Robinho comemora classificação e valoriza 3ª final da Copa do Brasil em 4 anos - Atividade Esporte News
⚽Notícias

27 setembro 2018

Robinho comemora classificação e valoriza 3ª final da Copa do Brasil em 4 anos

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro
Mais uma vez Robinho está na final da Copa do Brasil. Após o empate no Mineirão por 1 a 1 na noite de ontem (26), o Cruzeiro eliminou o Palmeiras e garantiu sua vaga na decisão do torneio.

A classificação, aliás, não é novidade para o meia. Pelo contrário, vem se tornando rotina nos últimos anos. Isso porque das últimas 4 edições da Copa do Brasil, Robinho chegou a 3 finais. Foi campeão em 2015 pelo Palmeiras, com direito a assistência na decisão. Em 2016, caiu na semifinal para o Grêmio, também defendendo o clube alviverde e, no ano passado, novo titulo, dessa vez com o próprio Cruzeiro.

Em busca do tricampeonato, Robinho comemora a classificação para mais uma final da competição. “Muito bom poder chegar em outra final, estou muito feliz por tudo que vem acontecendo. A Copa do Brasil é um torneio bastante complicado, qualquer deslize pode custar a classificação. Não é fácil chegar numa final, por isso temos que valorizar essa vaga. Até agora, em todas as finais da Copa do Brasil que eu cheguei, ganhei. Espero que eu possa manter esse retrospecto nesse ano também”, destacou o jogador, que possui 45 jogos, 11 gols e 11 assistências pelo torneio. São 24 vitórias, 9 empates e 12 derrotas, aproveitamento de 60%.

No domingo (30), o Cruzeiro volta a enfrentar o Palmeiras, dessa vez pela Série A do Brasileirão. Já na quinta-feira (04), outra decisão pela frente, a Raposa encara o Boca Juniors pelas quartas de final da Libertadores. “É, estamos numa sequência de decisões, não tem descanso. Temos jogos importantes pela frente e precisamos contar com todos do grupo para manter o nível nas partidas. Acredito bastante na força do nosso elenco e sei que temos condições de conseguir grandes resultados em todas as competições”, finalizou.

A partida entre Palmeiras e Cruzeiro acontece às 11h, no Pacaembu.
 
Back To Top