Série A

Com ajuda do VAR, Cruzeiro arranca o empate contra Internacional

Raposa teve pênalti duvidoso marcado com o auxílio do árbitro de vídeo e saiu de campo com o 1 a 1

05/10/2019 23h05
Por: Robson Silva
104
Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro
Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Neste sábado (5), Cruzeiro e Internacional se enfrentaram no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Em mais um jogo tecnicamente abaixo da crítica, o Cruzeiro, ao menos, conseguiu buscar um empate, neste sábado (5) à noite, por 1 a 1, no Mineirão, diante do Internacional, emendando a sexta partida sem vitória no Campeonato Brasileiro. O time celeste, que já estava na zona da degola, nela seguirá. São apenas 20 pontos em 23 partidas. Seja com Mano Menezes, Rogério Ceni e, agora, com Abel Braga, a Raposa só conseguiu vencer quatro vezes. O drama está longe de um desfecho.

Com a suspensão de Henrique e desfalques médicos já conhecidos, Abel Braga colocou em campo o que tinha de melhor, tendo que contar ainda com a baixa de última hora do zagueiro Dedé, com uma lesão na coxa direita. Era mais um problema para alimentar a crise, acentuada nesta semana com a invasão de torcedores à Toca II, na terça-feira, e novos episódios políticos, como a movimentação de conselheiros para o afastamento do presidente Wagner Pires de Sá e a renúncia do diretor geral Sérgio Nonato.

Com a bola em jogo, era nítido o nervosismo celeste, com passes errados, impaciência para trabalhar as jogadas ou encontrar o melhor caminha. Nas arquibancadas, a torcida fez sua parte, pediu raça, apoiou. Suspensas pelo Ministério Público, as organizadas Máfia Azul e Pavilhão Independente não puderam ir ao estádio.

O cenário adverso, que já era ruim, piorara com apenas 9 min de jogo, quando Nonato abriu o marcador para o time gaúcho. Mesmo com mais posse de bola, a pressão aparente não se transformou em chances efetivas para o empate. Marcelo Lomba não fez nenhuma grande defesa no primeiro tempo.

A etapa final seguia a mesma toada, quando o VAR precisou entrar em ação. Após revisão, Wagner do Nascimento Magalhães marcou pênalti de Patrick em Orejuela. Fred chamou a responsabilidade e empatou aos 17 min. No embalo, a Raposa teve a chance da virada, que Lomba salvou incrivelmente por duas vezes, logo após o gol cruzeirense e nos instantes finais.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 1 X 1 INTERNACIONAL

Local: Estádio do Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Data: 5 de outubro de 2019 (sábado)

Horário: 21h (de Brasília)

Arbitragem: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ)

Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)

VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)

Público total: 22.561

Público pagante: 18.222

Renda: R$ 224.779,50

Cartões amarelos: Fabrício Bruno, Thiago Neves, Cacá, Éderson, Sassá (Cruzeiro); Uendel, Nonato, Marcelo Lomba (Internacional)

Gols: Fred, aos 17 minutos do segundo tempo (Cruzeiro); Nonato, aos 9 minutos do primeiro tempo (Internacional)

CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Cacá, Fabrício Bruno e Egídio; Éderson, Jadson (Mauricio), Robinho, Thiago Neves (Sassá) e David (Ezequiel); Fred.

Técnico: Abel Brega

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Heitor (Bruno), Bruno Fuchs, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenílson, Nonato (Neilton), Nico López (D’Alessandro) e Patrick; Guerrero.

Técnico: Odair Hellmann

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas