CSA e Atlético-GO desperdiçam chances e não saem do zero diante de um Rei Pelé lotado - Atividade Esporte News
⚽Notícias

10 novembro 2018

CSA e Atlético-GO desperdiçam chances e não saem do zero diante de um Rei Pelé lotado

Foto:Pei Fon / Portal TNH1
Em mais um capítulo na luta pelo acesso, o CSA não saiu do zero e empatou sem gols com o Atlético-GO neste sábado (10), em Maceió, pela 36ª rodada da Série B.
Com o ponto em casa, o CSA agora tem 59 pontos e segue na vice-liderança da Série B. O Atlético-GO agora tem 53 pontos e caiu para a oitava posição. 
Próxima rodada

O CSA segue em casa e tem o jogo decisivo com o Avaí no sábado (17), às 16h (horário de Alagoas), no Rei Pelé, em Maceió. O Atlético-GO recebe o São Bento na sexta-feira (16), às 19h30 (de Alagoas), no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia. 

Pressão azul

Apoiado pela torcida, o CSA foi para cima no começo do jogo. Logo no primeiro minuto, Rafinha mandou a bomba em cobrança de falta e acertou a trave. Aos 7', Celsinho levantou a bola na área, Kléver afastou parcialmente, Juan pegou a sobra, tentou encobrir o goleiro e errou por pouco. Aos 17', Didira assinou boa jogada, Juan finalizou no canto esquerdo e Kléver salvou o Dragão. 

O Atlétrico-GO conseguiu esfriar a partida e equilibrar as ações no restante do primeiro tempo. O Azulão até tentou inverter o jogo, mas errou muito nas viradas de bola. Aos 39', Hugo Cabral bateu prensado, Dawhan desviou no susto e a bola saiu. Num dos poucos chutes do Dragão, Jonathan arriscou de longe e Frigeri encaixou sem problemas. 

Tudo igual no Trapichão

Marcelo Cabo mexeu no time já no intervalo e trocou Juan por Neto Berola. O Azulão voltou para a segunda etapa disposto a abrir o placar. Aos 6', Rafinha arriscou de longe e assustou Kléver. Aos 11', Rafinha cruzou, Kléver afastou, Didira chutou na sobre, rubens desviou de cabeça e a bola saiu por cima do travessão. O Dragão respondeu em seguida. Aos 13', João Paulo encheu o pé e Frigeri foi no canto espalmar. 

Aos 16', Cabo colocou Jhon Cley na vaga de Rubens. O jogo caiu de rendimento nos minutos seguintes e Cabo fez a última alteração aos 28', substituindo Didira por Walter. O CSA conseguiu encaixar bons passes nas diagonais, mas não concluiu as assistências. Aos 36', Berola atacou pela direita, tocou por baixo, Walter bateu de chapa na bola e viu a redonda sair pertinho ao lado da trave. No minuto seguinte, André Luís tocou de três dedos, botou veneno na bola e quase surpreende Frigeri. 

Aos 39', Jhon Cley cruzou com perigo e Alisson cortou antes da bola chegar em Hugo Cabral. Aos 44', Berola chapelou o adversário, cruzou na linha de fundo e Cabrou acertou de primeira uma bomba no travessão, só que o bandeira marcou tiro de meta, alegando que a bola teria saído na hora do cruzamento.

Aos 48', Berola arrancou em contra-ataque, passou por dois, costurou para o meio e bateu colocado para fora. O Atlético ainda teve a chance de vencer no último lance. Pedro Bambu pegou sobra dentro da área do CSA, quase na marca do pênalti e isolou, para o alívio dos azulinos que lotaram o Estádio Rei Pelé na tarde deste sábado. 

FICHA TÉCNICA
CSA 0 x 0 ATLÉTICO-GO

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceio (AL)
Data: 10 de novembro de 2018 (sábado)
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Mauricio Coelho Silva Penna (RS)

Cartões Amarelos: Didira (CSA); Jonathan e Fernandes (Atlético-GO)

CSA: Lucas Frigeri; Celsinho, Elivelton, Xandão e Rafinha; Yuri, Juan (Neto Berola), Dawhan e Didira (Walter); Hugo Cabral e Rubens (Jhon Cley).
Técnico: Marcelo Cabo

ATLÉTICO-GO: Klever; Alisson, Lucas Rocha, Gilvan e Jonathan; Fernandes, Pedro Bambu e João Paulo; Júlio César (Thiago Santos), Renato Kayser e André Luis (Bruno Santos).

Técnico: Wagner Lopes

Fonte:TNH1
 
Back To Top