Bahia encerra o Brasileirão com empate sem gols diante do Cruzeiro na despedida de Zé Rafael - Atividade Esporte News
⚽Notícias

02 dezembro 2018

Bahia encerra o Brasileirão com empate sem gols diante do Cruzeiro na despedida de Zé Rafael

Fotos: Felipe Oliveira / EC Bahia
Em sua despedida da temporada, o Bahia ficou apenas em um empate em 0 a 0 com o Cruzeiro, na tarde deste domingo (2), em Pituaçu. Mesmo assim, o duelo foi de festa, marcado por um emocionante adeus ao ídolo Zé Rafael, vendido ao Palmeiras durante a última semana. Foram 28 mil tricolores no estádio aplaudindo de pé ao craque, substituído aos 18 minutos do 2º tempo.

Com o resultado, Tricolor fechou o Brasileirão com 48 pontos na tabela, na 11ª posição, melhor colocação do clube na história do campeonato de pontos corridos, lugar que também garante a equipe na Copa Sul-Americana de 2019.Serão cinco competições a serem disputadas: Campeonato Baiano, Copa do Nordeste, Copa Sul-Americana,Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro.

O JOGO

Levado pelo canto da sua torcida, o Bahia começou o jogo atacanto. Aos três minutos, Elton cruzou na área, Gilberto se antecipou, cabeceou, mas não conseguiu acertar o alvo. Logo na sequência, o Cruzeiro respondeu com Raniel, que finalizou de fora da área e obrigou Anderson a fazer uma boa defesa.

Cruzeiro acerta a trave

Aos oito minutos, Sassá trocou passes com Ederson e Raniel, limpou a defesa tricolor e chutou rasteiro para acertar a trave do goleiro Anderson. Na sobra, Flávio conseguiu afastar o perigo.

O Bahia também ficou muito perto do gol aos 13. Após escanteio, o goleiro Rafael deu um soco na bola, que sobrou para Lucas Fonseca. O zagueiro tocou para o meio da área e a bola sobrou com Nilton, que desperdiçou a chance. Logo depois, Léo cruzou para a área e Edigar Junio cabeceou para fora.

O Cruzeiro assustou aos 24, quando Raniel bateu falta colocada e obrigou Anderson a fazer uma grande defesa. O Bahia, por sua vez, causou suspiros em seus torcedores aos 39 minutos. Na jogada, Zé Rafael deu um grande passe de calcanhar para Léo, que chutou forte e viu a bola explodir na rede de fora.

Segundo tempo

O Esquadrão de Aço teve uma boa chance aos 12 minutos. Nilton conduziu a bola a partir do meio de campo, avançou e bateu forte. A bola passou ao lado da meta defendida por Rafael. Na sequência, a tentativa foi de Lucas Silva, que arriscou de fora, mas sem causar perigo.

Gilberto perdeu uma ótima oportunidade aos 17 minutos. Após boa troca de passes, Zé Rafael deixou o camisa 9 na cara do gol, mas a bola não foi bem dominada. Foi esse o último lance de Zé com a camisa tricolor. Na sequência, o camisa 10 foi substituído e ganhou muitos aplausos do público.

Com 27 minutos, Sassá recebeu passe em profundidade e ficou na cara do gol. Quando ele tocou por cobertura, o zagueiro Lucas Fonseca foi providencial para evitar o gol cruzeirense. Depois, David chutou de fora da área, com desvio, e a bola passou raspando a trave.

O jogo tomou um ritmo mais lento na fase final, mas o Bahia seguiu tentando o gol. Aos 38, Gilberto recebeu cruzamento e cabeceou ao lado da meta de Rafael. Aos 42, o Bahia respondeu com Vinícius, que chutou de longe, mas não causou sustos ao gol do Cruzeiro.

FICHA TÉCNICA
Bahia x Cruzeiro
Campeonato Brasileiro – 38ª rodada

Local: Pituaçu, em Salvador
Horário: 16h (de Salvador)
Data: 02/12/2018 (domingo)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Thiago Henrique Neto Correa (RJ)
Assistentes adicionais: Philip Georg Bennett e Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Cartões amarelos: Elton, Flávio, Douglas Grolli e Luiz Henrique (Bahia) / Manoel (Cruzeiro)
Cartões vermelhos:
Gols:

Bahia: Anderson; Flávio, Douglas Grolli, Lucas Fonseca e Léo; Nilton e Elton; Edigar Junio (Clayton), Ramires (Luiz Henrique) e Zé Rafael (Vinícius); Gilberto. Técnico: Enderson Moreira.

Cruzeiro: Rafael; Ezequiel, Manoel, Cacá e Patrick Brey; Lucas Romero, Lucas Silva e Ederson; David, Raniel e Sassá (Laércio). Técnico: Sidnei Lobo.
 
Back To Top