Atividade Esporte News: Campeonato Argentino
⚽Notícias
Mostrando postagens com marcador Campeonato Argentino. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Campeonato Argentino. Mostrar todas as postagens

14 maio 2017

Em grande clássico, River vence Boca na Bombonera e entra na briga pelo título


Millonarios aproveitam contragolpes, batem xeneizes por 3 a 1 e pulam para a terceira posição do Argentino, a quatro pontos de distância do rival, que é líder. Equipe de Gallardo tem um jogo a menos.
 Foi um grande Superclássico. Com uma grande atuação do River Plate. A equipe de Marcelo Gallardo foi precisa. Contou com a sorte, mas foi melhor. E venceu o rival Boca Juniors por 3 a 1 na Bombonera, onde não triunfava desde março de 2014. Foi a primeira vitória de Gallardo como treinador no estádio xeneize. O resultado deixa o campeonato ainda mais aberto. O River chega à terceira posição, quatro pontos atrás do líder Boca, e ainda com um jogo a menos. A seis rodadas do fim.
om o resultado, o River Plate chega a 45 pontos e é o terceiro colocado. O San Lorenzo agora é o vice-líder, com 46 pontos. O Boca segue na ponta, com 49. Os Millonarios, no entanto, têm um jogo a menos que os demais rivais e pode diminuir a vantagem a seis rodadas do fim do torneio. Na próxima rodada, o River visita o Gimnasia La Plata. O Boca recebe o Newell's Old Boys na Bombonera.
A defesa de Rossi logo aos cinco minutos, em chute de Driussi, sinalizava o que seria o jogo. O Boca ficava com a bola, mas insistia na bola levantada da área. O River era veloz nos contra-ataques. E assim o Millonario se impôs. Aos 14 minutos, Nacho Fernández cruzou da direita, e Pity Martínez acertou um chutaço com a canhota, no canto de Rossi. O show dos visitantes seguiu aos 24 minutos. Em balão do goleiro Batalla, Ponzio cabeceou para Driussi na esquerda, ele deu a pelota a Alario no meio, e o atacante balançou as redes xeneizes. Com a vantagem, o River tentou diminuir o ritmo. O Boca sofira com a falta de criatividade. E se recolocou no jogo com um lance fortuito. Aos 45, Gago cobrou falta da esquerda, encobriu Batalla e fez: 2 a 1.
A segunda etapa foi uma sucessão de lamentações para a torcida xeneize. Tudo bem que o River Plate perdeu chances incríveis nos pés de Nacho Fernández e o meia Auzqui, que entrou na segunda etapa. Mas o artilheiro do Boca, Benedetto, também se destacou no quesito desperdício. Primeiro aos 17, ao driblar Batalla e chutar, mas ver a bola ser interceptada por Lucas Martínez. E depois em cabeçada, aos 30, que foi para fora. Batalla ainda salvou a vida do River aos 44 minutos, em chutes à queima roupa de Bou e Peruzzi. E justamente na defesa de seu goleiro que o Millonario conseguiu o contragolpe para o terceiro gol: cruzamento de Nacho Fernández da direita e gol de Driussi: 3 a 1. Foi o 15º gol dele no torneio, que o coloca no topo da artilharia do campeonato.


Fonte:Globo Esporte   

11 março 2017

Boca vence e segue líder; San Lorenzo se recupera de goleada para Fla e é segundo

Por GloboEsporte.com, Lomas de Zamora, Argentina

 

Com dois de Benedetto, Xeneizes vencem o Banfield por 2 a 0 fora de casa. Antes de duelo com Atlético-PR, Ciclón bate o Belgrano por 2 a 1 e assume segunda posição no Campeonato Argentino

O Campeonato Argentino recomeçou, mas segue com mesmo líder. Na noite deste sábado, o Boca Juniors foi até Lomas de Zamora, na grande Buenos Aires, venceu o Banfield por 2 a 0 e se manteve na ponta do torneio. A segunda posição tem um novo integrante. O San Lorenzo se recuperou da goleada sofrida por 4 a 0 para o Flamengo ao bater o Belgrano por 2 a 1 no Nuevo Gasómetro. Os cuervos enfrentam o Atlético-PR na próxima quarta pela Libertadores. 

