E.C.BAHIA

Após entrar no G6, Bahia recebe o Athletico-PR na Fonte Nova

O Bahia tem 37 pontos, mesma pontuação do quinto colocado Internacional, que também joga no sábado

E.C.BAHIA

E.C.BAHIANotícias sobre o acontece no mundo do E.C.Bahia

05/10/2019 12h32
Por: Robson Silva
112
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Visando engatar a terceira vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro, o Bahia recebe o Athletico Paranaense no sábado, às 19h, em jogo válido pela 23ª rodada. A equipe de Roger Machado tenta se manter no G6, enquanto o Furacão, já classificado para a Libertadores, busca encurtar a distância para as equipes do topo da tabela.

Após vencer o Botafogo e o Avaí, o Tricolor reforçou a ambição de estar na Libertadores na próxima temporada. Mesmo em bom momento, os atletas optam por manter os pés no chão em seus discursos.

Provável titular contra o Athletico, o meia Guerra comentou sobre o desafio de se manter no G6 e destacou a qualidade do próximo adversário: “A equipe conseguiu entrar no G-6. Compromisso é maior ainda. Vamos enfrentar uma equipe que é campeã da Copa do Brasil, Sul-Americana. Vamos jogo a jogo, com tranquilidade, inteligência. Em casa, temos que impor o ritmo. Agora o compromisso é maior ainda para manter a posição e olhar mais para cima”.

O lateral-direito Nino Paraíba também abordou o assunto: “Agora que entrou no G-6 tem que lutar para se manter. Não adianta só chegar e deixar escapar. Tem que chegar e se manter. O difícil é se manter e a gente espera manter o campeonato que vem fazendo. A cada jogo dar o nosso melhor. Creio que a gente vai fazer um grande jogo”.

Para manter a boa sequência, o técnico Roger Machado deve manter a escalação dos últimos jogos. O Bahia tem 37 pontos, mesma pontuação do quinto colocado Internacional, que também joga no sábado.

O Furacão, por sua vez, já conquistou seu principal objetivo na temporada, a Copa do Brasil. No entanto, a equipe segue com condições de terminar o Campeonato Brasileiro bem colocada. Após a goleada em cima do Fortaleza e o empate em casa com a Chapecoense, os comandados de Tiago Nunes ficaram a seis pontos de distância do G6.

Ao comentar sobre a última rodada, o treinador do Athletico-PR lamentou a grande quantidade de chances perdidas e afirmou que isso é algo a ser trabalhado para os próximos jogos: “A cada partida nós tiramos lições. Conversei com os atletas no intervalo que nós já merecíamos estar ganhando no primeiro tempo. Uma equipe com o nosso potencial técnico e nossa qualidade não poderia deixar passar tantas oportunidades”.

“Acabou se repetindo no segundo tempo, fizemos um gol. Serve de aprendizado para que a gente possa melhorar nos próximos enfrentamentos, não perder tantas chances de gol. É dar moral para os caras”, completou o treinador.

Para enfrentar o Bahia, Tiago Nunes terá que repor alguns desfalques. Os zagueiros Pedro Henrique, Robson Bambu e Lucas Halter estão lesionados, o que deve acelerar o retorno de Thiago Heleno, que volta após seis meses de suspensão por doping. Quem deve estar ao lado do “general” é Léo Pereira.

Além dos defensores, Marco Rúben também não vai poder disputar a partida. O pai do atacante faleceu nesta sexta-feira na Argentina, após lutar contra um câncer na garganta.

FICHA TÉCNICA

BAHIA X ATHLETICO-PR

Local: Arena Fonte Nova, Salvador (BA)

Data: 5 de outubro de 2019, sábado

Horário: 19h (de Brasília)

Árbitro: Raphael Claus (SP)

Assistentes: Neuza Ines Back (SP) e Anderson José de Moraes Coelho (SP)

BAHIA: Douglas; Nino, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Gregore, Flávio e Guerra; Élber, Artur e Gilberto.

Técnico: Roger Machado

ATHLETICO-PR: Santos; Madson, Thiago Heleno, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington, Bruno Guimarães e Léo Cittadini, Nikão, Rony e Marcelo Cirino.

Técnico: Tiago Nunes

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas