Rivalo Cassino
Rivalo Apostas Esportivas
Rivalo Apostas Esportivas
Liga das Nações

Holanda vence Inglaterra na prorrogação e enfrenta Portugal na final da Liga das Nações

A partida foi resolvida apenas no tempo extra, depois dos 90 minutos terem terminado com um empate em 1 a 1

06/06/2019 21h53
Por: Redação AEN
Fonte: Gazeta Esportiva
75
Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

No sufoco e na prorrogação, a Holanda garantiu vaga na final da Liga das Nações. O time comandado pelo ex-jogador Ronald Koeman derrotou a Inglaterra nesta quinta-feira por 3 a 1, de virada. A partida foi resolvida apenas no tempo extra, depois dos 90 minutos terem terminado com um empate em 1 a 1.

Mesmo com uma Holanda superior no primeiro tempo, a Inglaterra abriu um placar após um vacilo defensivo do jovem zagueiro de Ligt. De pênalti, Rashford marcou. No segundo tempo, o defensor holandês de 19 anos se redimiu e marcou de cabeça em cobrança de escanteio, deixando tudo igual.

A decisão, então, ficou para a prorrogação. No tempo extra, Walker marcou contra após uma trapalhada e complicou a situação para os ingleses. Logo na sequência, após novo vacilo defensivo da Inglaterra, Depay rolou para Promes apenas empurrar para a rede e sacramentar o placar.

A Holanda irá enfrentar Portugal na grande decisão da primeira edição da Liga das Nações. A seleção portuguesa passou pela Suíça nesta quarta-feira, vencendo por 3 a 1. A final será no próximo domingo, às 15h45, no estádio do Dragão, na cidade de Porto.

O jogo – Com uma formação ofensiva e propondo o jogo, a Holanda iniciou a primeira etapa dominando a posse de bola e chegando próxima à meta adversária. Depay foi o jogador que mais buscou a bola e se ofereceu para receber o passe e, em duas ocasiões, levou perigo.

Primeiro, o atacante recebeu na entrada da área, fintou Maguire e finalizou de esquerda para Pickford fazer boa defesa. Logo na sequência, o atacante recebeu passe na mesma zona, porém dessa vez trouxe para o pé direito, parando novamente no goleiro inglês.

Mesmo não tendo um bom desempenho na partida, a Inglaterra abriu o placar aos 31 minutos. O jovem e eficiente zagueiro De Ligt, do Ajax, bobeou na hora de dominar a bola, deixando-a escapar. Rashford aproveitou, adiantou a bola e foi derrubado com um carrinho pelo zagueiro. Na cobrança, o mesmo Rashford bateu bateu no canto direito, deslocando o goleiro Cillessen.

Na sequência, a Inglaterra teve boa chance de ampliar o marcador. Em jogada de falta ensaiada, Maguire foi acionado no lado esquerdo da área e ajeitou em direção à marca de pênalti. Delph finalizou com força, porém o goleiro holandês fez boa defesa. Ainda no fim do primeiro tempo, De Ligt teve a chance de se redimir: o zagueiro subiu muito alto em escanteio e cabeceou com muito perigo à direito do gol defendido por Pickford.

Na volta para o segundo tempo, a Inglaterra perdeu uma ótima oportunidade com Sancho. O jovem meia-atacante recebeu cruzamento dentro da pequena área, porém cabeceou em cima de Cillessen. Poucos minutos depois, Depay voltou a levar perigo: Walker saiu jogando errado e o atacante holandês finalizou forte, obrigando Pickford a fazer nova intervenção.

Eis que, aos 27 minutos, veio a redenção: em cobrança de escanteio batido por Depay, De Ligt subiu com ótima impulsão na pequena área e testou no canto esquerdo da meta inglesa. O gol animou a Holanda, que logo em seguida perdeu uma chance impressionante com Van de Beek, que pegou rebote dentro da área e finalizou de primeira por cima do travessão.

A seleção holandesa tomou um enorme susto a dez minutos do fim da partida. Henderson acionou brilhantemente o meia Lingard, que saiu na cara de Cillessen e bateu rasteiro, deslocando o goleiro. O árbitro de vídeo, no entanto, avisou o juiz que o atacante do Manchester City estava milimetricamente impedido e o gol foi anulado.

O árbitro adicionou sete minutos de acréscimo e quem teve a melhor chance foi a Holanda. Bergwijn fez grande jogada pelo lado esquerdo, deixou o marcador para trás e tocou para Depay, na altura da marca do pênalti, finalizar bisonhamente por cima do gol. Sterling ainda arriscou chute na entrada da área, porém a bola apenas beliscou o travessão e foi para fora.

Logo no início da prorrogação, Stones errou na saída de bola, Depay mostrou esperteza para roubar a bola e finalizou forte, obrigando Pickford a fazer uma bela defesa. No rebote, porém, Promes apareceu para chutar e foi travado por Walker. A bola desviou no lateral-direito do Manchester City e encobriu o goleiro. O árbitro confirmou gol contra do inglês.

Na segunda parte do tempo extra, a Holanda ampliou o placar após nova saída errada da Inglaterra. Barkley recebeu passe de costas, não percebeu a chegada de um marcador e perdeu a bola. Depay ficou com a posse pela esquerda da área e serviu Promes, que havia entrado no segundo tempo e teve apenas o trabalho de empurrar para o fundo do gol.

FICHA TÉCNICA

HOLANDA 3 X 1 INGLATERRA 

Local: Estádio Dom Afonso Henriques, Guimarães (Portugal)

Data: 6 de junho de 2019, quinta-feira

Horário: 15h45 (de Brasília)

Árbitro: Clément Turpin (FRA)

Assistentes: Nicolas Danos e Cyril Gringore (FRA)

VAR: François Letexier (FRA)

Cartões amarelos: De Ligt, Dumfries e Van de Beek (Holanda)

Gols: Rashford (Inglaterra, 31 minutos do primeiro tempo), De Ligt (Holanda, 27 minutos do segundo tempo), Walker (contra – Holanda, 6 minutos do primeiro tempo da prorrogação) e Promes (Holanda, 8 minutos do segundo tempo)

HOLANDA: Cillessen, Dumfries, De Ligt, Van Dijk, Bling; De Jong, De Roon (Van de Beek), Wijnaldum; Babel (Promes), Bergwijn (Propper), Depay.

Técnico: Ronald Koeman

INGLATERRA: Pickford, Walker, Stones, Maguire, Chilwell; Rice, Delph (Henderson), Barkley; Sancho (Lingard), Sterling, Rashford (Harry Kane).

Técnico: Gareth Southgate

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Água Fria - BA
Atualizado às 23h57
24°
Muitas nuvens Máxima: 34° - Mínima: 20°
24°

Sensação

10.8 km/h

Vento

89.8%

Umidade

Fonte: Climatempo
Rivalo Apostas Esportivas
Municípios
Últimas notícias
Rivalo Cassino
Mais lidas
Rivalo Apostas Esportivas