O atacante Benedetto marcou os dois gols para os xeneizes. Aos 16 minutos do primeiro tempo, Fabra fez boa jogada pela esquerda, deu a bola para o camisa 9, que escorou para o gol. Na segunda etapa, Benedetto aproveitou cruzamento rasteiro do colombiano Wilmar Barrios da direita e estufou as redes: 2 a 0. Ele chegou aos nove gols em nove jogos no torneio.

Em Buenos Aires, o San Lorenzo venceu o Belgrano com gols do zagueiro chileno Díaz, de cabeça, e mais um gol de pênalti de Ortigoza. O argentino naturalizado paraguaio é um reconhecido batedor de penalidades . Fez seu 34º gol em 37 cobranças na carreira. Cristian Lema marcou para o time de Córdoba. O Ciclón foi beneficiado pela vitória do Defensa y Justicia sobre o Newell’s Old Boys, que tirou a equipe de Rosario da vice-liderança. O Huracán venceu o San Martín fora de casa por 1 a 0. 
Ortigoza comemora o seu gol de pênalti contra o Belgrano (Foto: Divulgação/San Lorenzo)

 
O Boca chegou aos 34 pontos e é líder isolado do Campeonato Argentino. O San Lorenzo está com 31, e o Newell’s tem 28, em terceiro. Na próxima rodada, ainda sem datas e horários divulgados, os xeneizes recebem o Talleres, e o Ciclón visita o Godoy Cruz. Antes, a equipe de Diego Aguirre recebe o Atlético-PR, nesta quarta-feira, pelo Grupo 4 da Libertadores.
 
 
Fonte:Globo Esporte

08 março 2017

Após reunião, dirigente crê em fim de paralisação do futebol argentino

Clubes argentinos se preparam com amistosos por conta da greve de jogadores (Foto: Divulgação)

Após se reunir com jogadores nesta terça-feira, o secretário-geral dos Futebolistas Argentinos Associados sinalizou que o campeonato nacional, enfim, deve se iniciar nesta quinta-feira. O dirigente demonstrou que os atletas entraram em um acordo no que diz respeito aos seus salários, o que deve ser formalizado nesta quinta-feira, no Ministério do Trabalho argentino.
“Vamos esperar até esta quarta-feira para resolver essa questão. Há a expectativa e esperamos que tudo possa ser resolvido. É o último passo, tudo está se encaminhando para essa direção”, disse Marchi logo após a reunião desta terça.

Para que o retorno do Campeonato Argentino possa ser assegurado, é preciso que haja os fundos necessários que garantam o pagamento dos salários atrasados dos jogadores. Além de janeiro e fevereiro, vencimentos do ano passado também não foram recebidos pelos atletas.
“A diretoria ou parte desta diretoria tem que mudar. Tudo tem que ser mais ordenado. Estamos buscando a mudança, uma transformação. Falamos com os dirigentes, que entenderam a situação. O futebol argentino é valiosíssimo”, completou Marchi, defendendo uma mudança estrutural no futebol do país.
Para se ter uma ideia, muitos dos clubes argentinos irão estrear na Libertadores esta semana sem ao menos terem realizado uma partida oficial. O San Lorenzo, que enfrenta o Flamengo nesta quarta-feira, é um deles. O time viajou ao Rio de Janeiro após disputar apenas quatro amistosos neste início de ano.


Fonte:Gazeta Esportiva

11 dezembro 2016

Tevez brilha, e Boca Juniors goleia o River Plate no Monumental

Boca Juniors venceu o principal rival (Foto: Alejandro Pagni/AFP)

Neste domingo, aconteceu o maior clássico do futebol argentino. Jogando no Monumental de Núñez, o River Plate foi goleado por 4 a 2 pelo Boca Juniors, que assumiu a liderança provisória do Campeonato Argentino.
Com a vitória, o Boca chegou aos 28 pontos. Porém, ainda neste domingo, o Estudiantes joga contra o San Martín e, caso vença, recupera a liderança da competição. Já o River aparece em 10º, com 19 pontos.
Mesmo jogando fora de casa, o Boca Juniors começou melhor, e abriu o placar aos 14 minutos. Carlitos Tevez deu a assistência, e Walter Bou balançou as redes.
A resposta do River veio rápida e, ainda no primeiro tempo, a equipe virou o marcador. Driussi, aos 34, diminuiu a diferença, e Alario, aos 40, decretou a virada dos donos da casa.
A história mudou completamente na etapa final. A estrela de Tevez brilhou, e o camisa 10 do Boca marcou duas vezes, aos 17 e aos 36 do segundo tempo, configurando outra virada na partida.
Encaminhando-se para os minutos finais, o Boca ainda chegou ao quarto com o ex-são paulino Centurión, que foi às redes aos 49 da segunda etapa, dando números finais à goleada dos visitantes.
Na próxima rodada, a 14ª do Campeonato Argentino, o Boca recebe o Colón, enquanto o River visita o Olimpo.

Fonte:Gazeta Esportiva

12 março 2016

Com gol de Romero, Racing vence Lanús em noite de homenagem a ídolo do Cruzeiro

Romero, irmão do atacante do Corinthians, marcou na vitória do Racing

O Racing venceu nesta sexta-feira, por 2 a 1, o Lanús, em jogo válido pela sétima rodada do Campeonato Argentino, um triunfo que teve um tempero especial com a homenagem, antes do jogo, ao ex-jogador Roberto Perfumo, que morreu na quinta de traumatismo craniano ao cair de uma escada em um restaurante do bairro de Puerto Madero, em Buenos Aires.
Com gols do paraguaio Oscar Romero, irmão gêmeo do corintiano Ángel Romero, e do veterano Diego Milito, a 'Academia' somou sua terceira vitória na competição e ocupa a quarta posição do grupo 2, com 11 pontos. Já o Lanús perdeu sua primeira partida no torneio, mas segue na liderança da chave, com 16 pontos.
Antes do começo do jogo, o histórico treinador do Racing campeão mundial de 1967 entrou no gramado do Cilindro de Avellaneda com um pequeno ramo de flores para prestar uma homenagem a Roberto Perfumo, que morreu nesta quinta-feira aos 73 anos.
O 'marechal', como era conhecido o jogador revelado pelo Racing e que também teve passagens marcantes por River Plate, Cruzeiro e pela seleção argentina, também foi homenageado com um minuto de silêncio e uma braçadeira preta de luto usada pelos jogadores da 'Academia'.
"Este, sem dúvida, é um dia especial e queremos dedicar esta vitória à família de Roberto", disse Milito após o triunfo.
No outro encontro disputado nesta sexta-feira, o Atlético Rafaela empatou em 1 a 1 com o Newell's Old Boys, fora de casa, em Rosário. Maxi Rodríguez abriu o placar para os donos da casa, mas Nehuén Paz marcou contra e selou a igualdade definitiva entre as duas equipes, que vêm tendo desempenho bastante irregular na competição.

Fonte:Espn

01 novembro 2015

Boca Juniors vence Tigre em casa e fatura Campeonato Argentino

Boca Juniors garantiu o título argentino vencendo o Tigre em casa (Foto: JUAN MABROMATA/AFP)

O Boca Juniors sagrou-se campeão argentino neste domingo ao vencer o Tigre por 1 a 0, na La Bombonera. Precisando de um triunfo mínimo para garantir o título, o gol salvador veio aos 42 minutos do primeiro tempo, com Fabian Monzón. Já o principal nome do time xeneize, Carlitos Tévez, conquistou seu primeiro troféu após sua volta para o clube que o revelou. O camisa 10 parece ser pé quente, já que na temporada passada também conquistou um título nacional, só que com a Juventus, da Itália.
Para ser campeão nesta rodada, o Boca precisava de um placar favorável para não depender de nenhum outro resultado. Missão relativamente simples para se cumprir diante de um estádio lotado, com cânticos da apaixonada torcida xeneize desde o minuto inicial até o apito do árbitro.
Sob o comando de Rodolfo Arruabarrena, de apenas 40 anos, o Boca Juniors volta a conquistar um título depois de três anos e meio. Além da longa fila, os torcedores do clube ainda tiveram que lidar com os recorrentes triunfos do principal rival, o River Plate, que conquistou uma Copa Sul-Americana, uma Copa Libertadores da América, além de ficar com o vice-campeonato do Nacional neste intervalo. Ambas as equipes contam com jovens treinadores no comando – Marcelo Galhardo tem 39 anos, um ano mais novo que Rodolfo.
Esse é o 31º título argentino do Boca Juniors. Apesar da grande popularidade no país, o clube xeneize perde para o River Plate como maior vencedor nacional, após a Associação de Futebol Argentino outorgar em 2013 dois títulos que não eram reconhecidos para os Milionários.

Fonte:Gazeta Esportiva

13 setembro 2015

Lodeiro dá vitória ao Boca contra River na volta de Tevez ao Monumental

Lodeiro garantiu a vitória sobre o River Plate (Foto: Juan Mabromata/AFP)

O atacante Carlos Tevez voltou a disputar um clássico contra o River Plate no estádio Monumental de Núñez neste domingo e pôde comemorar a vitória por 1 a 0 do Boca Juniors. Mas quem garantiu o resultado positivo foi outro ex-corintiano: Lodeiro.
O meia começou a partida no banco de reservas, mas Gago sentiu uma lesão logo na primeira jogada e precisou deixar o campo, cedendo a vaga justamente para o uruguaio. O jogador não precisou aguardar por muito tempo para balançar a rede.
Aos 19 minutos, em rápido contragolpe do Boca, Tevez recebeu na área e foi abafado pelo goleiro, mas Lodeiro pegou o rebote e chutou forte para fazer o único gol do clássico.
Mesmo sem deixar sua marca, Tevez teve motivos para festejar, em seu primeiro jogo no Monumental desde 2004. Além disso, o Boca Juniors ocupa a liderança do Campeonato Argentino, com 52 pontos, enquanto o River aparece em quinto, com 41.

Fonte:Gazeta Esportiva

28 agosto 2015

Técnico do Boca critica calendário e desfalques por convocação

Treinador do Boca não ficou satisfeito com os desfalques que terá para os amistosos da seleção (Foto: Alejandro Pagni/AFP)

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, o treinador do Boca Juniors, Rodolfo Arruabarrena, teceu críticas ao fato de os amistosos da Argentina tirarem jogadores importantes das equipes do Campeonato Argentino, uma vez que o calendário não permite que o torneio nacional paralise enquanto a seleção cumpre seus compromissos.
O comandante ainda comentou a possibilidade de proibir convocações de times nacionais nesses casos, mas concordou com o técnico da seleção, Tata Martino, de que não é possível mudar a lista já anunciada: “Agora seria uma confusão se proibissem a convocação, quando tudo já foi escolhido e decidido. Priorizaremos o futebol quando dermos ouvidos ao que disse o Martino”.
Por consequência dos amistosos que a seleção albiceleste disputará contra Bolívia e México nos dias 5 e 8 de setembro, o Boca Juniors terá as ausências de Tevez e Fernando Gago na partida contra o San Lorenzo, em La Bombonera, no dia 6. O Ciclón também será prejudicado com a convocação e não poderá contar com Néstor Ortigoza e Emmanuel Más no confronto.

Fonte:Gazeta Esportiva
 
Back To Top