Torcida pede, WP9 entra e faz o gol da vitória da Chapecoense sobre o América-MG - Atividade Esporte News
⚽Notícias

27 outubro 2018

Torcida pede, WP9 entra e faz o gol da vitória da Chapecoense sobre o América-MG

Foto: TARLA WOLSKI / FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
A torcida pediu e bastaram apenas dois minutos em campo para que Wellington Paulista marcasse o gol da vitória da Chapecoense sobre o América-MG, por 1 a 0, na noite deste sábado, na Arena Condá. O atleta, que foi reintegrado no início da semana, depois de dois meses afastado, parecia predestinado a marcar o tento que representa a esperança de reabilitação da Chape no Campeonato Brasileiro.

Antes da partida contra o América a Chapecoense havia caído para a penúltima posição na tabela, com a vitória do Sport sobre o Grêmio, por 4 a 3. Isso aumentou a responsabilidade do time de Claudinei Oliveira, que fazia sua estreia na Arena Condá.

Por isso o time da casa partiu para cima do adversário. E logo a um minuto já tinha uma conclusão, de Doffo, que chutou de fora da área e João Ricardo defendeu. Com dois minutos teve a segunda conclusão, com Leandro Pereira, para fora. 

O América também não demorou para concluir. Aos quatro minutos Luan cabeceou para fora. Aos nove, Gerson Magrão chutou e Jandrei defendeu. O time visitante também teve um gol anulado aos 11 minutos, de Robinho, que tocou com a mão na bola antes de concluir.

Gol anulado de um lado, gol anulado do outro. Aos 28 minutos Doffo recebeu dentro da área, tirou o zagueiro e marcou, mas a bola também bateu na mão do meia argentino e a Chapecoense teve o gol invalidado.

Leandro Pereira ainda pediu um pênalti, mas acabou levando uma bronca do árbitro Wilson Pereira Sampaio.

No segundo tempo o time da casa novamente começou pressionando mas sem chegar ao gol. Doffo chutou de longe mas a bola foi por cima do gol.

Até que a torcida começou a gritar o nome de Wellington Paulista. O técnico Claudinei Oliveira, que foi o articulador da volta do atacante, atendeu a torcida aos 12 minutos do segundo tempo.

Dois muitos depois Bruno Pacheco cruzou na área e adivinhem quem fez o gol? Wellington Paulista.

O jogador saiu correndo puxando a camisa, ajoelhou-se no campo e foi abraçado pelos demais, o que mostrou que o grupo queria sua volta. Foi o 12º gol dele na temporada. 

Depois o atacante ainda foi ajudar o time na marcação, para segurar o resultado. Leandro Pereira ainda teve chance de ampliar, mas João Ricardo fez bela defesa. O goleiro do América também defendeu outra conclusão de Wellington Paulista. O time mineiro também assustou mas o jogo não mudou de placar.

Com a vitória a Chapecoense foi a 34 pontos e subiu duas posições, ultrapassando Vitória e Sport. Encostou na pontuação do América mas ficou atrás do time mineiro pelos critérios de desempate.

Ainda não foi o suficiente para sair da zona de rebaixamento, mas já deixou o time em melhor posição para a próxima rodada, quando enfrenta o Bahia, fora de casa.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE-1
Jandrei, Eduardo, Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Amaral, Barreto, Canteros (Orzu) e Doffo (Bruno Silva); Osman (Wellington Paulista) e Leandro Pereira. Técnico: Claudinei Oliveira. 

AMÉRICA-MG-0
João Ricardo, Aderlan, Matheus Ferraz, Messias e Carlinhos (Ruy); Zé Ricardo, Juninho, Gerson Magrão (Rafael Moura), Giovanni e Robinho (Aylon); Luan. Técnico: Adilson Batista

GOL: Wellington Paulista (C), aos 14 minutos do segundo tempo

ARBITRAGEM: Wilson Pereira Sampaio, auxiliado por Fabrício Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires (trio de GO).
CARTÕES AMARELOS:  Bruno Pacheco, Ivan e Diego Torres (C); Gerson Magrão, Aderlan, Paulão e Aylon (A).
LOCAL: Arena Condá, em Chapecó.

PÚBLICO: 13.278

RENDA: R$ 217.270,00


Fonte:DC
 
Back To Top