Fórmula 1

Vettel vence Hamilton e conquista a primeira pole do ano no Canadá

Sebastian Vettel garantiu sua primeira pole position na campanha de 2019 nas eliminatórias para o Grande Prêmio do Canadá, empatando Lewis Hamilton em dois décimos de segundo para conquistar sua 56a pole de carreira, e seu quinto no Circuit Gilles-Villeneuve.

08/06/2019 19h37
Por: Redação AEN
115
Foto: Divulgação/Ferrari
Foto: Divulgação/Ferrari

Um esforço final cintilante do alemão fez com que parasse os relógios a 1m 10.240s, enquanto o companheiro de equipe Charles Leclerc ficou a 0,680s atrás dele em terceiro, com Hamilton garantindo sua 10ª posição na primeira fila no Canadá. por Michael Schumacher em Suzuka.

Atrás, um esforço fantástico de Daniel Ricciardo colocou-o em quarto na grelha da Renault - a melhor posição inicial do ano - a 0.831s de Vettel, à frente da Red Bull de Pierre Gasly em quinto e a segunda Mercedes de Valtteri Bottas em sexto, o finlandês sofreu um giro em sua primeira volta antes de um segundo esforço.

O segundo Renault de Nico Hulkenberg ficou em sétimo, à frente dos dois McLarens de Lando Norris e Carlos Sainz - o que significa que os quatro carros da Renault na grelha estavam representados no top 10 - enquanto Kevin Magnussen da Haas foi 10º apesar de não ter feito um Q3 Aparência, tendo tido um enorme shunt no final do Q2 que, finalmente, impediu Max Verstappen de fazê-lo no segmento final.

Q1 - Ambos os Racing Points, juntamente com dois anteriores vencedores do Grande Prémio do Canadá

George Russell, da Williams, declarou que as condições da pista eram “hediondas” quando se preparava para o Q1, mas o circuito evoluiu rapidamente ao longo do segmento de abertura, o que significa que os tempos caíram nos minutos finais.

A maior surpresa do Q1 foi para o Racing Point, perdendo os dois carros, Sergio Perez terminando em 16º - tendo chegado ao P9 esta manhã - enquanto o herói local Lance Stroll teve um grande momento lateral na última curva 13-14 no último Esforço para terminar o P18 e ampliar sua sequência de saída no Q1 para 11 Grands Prix.

Fora com eles foi o vencedor de 2005 no Canadá, Kimi Raikkonen, que estava a apenas 0,108s de Antonio Giovinazzi, companheiro de equipe da Alfa Romeo, em P15 - mas isso foi o suficiente para ver o italiano passar para o Q2. Na retaguarda estavam os dois Williams, George Russell, vencedor do Grande Prêmio do Canadá de 2008, Robert Kubica, pela sétima vez em outras corridas este ano.

Na frente, enquanto isso, menos de 0,030s separaram o piloto da Ferrari Charles Leclerc no P1 do Valtteri Bottas da Mercedes em P3 - com Sebastian Vettel no meio -, enquanto Nico Hulkenberg impressionou ao P6 pela Renault, à frente de Carlos Sainz, da McLaren. foram definidos para investigar após a sessão alguns supostos impedimentos pelo espanhol na Toro Rosso de Alexander Albon.

Os tempos foram incrivelmente apertados no primeiro trimestre, no entanto, com uma fração por segundo separando P1 e P18.

Q2 - Red bandeira para grande acidente Magnussen vê Verstappen desistir O principal foco do Q2 foi qual das três melhores equipes da Mercedes, Ferrari e Red Bull poderia chegar à parte final da classificação nos pneus médios mais duráveis.

Tanto a Ferraris quanto a Mercedes conseguiram, enquanto Max Verstappen, da Red Bull, depois de um promissor Q1, decidiu dar uma chance. O tráfego em seu colo rápido o comprometeu, no entanto, e o deixou na zona de queda, forçando-o a recuar em um novo conjunto de softs.

Tendo feito isso, Verstappen estava circulando com velocidade suficiente para chegar ao Q3, quando Kevin Magnussen, à frente na Haas e tentando chegar ao Q3 no Canadá pela primeira vez, bateu a Muralha dos Campeões com sua traseira direita. tire o pneu, o impacto fazendo-o girar descontroladamente pela pista e entrar na parede do fosso antes de saltar de volta para o outro lado e chegar a um descanso.

Isso significava que Verstappen não conseguiu completar o seu colo - deixando Pierre Gasly como o único representante da Red Bull no Q3 - enquanto o acidente também negou ao companheiro de equipe de Magnussen, Romain Grosjean, a chance de melhorar, deixando-o no P15. Ironicamente, no entanto, a saída de Magnussen acabou consolidando seu 10º lugar, o que significa que o dinamarquês, apesar de ter o VF-19 de segunda mão, conseguiu esse slot antes duvidoso no Q3!

Fora com Verstappen e Grosjean foram os Toro Rossos de Daniil Kvyat e Alexander Albon no P12 e P14, junto com Giovinazzi no 13º.

Q3 - Vettel alcança a 56ª pole position à frente de Hamilton, com Ricciardo na frente P4

Após algum tempo de parada, enquanto os restos da Haas de Magnussen foram varridos, os pilotos saíram em pista para o confronto final.

Valtteri Bottas teve um momento vivo desde o início, girando seu Mercedes em sua primeira volta de push saindo da curva 2 e usando toda a sua experiência de condução de rally (e um pouco de sorte) para mantê-lo fora da parede. Seu segundo esforço, enquanto isso, viu o Finn sobrevoar a curva na curva final antes de fechar na curva 6 eo grampo, consignando-o a um ponto P6 baixo na grade.

O primeiro esforço de Hamilton fez com que ele chegasse ao topo das paradas, e quando ele deu a volta novamente nos segundos finais, ele estava transformando as telas de cronometragem em roxo. Mas um setor final lento significou que sua sétima pole position recorde no Canadá teria que esperar. Em vez disso, foi Vettel quem aproveitou, aproveitando a vantagem da Ferrari em potência para conquistar sua primeira pole desde a Alemanha no ano passado, e por confortáveis ​​0,206s no final.

Leclerc se desviou do canto final e fez com que o Monegasque só pudesse terminar em terceiro, enquanto o satisfeito Daniel Ricciardo garantiu o quarto lugar para a Renault - algo que teria sido particularmente satisfatório, já que ele terminou 0,006s à frente de Pierre Gasly no banco. o australiano vaga na Red Bull no ano passado.

Hulkenberg, Norris e Sainz em P7, P8 e P9, enquanto isso, significavam que a gama completa de carros da Renault estava representada no terceiro trimestre, marcando um dia forte para a fabricante de unidades de energia francesa.

Mas, no final das contas, todos os olhos estavam voltados para Vettel, já que ele conquistou a primeira pole position da Ferrari desde o Bahrein no início deste ano. E com Leclerc bem colocado em terceiro e Bottas em sexto, os sinais estão melhorando para que a Scuderia volte à pista no domingo, no circuito nomeado para um dos grandes heróis da equipe.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Água Fria - BA
Atualizado às 08h40
26°
Poucas nuvens Máxima: 30° - Mínima: 17°
27°

Sensação

13.9 km/h

Vento

60.5%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas