Coritiba vacila, empata com o Figueirense e se distancia do G4 - Atividade Esporte News
⚽Notícias

13 outubro 2018

Coritiba vacila, empata com o Figueirense e se distancia do G4

Coxa chegou a virar o placar no Orlando Scarpelli, mas sofreu o gol de empate aos 39 do segundo tempo e ficou no meio da tabela da Série B

Foto: Geraldo Bubniak/Estadão Conteúdo
Foi quase. O Coritiba bem que tentou, se acertou em campo, viu o adversário perder pênalti e chegou a ficar à frente no placar no Orlando Scarpelli neste sábado (13), mas no final do jogo acabou levando o empate e ficou no 2×2 com o Figueirense, pela 31ª rodada da Série B.

Um resultado que complica a situação do Coxa na tabela, uma vez que segue em nono, agora com 44 pontos, mas agora seis atrás do quarto colocado, o CSA, justamente o próximo adversário do time, na próxima terça-feira (16), no Couto Pereira.

O Coritiba começou o jogo sendo pressionado pelos donos da casa. Nos primeiros dez minutos, o Figueirense controlou o jogo e foi para cima, criando boas oportunidades, inclusive acertando a trave em chute de Elton.

O Coxa só assustou aos 15, quando Guilherme Parede fez boa jogada pela direita e cruzou rasteiro. Quando Guilherme ia finalizar, o goleiro Dênis conseguiu desviar. Mas ainda era pouco para buscar o triunfo.

Precisando ganhar para ainda ter qualquer esperança de acesso, o Figueira era mais ofensivo e pressionava, só que mostrava fragilidade lá na frente, principalmente na hora de concluir a jogada. Aos 35, Juninho perdeu uma ótima oportunidade com Juninho, que recebeu cruzamento de Felipe Amorim pela direita mas pegou mal na bola, facilitando para a defesa de Wilson.

A resposta do Alviverde veio na jogada seguinte, com Guilherme Parede, que recebeu de Chiquinho e bateu cruzado, mas Dênis espalmou. Na cobrança de escanteio, Rafael Lima cabeceou por cima. A melhor chance, no entanto, veio aos 42, quando Jean Carlos cobrou falta com categoria, mas parou no travessão.

Só que no último lance, o Figueirense abriu o placar. Aos 46, Felipe Amorim fez boa jogada pela esquerda, driblou o marcador e bateu na saída de Wilson, acertando o limite entre o gol e a trave.

No segundo tempo, o Coritiba voltou com outra postura – técnica e taticamente, com a entrada de Bruno Moraes no lugar de Jean Carlos – e precisou de apenas 40 segundos para empatar. Abner cruzou pela esquerda e Guilherme surgiu na área e de chapa mandou para o fundo das redes.

O gol, ao mesmo tempo que abalou o Figueirense, fez o Coxa crescer em campo. O time alviverde, então, passou a controlar o duelo e rondava a área a todo o momento. Guilherme Parede, em chute de fora da área, e Guilherme, atrapalhado por João Paulo, desperdiçaram boas chances de virar.

A etapa afinal, aliás, virou quase um ataque contra defesa. Se impondo, o Alviverde pouco sofria na defesa e tocava bastante a bola no ataque, mas sem espaço para finalizar a jogada. Tanto que só passou a arriscar de fora da área. Aos 17, Guilherme Parede chutou e Dênis espalmou.

Até mesmo quando podia levar o gol, o Coritiba mostrou estar com sorte. Aos 24, Wilson, ao fazer uma defesa em cruzamento, acabou derrubando Elton na área e o árbitro assinalou pênalti. Só que, na cobrança, João Paulo acabou acertando a trave.

Logo depois, veio o gol da virada. Aos 33, Bruno Moraes chutou, Dênis espalmou e o artilheiro Guilherme Parede aproveitou a sobra e mandou para o gol. Só que não teve nem muito tempo para comemorar. Aos 39, João Paulo chutou e Wilson espalmou nos pés de Elton, que pegou o rebote. O goleiro coxa-branca quase defendeu, mas não evitou o 2×2, que ficou sendo o placar final.

FICHA TÉCNICA
SÉRIE B
2º Turno – 31ª Rodada

FIGUEIRENSE 2×2 CORITIBA

Figueirense
Denis; Diego Renan, Henrique Trevisan, Cleberson (Nogueira, 21 do 1º) e João Paulo; Zé Antônio, Matheus Sales (André Santos, 35 do 2º), Felipe Amorim, Daniel Costa e Juninho (Maikon Leite, 13 do 2º); Elton.
Técnico: Rogério Micale

Coritiba
Wilson; Leandro Silva, Rafael Lima, Alan Costa e Abner; Vitor Carvalho, Simião (Uillian Correia, 32 do 2º), Jean Carlos (Bruno Moraes, intervalo) e Chiquinho (Yan Sasse, 40 do 2º); Guilherme e Guilherme Parede.
Técnico: Argel Fucks

Local: Estádio Orlando Scarpelli (Florianópolis-SC)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Assistentes: Celso Luiz da Silva (MG) e Marcus Vinicius Gomes (MG)
Gols: Felipe Amorim, 46 do 1º; Guilherme, 1, Guilherme Parede, 33, Elton, 39 do 2º
Cartões amarelos: Nogueira, Felipe Amorim (FIG); Jean Carlos, Chiquinho, Rafael Lima (COR)
Público pagante: 1.795
Público total: 1.880
Renda: R$ 49.430,00


Fonte:TribunaPR
 
Back To Top