Boa Esporte complica o Guarani e sonha com permanência na Série B - Atividade Esporte News
⚽Notícias

20 outubro 2018

Boa Esporte complica o Guarani e sonha com permanência na Série B

 (Reprodução/TV)
O Boa Esporte venceu o Guarani, de virada, por 2 a 1 na tarde deste sábado, no Estádio Municipal de Varginha, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Os gols foram marcados por Hélder e Manoel. O Bugre fez com Bruno Mendes.

Com a vitória, o Boa ainda sonha com a permanência. O lanterna agora tem 29 pontos, seis a menos que o CRB, primeira equipe fora do Z-4. A equipe de Campinas ficou mais longe do acesso e caiu para a oitava colocação, com 45 pontos, seis a menos que o CSA, quarto na tabela.

Para ainda ter chance de ficar na Segunda Divisão, o Boa Esporte receberá o Atlético-GO no sábado, às 16h30, mais uma vez em Varginha. O Guarani atuará na mesma data e horário contra o Oeste, no Brinco de Ouro da Princesa.

O JOGO

O Guarani tomou as rédeas da partida, pressionou desde o pontapé inicial e logo abriu o placar. No segundo minuto, Matheus Anjos cobrou escanteio fechado, Bruno Mendes se antecipou à marcação e desviou na primeira trave para abrir o placar em Varginha.

Os donos da casa não se intimidaram e a resposta do Boa Esporte foi quase instantânea. Aos 4, Alyson chutou cruzado, a bola passou pela defesa bugrina e acabou nos pés de Hélder. O lateral finalizou de primeira para o gol vazio e empatou.

O início de promissor, com dois gols em menos de 10 minutos, não se sustentou. As equipes se anularam e só levaram perigo em finalizações de longe. Muitos erros de passe e lançamentos deixaram o jogo feio nos primeiros 45 minutos.

VIRADA

O segundo tempo começou melhor do que terminou o primeiro. Com menos de um minuto, Thallyson cruzou fechado e o goleiro Agenor espalmou. No rebote, Ricardinho tentou, mas foi travado e levou a pior. O meio-campista permaneceu em campo após entorse no tornozelo.

Aos 4, Thallyson novamente apareceu bem pela direita e cruzou, Alyson cabeceou de longe e Agenor segurou. Na sequência, o artilheiro Bruno Mendes recebeu, invadiu a área e adiantou, deixando a bola limpa para o goleiro Fabrício.

Quando o placar marcava 8′, Alyson deu uma caneta Kevin e tocou para Manoel. O atacante girou no pivô e tocou de canhota, na rede pelo lado de fora. Aos 16, Manoel teve nova chance em finalização de primeira – a bola tirou tinta da trave defendida por Agenor.

Deste momento em diante, o Guarani reagiu parecia mais perto do gol. Aos 18, Felipe Rodrigues aproveitou bate-rebate e chutou, da pequena área, para linda defesa do goleiro Fabricio. No escanteio, Philipe Maia cabeceou com perigo.

E quem não faz? Toma! Alyson apoiou mais uma vez com qualidade e cruzou na cabeça de Manoel. E dessa vez, o camisa 9 não desperdiçou, cabeceando para o fundo das redes de Agenor aos 28 minutos. A virada do Boa!

Nos minutos finais, o Guarani, apático, sentiu o gol e praticamente não assustou o goleiro Fabricio. O Boa Esporte administrou bem o resultado valioso em casa.

FICHA TÉCNICA
Boa Esporte 2 x 1 Guarani

Local: Estádio Municipal de Varginha, em Varginha (MG)
Data: 20 de outubro de 2018 (sábado)
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Andrey da Silva e Silva (PA)
Assistentes: Márcio Gleidson Correia Dias e José Ricardo Guimarães Coimbra (PA)
Cartões amarelos: BOA ESPORTE: Bruno Tubarão e Douglas Baggio. GUARANI: Willian Oliveira.

GOLS
Boa Esporte: Hélder, aos 4 minutos do 1T, e Manoel, aos 28 do 2T;
Guarani: Bruno Mendes, aos 2 minutos do 1T.

BOA ESPORTE: Fabricio, Hélder (Maycon), Rodrigão, Rafael Jensen e Alyson; Machado (Douglas Baggio), Thallyson (PH), Cloves e Bruno Tubarão; Manoel e Daniel Cruz.
Técnico: Tuca Guimarães

GUARANI: Agenor, Kevin, Philipe Maia, Fabrício e Romário; Willian Oliveira, Ricardinho, Matheus Oliveira (Caíque) e Matheus Anjos; Bruno Mendes (Felipe Rodrigues) e Marcão (Poveda).
Técnico: Umberto Louzer


Fonte:Gazeta Esportiva
 
Back To Top