Avaí bate o Guarani fora de casa e se garante no G4 da Série B - Atividade Esporte News
⚽Notícias

13 outubro 2018

Avaí bate o Guarani fora de casa e se garante no G4 da Série B

(Foto: MAYCON SOLDAN/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO)
O Avaí conquistou uma vitória importante rumo à Série A do Campeonato Brasileiro ao vencer o Guarani por 2 a 1 na tarde deste sábado (13), no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP). Adversários diretos por uma das quatro vagas na elite do futebol brasileiro no ano que vem, o Leão da Ilha e Bugre começaram o duelo pela 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, donos da quarta e da quinta melhores campanhas. Com o resultado, o time catarinense chega à terceira colocação do torneio com 51 pontos e o Guarani cai para sexto, mantendo os 45 pontos.

Com uma apresentação segura, mas com falhas em lances decisivos, o Avaí começou a construir a vitória sobre o Guarani ainda no primeiro tempo, quando marcou o primeiro gol logo aos 11 minutos em ataque efetivo do atacante Getúlio. Depois, Philipe Maia chegou a empatar pera os paulistas aos 40’. O triunfo dos avaianos veio no segundo tempo, com Renato desempatando aos 18’.

A partida contribuiu ainda para consolidar o bom retrospecto da equipe catarinense frente ao Bugre: não perde há oito anos para os campinenses e ampliou de três para seis pontos a diferença entre os dois times.

O Avaí entrou em campo embalado pela vitória por 2 a 0 na última rodada contra o Boa Esporte e aproveitou o momento de pressão por vitória enfrentado pelo Guarani, que perdeu na rodada anterior de 1 a 0 para o São Bento. Foi um jogo disputado e o Avaí teve a chance de matar o jogo ainda no primeiro tempo, mas em um momento de desatenção levou o empate, deixando para a segunda etapa a definição e a confirmação de vitória na partida.

As duas equipes voltam a campo no próximo sábado (20). O Avaí recebe o Oeste na Ressacada às 16h30, enquanto o Guarani encara o Boa Esporte, no mesmo horário, no Municipal de Varginha.

O JOGO

Primeira etapa: O Avaí abriu o placar aos 11 minutos do 1º tempo em grande jogada, numa triangulação iniciada por Rodrigão. O centroavante fez passe preciso para Renato, que ajeitou de cabeça para Getúlio, livre, marcar. Na sequência, aos 22, em jogada de contra-ataque, o Avaí quase ampliou com Matheus Barbosa, travado por Fabrício e por um impedimento marcado. 

Aos 26, nova chance. Capa colocou a bola dentro da área e Getúlio, livre, teve oportunidade de marcar de cabeça, mas o ataque passou rente à trave do goleiro Agenor. Apesar de manter boas jogadas e marcação, num momento de bobeira houve falha da defesa e o Avaí levou o empate durante uma cobrança de escanteio. O zagueiro Philipe Maia, do Bugre, sobrou livre na marca do pênalti e cabeceou certeiro, sem chances de defesa para o goleiro do Avaí.

Segunda etapa: Já no primeiro minuto o jogo começou movimentado, com Rodrigão superando a marcação num toque efetivo para Getúlio, que chutou para as redes, chegando perto do segundo gol. A resposta do Guarani veio na sequência, aos 9, num lance solitário de Matheus Oliveira que rendeu uma bela defesa do goleiro Kozlinski. Oito minutos depois outro susto para os avaianos, em ótima jogada Kevin chegou pelo lado direito do campo e tocou para Bruno Mendes, que mandou para a trave.

Com o jogo ainda em aberto, o Avaí aproveitou melhor o espaço para jogar e desempatou com 18 minutos do 2º tempo. Renato recebeu passe de Rodrigão e colocou a bola no fundo da rede, depois de dominar e chutar na saída do goleiro adversário. Aos 21 e aos 23 novas chances de os catarinenses matarem o jogo, mas sem sucesso, nas tentativas de Getúlio e Matheus Barbosa. Aos 27, Renato tentou a conversão de um pênalti e também perdeu.

Na reta final, 36’, o goleiro Kozlinki voltou a espalmar a bola e a salvar o empate da equipe anfitriã. Rafael Longuine recebeu na entrada da área e finalizou com um chutaço, defendido. Por fim, o Avaí administrou o placar até o encerramento do duelo, aos 49 minutos do 2º tempo.

FICHA TÉCNICA - Guarani 1 x 2 Avaí
GUARANI Agenor, Kevin (Rafael Longuine), Philipe Maia, Fabrício, Pará, Ricardinho, Willian Oliveira, Rondinelly (Marcão), Matheus Oliveira, Matheus Anjos, Bruno Mendes. Técnico: Umberto Louzer.

AVAÍ Kozlinski, Guga, Airton, Betão, Capa (Igor Fernandes), Judson, Matheus Barbosa, Pedro Castro (Marquinhos Silva), Renato, Getúlio (Jones Carioca), Rodrigão. Técnico: Geninho.

GOLS: Getúlio, aos 11’ do 1ºT; Renato, aos 18’ do 2ºT (A). Philipe Maia, aos 40’ do 1º T (G).

CARTÕES AMARELOS: Getúlio, aos 14’ do 1º T; Capa, aos 24’ do 1º T; Pedro Castro, aos 35 do 1ºT; Matheus Barbosa, aos 12 do 2ºT; Renato, aos 14 do 2ºT; Igor Fernandes, aos 31 do 2ºT (A).

ARBITRAGEM: Rodrigo Batista Raposo (DF), auxiliado por José Reinaldo Nascimento Junior (DF) e Luciano Benevides de Sousa (DF).

PÚBLICO E RENDA: 5.111 pessoas, para renda de R$ 58.388

DATA E HORA: 16h30min de sábado, 13 de outubro

LOCAL: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP)


Fonte:DC
 
Back To Top