CRB leva susto, marca no fim, vence o Boa Esporte por 2 a 1 e se afasta do Z-4 - Atividade Esporte News
⚽Notícias

03 novembro 2018

CRB leva susto, marca no fim, vence o Boa Esporte por 2 a 1 e se afasta do Z-4

Foto: Pei Fon / Portal TNH1
Foi no sufoco, mas o CRB venceu o Boa Esporte por 2 a 1 em confronto direto na tarde deste sábado (3), no Estádio Rei Pelé, em Maceió, pela 34ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Willians Santana abriu o placar, de pênalti, aos 11' do primeiro tempo, Bruno Tubarão igualou aos 40' da etapa final e Everton Sena marcou o gol da vitória aos 43'.

Com a vitória, o Galo segue em 16º, só que foi aos 38 pontos e abriu três de diferença para o Juventude. O Boa segue na lanterna, com 29 pontos.

Próxima rodada

O Galo continua jogando em casa e encara o Juventude na terça-feira (6), às 21h30, no Trapichão. O Boa visita a Ponte Preta também na terça, às 20h30, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, São Paulo. 

Galo na frente

Empurrado pela torcida, o CRB teve mais volume de jogo no primeiro tempo. Logo com um minuto, Rafael Costa caiu na área após contato com a defesa do Boa, o árbitro entendeu que não foi pênalti e mandou o jogo seguir. Aos 9', Vinícius Gonçalves Dias Araújo viu penalidade de Jadson em Edson Ratinho e desta vez marcou. Willians Santana cobrou com categoria no cantinho e abriu o placar. O Galo seguiu melhor em campo, mas pecava no último passe. 

Aos 26', Anderson Conceição errou o corte na lateral, Daniel Cruz arrancou, invadiu a área, bateu por baixo e viu João Carlos impedir o empate. Aos 32', Rafael Carioca arriscou de longe e assustou o goleiro Darley. O jogo caiu de rendimento na reta final e ganhou emoções nos minutos finais. Aos 42', Felipe Menezes reclamou de um pisão de Caíque dentro da área, mas o árbitro aplicou cartão amarelo ao jogador regatiano por entender que houve simulação. Aos 45', a defesa do CRB cochilou em cobrança de escanteio, Alyson chutou no canto e bola saiu pertinho da trave. 

Susto e vitória

Fernandes voltou com Alípio na vaga de Rafael Costa para o segundo tempo. E a primeira chance clara surgiu justamente para o atacante. Felipe Menezes construiu a jogada individual, serviu Willians Santana na direita, depois saiu da bola e deixou Alípio em condição de finalização na pequena área. Alípio passou muito rápido e chutou por cima. A partir daí o CRB pisou no freio. Os técnicos mexeram na equipe e quem se animou foi o Boa. Aos 34', Machado arriscou de longe, a bola desviou em Conceição e por muito pouco não entrou. 

Na cobrança do escanteio, Rafael Carioca tentou afastar de cabeça, a bola bateu no travessão, João Carlos foi providencial no reflexo, deu um soco na bola, que bateu na trave novamente e depois foi afastada por Carioca. De tanto pressionar, o Boa empatou aos 40'. Hélder cruzou pela direita, Bruno Tubarão completou e anotou o dele. Diante de um Rei Pelé apreensivo, o Galo conseguiu responder rapidamente. Aos 43', Ratinho levantou a bola na área em cobrança de falta, Everton Sena subiu mais rápido que o goleiro Darley e garantiu o gol da vitória. Ao fim do jogo, o Galo comemorou muito o resultado que afastou o clube do Z-4. 


Fonte: TNH1
 
Back To Top