Série B

Nos acréscimos, Criciúma perde para o Operário-PR pela Série B

Fantasma aproveitou o contra-ataque para garantir três pontos em casa

05/11/2019 23h05
Por: Robson Silva
73
Foto: José Tramontin/OFEC
Foto: José Tramontin/OFEC

O Criciúma somava um ponto na tabela até que aos 47 do segundo tempo, mas no contra-ataque, o Operário-PR aproveitou e garantiu a vitória em casa. No Germano Krüger, o Fantasma buscou mais três pontos diante do torcedor, e se mantém entre os times de melhor campanha como mandante. O Criciúma, que não vence desde o final de setembro, complica ainda mais a situação para tentar sair da zona de rebaixamento da Série B.

O Londrina, primeiro time fora da zona de rebaixamento, perdeu na rodada e mais uma vez se mantém estacionado na tabela. Bom para quem vem abaixo, e ainda tem chances matemáticas de sair do Z4. O próximo jogo do Criciúma é novamente longe do torcedor, dessa vez na Ilha do Retiro, pela 34ª rodada. Em Recife, o Tigre enfrenta o vice-líder Sport, às 16h30min deste sábado. 

Como foi a partida

Com um minuto de jogo, os donos da casa tiveram uma falta a fvaor na linha da grande área, mas a bola parou na barreira. Até os 20 minutos de jogo, tentativas dos dois lados, mas nenhum chegada de perigo. O Fantasma teve mais posse de bola, mas nas chegadas no campo adversário, quase nenhum trabalho para o goleiro Paulo Gianezini. 

O Tigre, que buscava espaço principalmente no contra-ataque, teve um lance frontal no cruzamento para Liel, que errou da bola e desperdiçou a oportunidades os 11 de jogo. Pouco depois, Marlon tentou de falta, mas chutou alto demais. O lance mais perigoso saiu da cabeça do artilheiro do time, Léo Gamalho, aos 38 minutos. A bola bateu no travessão, para o alívio do goleiro Rodrigo Viana.

No retorno do intervalo, Roberto Cavalo tirou Liel para a entrada de Reis. o time ficou mais solto sem o jogador de marcação, e aos 8 minutos, Daniel Costa fez uma cobrança de falta com veneno. Rodrigo Viana defendeu arcialmente, L[eo gamalho ficou com o rebote e mandou de cabeça, mas o goleiro segurou. Logo em sgeuida, Daniel Costa de novo no escanteio fechado exigiu de Rodrigo, e o Tigre voltou melhor no segundo tempo.

Aos 12 minutos, foi o Fantasma quem carimbou o travessão. Felipe Augusto chutou forte, a bola desviou em Derlan e enganou Paulo Gianezini, que contou com a sorte. O dois times buscavam o gol, já que o empate não interessava a ninguém, e os 37 Lucas Batatinha cruzou  uma bola rasteira na pequena área. Rafael Chorão tentou, mas mandou para fora. Nos acréscimos, os donos da casa aproveitaram a oportunidade e Maílton balançou a rede, para garantir a vitória.

FICHA OPERÁRIO 1 x 0 CRICIÚMA

GOL: Maílton, do Operário.

CARTÕES AMARELOS: Derlan, Jean Mangabeira, Marlon, do Criciúma.

OPERÁRIO-PR - 1

Rodrigo Viana; Maílton, Alisson, Rodrigo e Peixoto; Jardel (Rafael Chorão), Índio e Marcelo; Jean Carlo (Uilian), Lucas Batatinha e Felipe Augusto (Schumacher). Técnico: Gerson Gusmão.

CRICIÚMA - 0 

Paulo Gianezini; Carlos Eduardo (Adilson Goiano), Sandro, Derlan e Marlon; Liel (Reis), Eduardo, Jean Mangabeira e Daniel Costa; Luquinha (Reinaldo) e Léo Gamalho. Técnico: Roberto Cavalo.

ARBITRAGEM: Rodrigo Batista Raposo, auxiliado por Lehi Sousa Silva e Leila Naiara Moreira da Cruz (trio do DF).

LOCAL: Germano Krüger - PR

PÚBLICO: 4.120.

RENDA: R$ 37.755,00.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas