Série A

Com pênalti desperdiçado, Ceará perde para o Goiás na estreia de Adilson Batista

Resultado na Arena Castelão amplia o jejum sem vitórias do Vovô para nove partidas

06/10/2019 18h44
Por: Robson Silva
Fonte: Diario do Nordeste
76
Foto: Kid Júnior / SVM
Foto: Kid Júnior / SVM

Na estreia de Adilson Batista, o Ceará criou muito, acertou duas vezes a trave, mas perdeu para o Goiás por 1 a 0, nesta domingo (6), na Arena Castelão. O resultado da 23ª rodada da Série A do Brasileiro é o 9ª jogo sem vitória do Alvinegro de Porangabuçu.

Durante o jejum, o Vovô marcou apenas três gols, sendo a última vitória do time no dia 10 de agosto, contra a Chapecoense. Na tabela, a equipe é a 16ª, com 23. O desafio agora é o Grêmio, quarta (9), às 21 horas, no Centenário.

Já o Goiás sobe para 10º com o resultado, somando 33 pontos. O próximo compromisso é diante do Botafogo, no mesmo dia, às 19h15, no Engenhão. 

PRIMEIRO TEMPO

Adilson Batista armou a equipe em um novo esquema (4-4-2), sem o uso de centroavantes. A equipe sentiu a mudança e demorou para se adaptar em campo, com os primeiros minutos de posse de bola do Goiás, assim como as principais chegadas, nenhuma com perigo.

Quando o duelo parecia equilibrado, um erro da defesa alvinegra mudou os rumos da partida: Fabinho recuou para Valdo, que errou o domínio e foi desarmado por Michael. O atacante invadiu a área, driblou o zagueiro e mandou para o fundo da rede: 1 a 0.

No fim, o Ceará ainda tentou pressionar e voltar ao duelo. Primeiro perdeu uma chance clara aos 29, com Leandro Carvalho finalizando à queima-roupa para defesa de Tadeu. Depois, já aos 46, foi Lima que exigiu dos reflexos do arqueiro. Muitas vaias das arquibancadas na Arena Castelão!

SEGUNDO TEMPO

Na volta do intervalo, o Ceará voltou com três mudanças: Willian Oliveira, Felippe Cardoso e a formação 4-4-2. A equipe tentou acelerar as jogadas e melhorou em campo, mas parou, mais uma vez, em Tadeu.

A pressão, no entanto, surtiu efeito. Em cobrança de escanteio, o juiz marcou pênalti de Sanches em Valdo. Na cobrança, Thiago Galhardo carimbou o travessão, desperdiçando a cobrança.

O empate também quase veio aos 29, quando Tadeu fez uma brilhante defesa em arremate de Felippe Cardoso. Já aos 40, com Juninho Quixadá, o Vovô chegou com duas chances: o meia mandou para fora e depois na trave. Fim de partida na Arena Castelão com novo revés alvinegro. 

FICHA TÉCNICA

Ceará 0x1 Goiás

Competição: Série A do Brasileiro

Data: 06/10/2019

Horário: 16h

Local: Castelão

Árbitro: José Mendonça da Silva Júnior (PR)

Gols: Michel - 27´/1º T (0-1)

Cartão amarelo: Willian Oliveira (C)

Ceará: Diogo Silva; João Lucas, Valdo, Tiago Alves e Samuel Xavier; Fabinho, Ricardinho e Lima (Willian Oliveira); Matheus Gonçalves (Juninho Quixadá), Leandro Carvalho (Felippe Cardoso) e Thiago Galhardo. Técnico: Adilson Batista.

Goiás: Tadeu; Yago Rocha, Rafael Vaz, Fabio Sanches e Jefferson; Yago Felipe, Gilberto e Léo Sena (Breno); Michael (Kaio) e Rafael Moura e Barcia. Técnico: Ney Franco.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas