Série A

Atlético-MG vence o Botafogo e garante vaga na Sul-Americana

Os gols da partida foram de Jair, aos 40 minutos do primeiro tempo, e Luan, aos 23 da etapa final

04/12/2019 22h26
Por: Robson Silva
65
Foto: Bruno Cantini/ Agência Galo/ Atlético
Foto: Bruno Cantini/ Agência Galo/ Atlético

O Atlético garantiu vaga na Copa Sul-Americana de 2020 ao vencer o Botafogo por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, no Mineirão. A partida foi válida pela 37ª e penúltima rodada do Brasileirão.

Os gols da partida foram de Jair, aos 40 minutos do primeiro tempo, e Luan, aos 23 da etapa final. Com o resultado positivo no Gigante da Pampulha, o Galo chegou a 48 pontos e subiu para o 11º lugar na tabela de classificação.

Na última rodada do Brasileirão, às 16h de domingo, o Galo vai a Porto Alegre encarar o Internacional, no Beira-Rio. Já o Bota recebe o Ceará no Nilton Santos, também no domingo.

O Primeiro tempo no Mineirão foi de domínio total da equipe da casa, que pressionou o Botafogo em seu campo e buscou o gol do início ao fim. A equipe mineira imprimiu velocidade ao jogo e dominou as ações no meio de campo. Já o alvinegro carioca apresentou muita dificuldade na transição da defesa para o ataque e não deu trabalho ao goleiro Cleiton.

A pressão do Galo começou com o apito inicial, mas a primeira chance clara de gol só aconteceu aos 15 minutos. Otero arriscou da entrada da área e obrigou Gatito a espalmar para escanteio.

Aos 33, o zagueiro Réver aproveitou cruzamento de Cazares e cabeceou para a rede, mas o gol foi anulado devido a um impedimento do ataque do Atlético.

Seis minutos depois, em cobrança de falta da intermediária, Otero acertou belo chute no ângulo, mas Gatito voou para tocar com a ponta dos dedos pela linha de fundo e salvar o Bota.

Aos 40, o gol saiu. Guga puxou o contra-ataque pela direita e tocou na frente para Cazares, que fez grande jogada na lateral da área e cruzou rasteiro. Da linha da pequena área, Jair chutou de primeira e abriu o placar no Mineirão. Mesmo com a vantagem, o Atlético continuou em cima do Botafogo até o final da primeira etapa.

No segundo tempo, o Atlético Mineiro continuou mandando no jogo, mas o Botafogo ao menos chegou perto do gol. Aos 9, Di Santo é lançado na ponta esquerda, se aproxima da área e toca para Cazares, na altura da meia lua. O dez do Galo arriscou o chute e Gatito defendeu.

O segundo gol quase saiu aos 16, em outro contra-ataque rápido pela esquerda. Patric foi acionado, foi à linha de fundo e cruzou pelo alto. Luan cabeceou e Joel Carli cortou quase em cima da linha.

Aos 19, foi a vez de Gatito fazer grande defesa e evitar o segundo. Após escanteio pela direita e um grande bate rebate na área do Bota, a bola ficou com Jair que tentou levantar para Réver no segundo pau, mas Gatito tirou a bola da cabeça do zagueiro com uma bela ponte.

O Botafogo teve sua primeira chance real no jogo aos 21. Luiz Fernando avançou pela direita e cruzou rasteiro no meio da área. Cícero mandou de primeira e a bola tirou tinta da trave com o goleiro Cleiton batido no lance.

A equipe carioca desperdiçou sua chance do empate e na sequência o Galo ampliou. Bola de pé em pé no ataque mineiro e Patric recebeu na esquerda da área. O lateral levantou do outro lado e Lua meteu a cabeça para fazer o segundo.

Com 2 a 0 no placar, o Botafogo curiosamente subiu de produção e chegou perto de descontar aos 26, em chute de Luiz Fernando que Cleiton defendeu, e aos 40, em jogada de Luis Henrique, que novamente contou com a intervenção do goleiro do Galo.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 2 X 0 BOTAFOGO

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Data: 4 de dezembro de 2019 (Quarta-feira)

Horário: 19h30(de Brasília)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Assistentes: Jose Eduardo Calza (RS) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)

Cartões Amarelos: Patric (Galo); Cícero, Luiz Fernando, Diego Souza (Bota)

Gols:

ATLÉTICO: Jair, aos 40min do 1º tempo; Luan, aos 23min do 2º tempo

ATLÉTICO: Cleiton, Guga, Igor Rabello, Réver e Patric; Jair (Vinícius), José Welison, Otero, Juan Cazares e Marquinhos (Luan); Di Santo (Geuvânio)

Técnico: Vagner Mancini

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Marcinho, Joel Carli, Marcelo Benevenuto e Lucas Barros; Cícero (Wenderson), João Paulo, Leonardo Valencia (Luis Henrique) e Luiz Fernando (Vinícius Tanque); Rhuan e Diego Souza

Técnico: Alberto Valentim

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Água Fria - BA
Atualizado às 17h53
35°
Poucas nuvens Máxima: 37° - Mínima: 20°
39°

Sensação

23.9 km/h

Vento

49.6%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas