabou freando em cima de uma poça de água, o que o fez quase rodar. 

De novo, Verstappen se colocou em quinto, logo atrás dos carros de Ferrari e Mercedes. Ocon, Sainz, Grosjean, Magnussen e Gasly flertavam com a classificação para o Q3. Alonso, Hülkenberg, Ricciardo, Sirotkin e Stroll ainda lutava para escapar da degola. 

Daí, com pouco mais de dois minutos para o fim, o circuito italiano se encheu novamente. Até os favoritos se juntaram àqueles que brigavam para não cair na eliminação. E Vettel quis fortalecer a posição forte da Ferrari ao virar 1min19s629, abrindo 0s169 para Hamilton. Räikkönen, Verstappen, Bottas, Grosjean, Ocon, Stroll, Sainz e Gasly ainda acabaram passando para a fase final. Destaque aí para o canadense, que colocou a Williams no Q3 pela primeira vez na temporada. 

Magnussen, que chegou a ter uma disputa mais apertada com o espanhol da McLaren na hora de abrir a volta rápida, Sirotkin, Alonso, Hülkenberg e Ricciardo foram os eliminados.

De novo, Hamilton abriu a tabela na frente na fase decisiva da classificação. O inglês conseguiu uma volta limpa e sem erros para virar 1min19s390, com um jogo novinho de supermacios. Räikkönen foi quem encostou no britânico, passando a pouco menos de 0s1. Vettel ficou 'só' em terceiro nesta primeira tentativa de giro veloz. Bottas, Verstappen, Sainz, Grosjean, Ocon e Gasly completavam os nove primeiros. 

Minutos depois, todo mundo voltou à pista para os giros derradeiros e foi aí que o cenário mudou. Hamilton não conseguiu imprimir o mesmo ritmo da volta anterior e perdeu muito no primeiro setor, enquanto Vettel veio voando, mas também não escapou de um pequeno erro na parte final. Com isso e somado a uma precisão nórdica, Räikkönen melhorou em todos as parciais para cravar a pole-position. A 18ª de sua longa carreira na F1.

F1 2018, GP da Itália, Monza, grid de largada:

1K RÄIKKÖNENFerrari 1:19.119 21
2S VETTELFerrari 1:19.280+0.16120
3L HAMILTONMercedes 1:19.294+0.17520
4V BOTTASMercedes 1:19.656+0.53718
5M VERSTAPPENRed Bull Tag Heuer 1:20.615+1.49615
6R GROSJEANHaas Ferrari 1:20.936+1.81721
7C SAINZ JRRenault 1:21.041+1.92217
8E OCONForce India Mercedes 1:21.099+1.98017
9P GASLYToro Rosso Honda 1:21.350+2.23124
10L STROLLWilliams Mercedes 1:21.627+2.50814
11K MAGNUSSENHaas Ferrari 1:21.669+2.55012
12S SIROTKINWilliams Mercedes 1:21.732+2.61313
13F ALONSOMcLaren Renault 1:22.568+3.44914
14S PÉREZForce India Mercedes 1:21.888+2.7695
15C LECLERCSauber Ferrari 1:21.889+2.77010
16B HARTLEYToro Rosso Honda 1:21.934+2.81512
17M ERICSSONSauber Ferrari 1:22.048+2.92910
18S VANDOORNEMcLaren Renault 1:22.085+2.9669
19D RICCIARDORed Bull Tag HeuerP +20  3
20N HÜLKENBERGRenaultP +20  12
  Tempo 107% 1:24.657+5.538 
       
RECK RÄIKKÖNENFerrari 1:19.11901/09/2018 
MVR BARRICHELLOFerrari 1:21.04612/09/2004 

Postar um comentário

Atividade Esporte News
Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente,opine,se expresse! este espaço é seu!

 
Back To Top