MotoGP

MotoGP se reúne com presidente e sai com promessa de apoio ao GP da Indonésia

Diretor-executivo da Dorna, Carmelo Ezpeleta esteve na Indonésia para um encontro com o presidente Joko Widodo. O dirigente da MotoGP saiu com a promessa de apoio governamental para o GP da Indonésia

12/03/2019 12h25
Por: Direto da Redação
Fonte: Grande Premio
83
 (Foto: Divulgação/MotoGP)
(Foto: Divulgação/MotoGP)

Diretor-executivo da Dorna, promotora do Mundial de Motovelocidade, Carmelo Ezpeleta foi a Jacarta, capital da Indonésia, após o GP do Catar para um encontro com o presidente Joko Widodo. A recepção ao dirigente espanhol tinha como objetivo examinar o projeto da corrida em Lombok.

 No fim do mês passado, a Dorna confirmou a assinatura de dois contratos para levar os Mundiais de MotoGP e Superbike para a Indonésia a partir de 2021. Pelo acordo, os dois certames desembarcam na ilha de Lombok, mais precisamente no complexo do resort de Mandalika, que está sendo desenvolvido pela ITDC, a Corporação para Desenvolvimento do Turismo na Indonésia.

Na segunda-feira (11), Ezpeleta se encontrou com Widodo e com Abdullar M Mansoer, presidente do ITDC, no Palácio Bogor, na província de Java Ocidental. O presidente indonésio reiterou o desejo da Indonésia de receber a MotoGP.

 Além de Ezpeleta e Widodo, o encontro contou com a presença de Carlos Ezpeleta, diretor-esportivo, e de Dimas Ekky Pratama, piloto da Moto2.

 “Eu quero agradecer o Sr. Carmelo Ezpeleta por vir até aqui e encontrar com nosso presidente, e dizer diretamente ao presidente que vamos ter a MotoGP em 2021”, disse Mansoer. “Em troca, nosso presidente estendeu seu crédito de que Mandalika vai receber a MotoGP e, mais importante, a última coisa que o presidente disse ao Sr. Carmelo é que o país vai apoiar isso, a infraestrutura será apoiada”, seguiu.

 “Nós, como uma empresa estatal, somos donos do terreno e estamos construindo a infraestrutura, mas ao redor da área haverá apoio para o aeroporto, uma pista mais longa, e também um terminal para balsas, barcos de alta velocidade, que vão trazer as pessoas de Bali para Lombok”, explicou. “Bali é o nosso destino mais visitado e fica só a meia hora de avião, duas horas de lancha. Vamos contar com Bali para fornecer quartos e hotéis, então, a partir do primeiro dia, não teremos de construir dezenas de hotéis, vamos usar parte de Bali. Isso foi prometido pelo nosso presidente”, revelou.

 “A MotoGP vai trazer muitos benefícios para a área. Malásia, Singapura, Tailândia e ouvi que o Vietnã vai ter a F1, então agora a Indonésia ― como maior país do sudeste asiático, a maior economia ― finalmente terá uma [corrida], então isso vai trazer muita atenção para a área. Lombok acabou de ser atingida por terremotos, então isso será importante na virada e recuperação de Lombok e vai beneficiar a todos em Lombok e também na Indonésia, porque teremos nosso próprio circuito de nível mundial”, comentou. 

 O diretor-executivo da Dorna destacou o empenho do presidente do chefe do ITDC em fazer o que for necessário para que o GP da Indonésia aconteça.

 “Nós achamos que era importante estar aqui para apresentar [o projeto] para o presidente e o ministro do esporte. Nós tivemos uma reunião com eles. Eles estão comprometidos a fazer as coisas da melhor maneira que puderem. Nós conversamos sobre o projeto, sobre as instalações, e, para nós, é muito importante que a MotoGP seja recebida em um país como a Indonésia, que é um dos países mais importante seguindo a MotoGP e a indústria de motocicletas. Hoje foi um passo importante para começar uma nova era na MotoGP”, considerou Carmelo. “A Ásia é a região mais importante para a indústria de motocicletas no mundo e, claro, a Indonésia, com sua grande população e interesse pelo esporte a motor, é muito importante”, sublinhou.

 “Depois do sucesso da Malásia e aí da Tailândia, nós achamos que essa área, por causa da população, pelo interesse nas motos, é muito importante. Para nós, é sempre importante fazer isso de uma maneira segura e em um lugar muito legal. Neste projeto, nós conseguimos as duas coisas. Por um lado, nós servimos uma nova área de turismo e impacto econômico, por outro, teremos um circuito absolutamente seguro em um lugar muito legal. O circuito é um circuito adequado e permanente”, concluiu.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Água Fria - BA
Atualizado às 04h02
22°
Muitas nuvens Máxima: 35° - Mínima: 20°
22°

Sensação

6 km/h

Vento

98.7%

Umidade

Fonte: Climatempo
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas