Atividade Esporte News: Basquete
⚽Notícias
Mostrando postagens com marcador Basquete. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Basquete. Mostrar todas as postagens

19 maio 2020

Raulzinho confessa estar inseguro com possível retorno da NBA

Jogador participou de conversa com outros nomes do basquete

Foto: CBB

O armador Raulzinho, que defende o Philadelphia 76ers na NBA, afirmou, em uma live transmitida pelo Youtube, que está inseguro com o possível retorno dos jogos da liga profissional de basquete dos Estados Unidos, que está parada desde o dia 11 de março

“Para falar a verdade estou com medo, será que vou voltar fora de forma? Não tenho direção, não sei o que o armador que vai disputar posição comigo está fazendo. O cara pode estar treinando em algum lugar e me matar no treino. Ou então, estou fora de forma e já tive lesões no passado (…). Desde os 16 anos, nunca fiquei mais de duas semanas sem pegar em uma bola de basquete e já estou há dois meses praticamente sem treino. Fica essa dúvida na nossa cabeça”, disse o jogador durante conversa com Magic Paula, Marcelinho e Anderson Varejão mediada pelo jornalista Everaldo Marques.

Cumprindo o isolamento social em Utah, ele ainda contou que está realizando atividades individualmente em uma igreja mórmon próxima de sua casa. Segundo Raulzinho, como o local está fechado, consegue acesso através do tio de sua namorada, que é bispo. O armador, que disputou duas edições do Jogos Olímpicos (Londres 2012 e Rio 2016), revelou também como vem sendo o acompanhamento da sua atual equipe e a incerteza sobre a continuidade da competição americana: “Acho que eles estão dando todo o suporte possível neste momento. Ninguém sabe exatamente o que vai acontecer. Tive uma conversa com o Elton Brands, manager do nosso time, e ele disse que nosso centro de treinamento pode abrir daqui a uma semana ou uma semana e meia. Mas que não há obrigação alguma por parte dos jogadores que não estão na cidade de irem treinar, pois eles estão preocupados com a saúde dos atletas, dos familiares e torcedores. Não tem nada certo de que a liga vai voltar e que vamos terminar a temporada”.

Impasse sobre retomada da NBA

Raulzinho também disse que entre os atletas há muitas opiniões divergentes quando o assunto é terminar a temporada 2019/2020: “Há muitas opiniões diferentes, há atletas que dizem que não querem voltar a jogar, porque acham muito arriscado e que vão colocar em risco as famílias e muita gente. Há jogadores que já falaram publicamente que querem voltar a jogar, o LeBron, o Chris Paul disseram que querem de alguma maneira voltar e terminar esta temporada. É uma mistura de opiniões. Por mais que a temporada acabe e tenha redução de 25% dos salários de todos, a maioria não está preocupada com isso e não se sente confortável de voltar agora, sem vacina ou remédio. O meu pensamento é esse também”.

Para o ex-ala da seleção brasileira Marcelinho a parte econômica deve ser levada em consideração, mas a saúde é o mais importante: “Acho muito difícil a temporada da NBA voltar, não tem um tempo justo para isso, mas acredito muito na intenção. O esporte hoje é um negócio e movimenta muito dinheiro e emprega muita gente. Então, se a NBA, que sempre tem posturas positivas com relação a tudo, se ela resolver voltar dentro de uma condição melhor, com segurança, acho válido. Não pode ser o negócio à frente de tudo. Este momento está provando que o que mais importa na vida é a saúde”.

Já Magic Paula, campeã mundial em 1994 (Austrália) e medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Atlanta 1996, é contrária ao retorno da competição: “Basquete é um esporte de contato, não é como tênis, onde fica um lá e outro aqui. Acho que é momento de pensar na vida das pessoas que estão ali. Nós, que estamos dentro do esporte, achamos que todos gostam e assistem esporte, mas não está acima do bem e do mal. Agora é momento de recuar, vamos ver a NBA no ano que vem”.

Conhecendo de perto a NBA, Anderson Varejão, que vestiu a camisa do Cleveland Cavaliers por mais de uma década, acredita no bom senso dos dirigentes: “Acho que a NBA não voltou ainda porque eles não querem colocar ninguém em risco. A NBA está levando do jeito está porque é uma liga muito forte, tem muito dinheiro. Eles podem se dar ao luxo de continuar esperando e trabalhando nos bastidores, fazendo a coisa certa. Caso apareça uma vacina ou alguma coisa que dê a certeza para eles de que nada vai acontecer, eles vão voltar”.


Fonte: Agência Brasil

16 maio 2020

Los Angeles Lakers anuncia a retomada dos treinamentos, a partir deste sábado

FOTO: DIVULGAÇÃO/LOS ANGELES LAKERS

O Los Angeles Lakers anunciou, nesta sexta (15), a reabertura do centro de treinamentos e a retomada das atividades com jogadores, a partir de amanhã. Segundo o jornalista Shams Charania, do site Stadium, a decisão foi tomada após liberação da prefeitura de Los Angeles.

Os executivos da liga estipularam protocolos para a volta dos treinos, como a proibição de práticas coletivas e a presença de quatro ou mais jogadores ao mesmo tempo na quadra. A participação de treinadores e assistentes técnicos, nas atividades, também está proibida.

A NBA já havia liberado o retorno dos treinos, no dia 8 de maio, e franquias como Orlando Magic, Cleveland Cavaliers, Miami Heat, Utah Jazz, Indiana Pacers, Milwaukee Bucks, Atlanta Hawks, Toronto Raptors, Portland Trail Blazers e Sacramento Kings retomaram as atividades ao longo da última semana. Segundo o comissário da NBA, Adam Silver a decisão de recomeçar ou não a temporada, paralisada no dia 11 de março, deve acontecer somente em junho.

Liderado pelos astros LeBron James e Anthony Davis, o Los Angeles Lakers liderava a conferência oeste antes da paralisação, com 49 vitórias e 14 derrotas. Os dois craques da franquia californiana também defendem o recomeço da temporada. Ambos participaram, na última segunda (11), da videoconferência dos atletas que querem o retorno dos jogos.

03 dezembro 2018

Brasil perde para o Canadá e adia vaga para o Mundial da China

 (Foto: Jorge Bevilacqua/CBB)
Após vencer a República Dominicana na sexta-feira, o Brasil precisava de uma vitória para garantir a vaga no Mundial da China em 2019. Contudo não conseguiu vencer o Canadá, que deixou o Ginásio Wlamir Marques com um triunfo por 94 a 67, nesta segunda-feira. Dessa forma, a Seleção adia o sonho de ir para a China em 2019 para a próxima data da das Eliminatórias da América, que será no final de fevereiro do próximo ano, quando enfrentará Ilhas Virgens e República Dominicana como visitante em busca de um triunfo.

Começando o jogo com Scott Machado, Vitor Benite, Leo Meindl, Anderson Varejão, Augusto Lima, o time de Aleksandar Petrovic teve um bom primeiro quarto. No entanto, não conseguiu manter o bom nível de atuação e viu a equipe norte-americana disparar no placar e conseguir a segunda vitória sobre os brasileiros nesta eliminatória. Em setembro, no Canadá, a partida terminou em 85 a 77 para o time vermelho e branco.

O grande responsável por frustrar a torcida brasileira foi o ala-pivô Kyle Wiltjer. O canadense, que defende o Olympiacos Pireu, da Grécia, foi o cestinha da partida com 26 pontos, comandando o triunfo visitante. Pelo lado verde e amarelo, Marquinhos Sousa e Victor Benite foram os destaques, com 17 e 16 pontos, respectivamente.

O jogo

Com a torcida apoiando desde o início, o Brasil levantou o público logo em sua primeira cesta, quando Scott Machado deu a assistência para Augusto Lima fazer 2 a 1 na ponta aérea. Os canadenses estavam precisos nas bolas de três pontos e conseguiram abrir 7 a 2 no início do jogo. Os visitantes estouraram o limite de faltas coletivas cedo e foi justamente isso que permitiu os comandados de Aleksandar Petrovic virar para 8 a 7 e começar a trocar a liderança do placar até garantir o primeiro quarto por 20 a 18.

O time norte-americano voltou muito bem e conseguiu anotar oito pontos consecutivos, fazendo 26 a 20 e forçando o treinador brasileiro parar o jogo. Apesar de ter ajustado a marcação, a equipe verde e amarela sofreu com seus cinco turnovers e viu a diferença de pontos chegar a 15 pontos. Na reta final, o déficit chegou a ser de apenas um dígito, mas o Canadá conseguiu ir para o intervalo vencendo por 45 a 34.

O Brasil voltou ligado do intervalo e parecia ter ajustado a sua marcação. No entanto, não conseguiu aproveitar as oportunidades de marcar e, aos poucos, a vantagem canadense foi ficando cada vez maior. Mesmo ficando com a posse, a dificuldade na transição e em converter as cestas culminou em uma derrota por 31 a 18 no terceiro quarto e um déficit de 24 pontos.

Sabendo que a virada era improvável, a torcida já se mostrava mais morna e a equipe de Roy Rana jogava de forma muito leve. Como o quarto estava parelho, alguns torcedores até gritavam “eu acredito”, entretanto, o placar final do período foi 15 a 18 para os canadenses e a diferença de pontos terminou em 27 (94 a 67).


Fonte:Gazeta Esportiva

01 dezembro 2018

Campinas derrota Araraquara e iguala série na semifinal do Paulista

(Foto: Divulgação/Sesi)
Pelo segundo jogo das semifinais do Campeonato Paulista de basquete feminino, na noite deste sábado, o Vera Cruz Campinas recebeu o Sesi/Araraquara, no Ginásio A.A. Ponte Preta, e venceu por 61 a 51. Depois de ficar atrás do placar durante praticamente todo o jogo, a equipe da casa virou a partida no último quarto e conseguiu o importante triunfo.

Com esse resultado, a série fica empatada e um terceiro jogo precisará ser disputado, na segunda-feira, dia 3, às 19h (de Brasília), novamente em Campinas. O time vencedor avança à final da competição.

A armadora Méli Gretter foi o principal destaque do Vera Cruz ao anotar 16 pontos, pegar 7 rebotes e dar nove assistências. A ala Jeanne anotou 18 pontos e foi a maior pontuadora de Campinas. Pelo lado das visitantes, Maíra foi a melhor, com 20 pontos e 12 rebotes.

Logo no início do primeiro quarto, uma forte chuva atingiu a cidade de Campinas. Por isso, a partida ficou paralisada por mais de 30 minutos. No retorno, o Araraquara dominou todos os lances e terminou o período vencendo por 18 a 6.

O segundo quarto continuou com a mesma tônica e o time visitante chegou a abrir 15 pontos de vantagem. As mandantes ainda reagiram, diminuíram a diferença, mas novamente terminaram atrás: 30 a 22.

Na volta do intervalo, o Campinas conseguiu diminuir a desvantagem para apenas três pontos. Contudo as jogadoras do Sesi voltaram a controlar a partida e foram para o decisivo quarto na frente: 44 a 38.

No último quarto, o Araraquara surpreendeu e virou o jogo. Com amplo domínio durante todo o período, as mandantes conseguiram o triunfo com dez pontos de vantagem sobre as adversárias: 61 a 51.


Fonte:Gazeta Esportiva

Botafogo vence clássico carioca contra Vasco pelo NBB

(Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)
Na tarde deste sábado, o Botafogo visitou o Vasco, no Ginásio de São Januário, pela 7ª semana do Novo Basquete Brasil, e venceu por 97 a 79. Assim, o Glorioso sobe para a quinta colocação na tabela de classificação do torneio, com seis vitórias e quatro derrotas. Por outro lado os vascaínos seguem na nona posição, com quatro triunfos e cinco resultados negativos.

Apesar da derrota, o cestinha da partida foi Okorie dos mandantes, com 26 pontos. O maior pontuador da equipe visitante foi Mogi, com 22 pontos. O líder em rebotes foi Cauê, do Botafogo, com 7. O cruzmaltino Vithinho teve o melhor desempenho em assistências, com 8.

A equipe da casa começou melhor e abriu seis pontos logo no inicio do primeiro quarto. O Fogão reagiu, conseguiu a virada, mas perdeu força no final do período. O Vasco terminou na frente por 24 a 20.

Os botafoguenses empataram e viraram o marcador no começo. Com ampla superioridade, os visitantes foram para o intervalo com 10 pontos de vantagem: 44 a 33.

No terceiro quarto o Fogão conseguiu ampliar seu domínio. A grande atuação de Jamaal Smith foi essencial para aumentar a vantagem no placar: 75 a 57. O último quarto do jogo foi parecido com o anterior. O Botafogo manteve sua superioridade e fechou o marcador com a vitória por 97 a 79.

Na próxima rodada o Botafogo viajará para enfrentar o Life Fitness/Minas, na Arena Minas Tênis Clube, às 20h (de Brasília), no dia 4 de dezembro, terça-feira. Já o Vasco, que também sairá de seus domínios, enfrentará o Basquete Cearense, no Centro de Formação Olímpica, em Fortaleza, às 19h (de Brasília), no dia 7, sexta-feira.


Fonte:Gazeta Esportiva

24 novembro 2018

Warriors batem Trail Blazers e voltam a vencer após quatro jogos

 (Foto: Noah Graham/AFP)
Depois de quatro partidas, o Golden State Warriors reencontrou o caminho das vitórias nesta sexta-feira. Jogando na Oracle Arena, a equipe da Califórnia venceu o Portland Trail Blazers por 125 a 97 e chegando a campanha de 13-7, ficando empatado na liderança do Oeste com Los Angeles Clippers, Oklahoma City Thunder e Memphis Grizzlies. Por sua vez, o time de Terry Stotts fica com campanha de 12-7 empatado em quinto com o Denver Nuggets.

Ainda sem Stephen Curry e Draymond Green, os mandantes contaram com Kevin Durant como seu grande destaque. Ele foi o cestinha com 32 pontos e ainda teve oito rebotes e sete assistências. Klay Thompson teve 31 pontos e sete assistências. No lado dos Trail Blazers, Damian Lillard teve 23 pontos e oito assistências e Jusuf Nurkic teve 22 pontos e oito rebotes.

A partida começou equilibrada e os visitantes mantiveram a vantagem no placar até a metade do quarto, quando as equipes começaram a alternar a vantagem no placar. Na reta final, os comandados de Stotts emplacaram algumas cestas e saíram com o 27 a 24. O Golden State Warriors foi muito superior no segundo período, levando a melhor por 35 a 17 e indo para o intervalo com vantagem de 125 a 97.

Na volta para a segunda metade do confronto, as duas equipes mediram força e, apesar do equilíbrio, a franquia da Califórnia levou a melhor por quatro pontos e foi para o último quarto vencendo por 92 a 73. No quarto período, os comandados de Steve Kerr voltaram a ser superiores e garantiram o triunfo por 125 a 97.

O próximo compromisso do Golden State Warriors será neste sábado, quando irá receber o Sacramento Kings. Já o Portland Trail Blazers irá visitar o Los Angeles Clippers no domingo.

Confira outros resultados:

New York Jets 102 x 112 Minnesota Timberwolves
Los Angeles Clippers 112 x 107 Memphis Grizzlies
Detroit Pistons 116 x 111 Houston Rockets
Atlanta Hawks 96 x 114 Boston Celtics
New York Knicks 114 x 109 New Orleans Pelicans
Philadelphia 76ers 112 x 121 Cleveland Cavaliers
Toronto Raptors 125 x 107 Washington Wizards
Indiana Pacers 100 x 111 San Antonio Spuers
Chicago Bulls 96 x 103 Miami Heat
Oklahoma CIty Thunder 109 x 104 Charlotte Hornets
Milwaukee Bucks 116 x 114 Phoenix Suns
Denver Nuggets 112 x 87 Orlando Magic
Los Angeles Lakers 90 x 83 Utah Jazz


Fonte:Gazeta Esportiva

22 novembro 2018

Flamengo vence Bauru, mas ambos caem na Liga Sul-Americana

(Foto: Reprodução/Twitter)
Cumprindo tabela no último jogo da fase semifinal da Liga Sul-Americana de Basquete, Flamengo e Bauru se enfrentaram nesta quinta-feira no Rio de Janeiro e o time carioca levou a melhor. O Rubro-Negro, de Anderson Varejão e Marquinhos, venceu por 102 a 75 e se despediu da Sul-Americana com vitória.

A vitória pouco valeu, já que os dois times entraram em quadra eliminados. Isso porque, no jogo anterior, o Instituto de Cordoba, da Argentina, venceu o Minas por 83 a 64 e conquistou a vaga na final da Liga Sul-Americana. A equipe argentina venceu os três jogos que disputou na segunda fase, terminou na liderança do Grupo F e fará um duelo entre brasileiros e argentinos na final da competição contra o Franca.

Agora, tanto Flamengo quanto Bauru voltam suas atenções ao Novo Basquete Brasil. O time carioca ocupa a terceira posição na competição nacional, com oito vitórias em 11 jogos. A situação é a oposta para o Bauru, que tem três vitórias e oito derrotas em 11 jogos e está na 12ª colocação.

Apesar do placar final elástico, o primeiro quarto do jogo foi bastante equilibrado. Os times disputaram ponto a ponto até o minuto final da parcial, que terminou com o Flamengo liderando por 27 a 26. No segundo quarto, no entanto, o equilíbrio desapareceu. A defesa flamenguista segurou o ataque de Bauru e o Rubro-Negro abriu onze pontos de vantagem: 52 a 41.

O terceiro quarto foi tão equilibrado quanto o primeiro. O time paulista se recuperou da performance ruim na parcial anterior e descontou um ponto da vantagem flamenguista: 72 a 62. Mas a reação não continuou no último quarto. Nos dez minutos finais, o Flamengo voltou a dominar o jogo, chegou à marca dos 100 pontos e venceu sem problemas por 102 a 75.

11 novembro 2018

Com LeBron decisivo, Lakers vencem; Raptors mantém melhor campanha

Foto:EZA SHAW/GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP
Mais uma vez, ele decidiu. Liderados por Lebron James, o Los Angeles Lakers mostrou seu poder de reação e venceu o Sacramento Kings na madrugada de sábado para domingo pelo placar de 101 a 86. Esta foi a sexta vitória da equipe de LA em 12 jogos, a segunda seguida.

Com o resultado, os Lakers ficam na nona posição da Conferência Oeste, logo atrás dos Kings, que têm uma vitória a mais e o mesmo número de derrotas, com um jogo a mais também.

O nome do jogo foi LeBron James. Além de sete rebotes, ele marcou 25 pontos e foi o cestinha da partida. Do lado de Sacramento, De’Aaron Fox foi o destaque, com 21 pontos anotados.

Os Lakers voltam à quadra na madrugada desta segunda-feira para enfrentar o Atlanta Hawks, diante de sua torcida. Na madrugada de terça-feira, é a vez dos Kings entrarem em ação, quando recebem o San Antonio Spurs.

Raptors vencem mais uma

Foto:John E. Sokolowski / USA Today
O Toronto Raptors segue voando neste começo de temporada da NBA. A equipe entrou em quadra na noite do último sábado e venceu o New York Knicks, em casa, pelo placar 128 a 112.

Esta foi a sexta vitória consecutiva dos Raptors, que seguem invictos em seus domínios. A equipe soma ainda 12 triunfos nos 13 primeiros jogos da temporada, o que representa o melhor início de campeonato da história da franquia. Por outro lado, os Knicks conheceram sua nona derrota, ficando na 11ª colocação do Leste.

Nesta segunda-feira, os Raptors voltam a entrar em ação, quando recebem o New Orleans Pelicans. Já o Knicks volta para perto de sua torcida para encarar o Orlando Magic ainda neste domingo.

Confira os outros resultados da noite da NBA:

Los Angeles Clippers 128 x 126 Milwaukee Bucks (após tempo extra)
New Orleans Pelicans 119 x 99 Phoenix Suns
Chicago Bulls 99 x 98 Cleveland Cavaliers
Memphis Grizzlies 112 x 106 Philadelphia 76ers (após tempo extra)
Miami Heat 110 x 116 Washington Wizards
Golden State Warriors 116 x 100 Brooklyn Nets
San Antonio Spurs 96 x 89 Houston Rockets
Dallas Mavericks 111 x 96 Oklahoma City Thunder


Fonte:Gazeta Esportiva
 
Back To Top