Baiano

Roger atribui título do Bahia a Enderson Moreira: 'Peguei o trabalho bem estruturado'

O Bahia venceu o Bahia de Feira por 1 a 0, na Arena Fonte Nova, pelo segundo jogo da final do Baianão e levantou o troféu pela 48ª vez.

E.C.BAHIA

E.C.BAHIANotícias sobre o acontece no mundo do E.C.Bahia

21/04/2019 20h18
Por: Robson Silva
Fonte: Bahia Noticias
259
Foto: Ulisses Gama / Bahia Notícias
Foto: Ulisses Gama / Bahia Notícias

Em meio a festa da conquista do bicampeonato baiano do Bahia, o técnico Roger Machado atribuiu o título ao seu antecessor no cargo Enderson Moreira. O atual comandante do Tricolor destacou o trabalho deixado pelo antigo treinador. Neste domingo (21), o Bahia venceu o Bahia de Feira por 1 a 0, na Arena Fonte Nova, pelo segundo jogo da final do Baianão e levantou o troféu pela 48ª vez.

"Fazem quinze dias que estou no clube e nesses quinze dias eu vivi as emoções de uma temporada inteira com jogos decisivos, jogos duros como foi o de hoje, um adversário que valorizou muito a nossa conquista, tanto que saiu aplaudido pelo nosso torcedor. Chegar num clube e iniciar vencendo é importante, porque gera confiança do torcedor no trabalho que está iniciando. Mas é importante pontuar que eu peguei um trabalho muito bem estruturado pelo Enderson [Moreira] e que por vez das urgências do futebol, faz com que nós façamos um trabalho a muitas mãos. Esse título é muito mais do Enderson do que meu, que cheguei na parte final da competição e pude terminá-la com a conquista importante", reconheceu em entrevista ao Bahia Notícias.

O jogo foi recheado de emoções com boas chances criadas por ambas equipes. Inclusive, o gol do título do Bahia saiu de uma jogada em que o árbitro Luiz Flávio de Oliveira recorreu ao árbitro de vídeo (VAR, na sigla em inglês) para rever o lance e assinalar o pênalti. Roger destacou a principal virtude do seu time para vencer a o duelo decisivo.  

"Ser um time que soube jogar quando foi preciso, mas é preciso saber sofrer o jogo também e foi essa característica que adquirimos no final da partida", resumiu.

Roger Machado ainda elogiou o Bahia de Feira. Para o treinador, a atuação do time de Feira de Santana valorizou a conquista do Tricolor da capital.

"O adversário é um belo de um time que chegou na final pelos seus méritos e está de parabéns pela campanha que fez, por ter feito uma final digna de um time grande e valorizou muito a nossa conquista. Como eu disse anteriormente, não tenha dúvida que vai ficar marcada na minha cabeça por muito tempo, porque foram dois times que se propuseram jogar futebol", elogiou.

O próximo compromisso do Bahia será na quinta-feira (25), às 19h15, contra o Londrina, no estádio do Café, pelo segundo jogo da quarta fase da Copa do Brasil. Depois, no domingo (28), o Tricolor estreia no Brasileirão contra o Corinthians. Perguntado se já está pensando nos jogos seguintes, Roger foi enfático.

"Ainda não vou virar a chave. A partir de amanhã viro a chave. Agora eu só quero comemorar!", declarou aos risos encerrando a entrevista.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.