Sexta, 22 de fevereiro de 2019
71 988 53 9055
Estaduais

10/02/2019 às 18h54 - atualizada em 10/02/2019 às 21h01

55

Robson Silva

Água Fria / BA

Em jogo morno, CRB e CSA empatam sem gols no primeiro clássico do ano
Com o empate, o CRB segue invicto, mas deixa de ter os 100% de aproveitamento
Em jogo morno, CRB e CSA empatam sem gols no primeiro clássico do ano
Pei Fon / Portal TNH1

A tarde deste domingo (10) reservou o primeiro Clássico das Multidões de 2019. Em duelo morno, CRB e CSA empataram em 0 a 0 no Estádio Rei Pelé, em Maceió, pela quarta rodada do Campeonato Alagoano.


Com o empate, o CRB segue invicto, mas deixa de ter os 100% de aproveitamento. O Galo agora tem 10 pontos e continua na liderança do Campeonato Alagoano. O CSA chegou aos sete pontos e caiu para a terceira posição. O Coruripe, que venceu o Jaciobá por 2 a 1, assumiu a vice-liderança com nove pontos. 


Próxima rodada


Na quinta rodada, o CRB encara o ASA no domingo (24), às 16h, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca. O CSA recebe o CEO também no domingo (24), às 16h, no Estádio Rei Pelé, em Maceió.


Clássico em branco


Roberto Fernandes fez uma trinca de volantes na escalação inicial e promoveu a estreia de Danilinho. Zé Carlos também entrou na vaga de Victor Rangel, vetado por lesão. Do outro lado Marcelo Cabo armou o CSA mais ofensivo, sacou Pedro Rosa e Amaral, e colocou Rafinha e Victor Paraíba de primeira. Hiago entrou no lugar de Régis, suspenso. 


O CSA teve mais volume de jogo no primeiro tempo e assustou em dois lances. O primeiro foi na cobrança de falta de Matheus Sávio, que passou por cima do travessão. E o segundo em uma finalização de Victor Paraíba para fora. O Galo chegou menos ao ataque e teve em uma conclusão de Ferrugem o lance de maior perigo. Ao término do primeiro tempo, Zé Carlos e Gabriel Cabo, auxiliar técnico do CSA, discutiram em campo, o que gerou tumulto na saída para os vestiários. 


Na etapa final, o CRB atacou mais e começou pressionando em cabeçada de Danilinho. O CSA assustou de falta, seguida de falha de Edson Mardden, mas que não resultou em gol. Na meta azulina, João Carlos precisou agir em finalizações de Júnior e Ferrugem, mas sem muito perigo. Sem grandes emoções, o clássico se arrastou com vários impedimentos marcados pelos auxiliares. O último deles foi aos 47', em cabeçada de Mateus Silva para o gol. O volante balançou as redes, mas o lance não valeu e o clássico terminou empatado. 


 

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium