Atividade Esporte News: Campeonato Ingles
⚽Notícias
Mostrando postagens com marcador Campeonato Ingles. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Campeonato Ingles. Mostrar todas as postagens

01 dezembro 2018

Com Jesus titular, City vence Bournemouth e mantém liderança

Foto:Oli SCARFF/AFP
O Manchester City segue líder do Campeonato Inglês. Jogando em casa, no Etihad Stadium, neste sábado, a equipe venceu o Bournemouth pelo placar de 3 a 1, gols marcados por Bernardo Silva, Sterling e Gundogan. Wilson anotou para os visitantes, que fizeram boa partida, especialmente no primeiro tempo.

Gabriel Jesus foi titular, substituindo Sergio Aguero, poupado em função do excesso de partidas. No entanto, o brasileiro aproveitou pouco a oportunidade, esteve praticamente inativo na partida. O lateral-direito Danilo também esteve em campo, e conseguiu mostrar serviço, fazendo bom jogo.

Com o resultado, o City continua na ponta da Premier League, com 38 pontos ganhos, cinco a mais que o Liverpool. Porém, os Reds ainda entrarão em campo na rodada. Além disso, foi a vitória de número 400 de Pep Guardiola como treinador. Sterling fez o nono gol em seis jogos diante do Bournemouth, comprovando a fama de carrasco do adversário.

Apesar da vitória, os comandados de Guardiola estiveram longe de encantar, como de costume. O primeiro tempo foi bem apagado. Porém, na segunda etapa voltou melhor, fez o segundo gol, mas voltou a oscilar e tomou calor do Bournemouth até conseguir marcar o terceiro e definir o confronto.

Na próxima terça-feira, as equipes voltam a campo. Os Citzens vão encarar o Watford, fora de casa. Já o Bournemouth receberá o Huddersfield Town.

City sai na frente, mas Bournemouth surpreende e empata

Pressionando desde os primeiros minutos, como já de costume, o City chegou com perigo logo a um minuto. Sané avançou pela esquerda, cruzou, e o goleiro do rival defendeu em dois tempos. Porém os visitantes responderam na sequência. Fraser chegou na direita e rolou para Wilson na pequena área, que não aproveitou.

Aos 10, o time de Manchester voltou a assustar. Após cruzamento da esquerda, Gabriel Jesus aparece no meio da área, mas não alcançou a bola, que passou e se perdeu pela linha de fundo. Seis minutos depois, o time de Guardiola abriu o marcador. Zinchenko lançou na medida para Sané, que dividiu com o goleiro Begovic. Na sobra, Bernardo Silva mandou para as redes.

Depois do tento, os donos da casa tocaram a bola com tranquilidade no campo ofensivo em busca do gol. O Bournemouth, depois de um período sem se encontrar, começou a crescer, tendo boas oportunidades e conseguiu empatar aos 44 minutos. Em boa jogada trabalhada, Francis cruzou na medida para Wilson cabecear para o fundo das redes e decretar a igualdade no final do primeiro tempo.

Citzens voltam melhor, marcam dois gols e fecham a conta

Na volta para o segundo tempo, os comandados de Eddie Howe voltaram a assustar. Bem no início, Wilson lançou bola para King, que invadiu a área e foi até a linha de fundo. Porém, acabou errando no lance e a bola foi pela linha de fundo.

Com oito minutos, o Manchester City respondeu com perigo. Sterling fez bela jogada individual, cortando da direita pela esquerda. Na hora do chute, a bola saiu mascada, e desviou na defesa. Seria um golaço do atacante inglês. Três minutos mais tarde, os comandados de Guardiola voltaram a estar na frente do placar. Danilo recebeu da direita e mandou uma bomba, Begovic rebateu e Sterling aproveitou para empurrar para as redes.

Pouco participativo na partida, o atacante brasileiro Gabriel Jesus por pouco não foi as redes aos 21 minutos. Gundogan cobrou falta, e o jogador deu a casquinha, exigindo boa defesa de Begovic. Na sequência, em bate-rebate na área, Fernandinho pegou sobra livre, mas acabou desperdiçando.

O Bournemouth quase empatou aos 30 minutos. Wilson recebe a bola na pequena área, e no meio de um tumulto acabou furando e perdendo grande chance. Logo depois, o atacante Gabriel Jesus acabou sendo substituído por David Silva.

Finalmente, o City conseguiu liquidar a fatura. Sané e David Silva fizeram boa tabela. O alemão rolou rasteiro para o meio da área, e Gundogan cutucou para as redes, decretando a vitória do time de Manchester por 3 a 1.

Confira os resultados dos jogos das 13h00:

Crystal Palace 2 x 0 Burnley
Huddersfield 1 x 2 Brighton
Leicester 2 x 0 Watford
Manchester City 3 x 1 Bournemouth
Newcastle 0 x 3 West Ham


Fonte:Gazeta Esportiva

25 novembro 2018

Arsenal bate Bournemouth e se mantém na quinta posição do Inglês

(Foto: Glyn KIRK / AFP)
Neste domingo, o Arsenal visitou o Bournemouth em duelo válido pela rodada de número 13 do Campeonato Inglês. No Vitality Stadium, o time londrino foi superior e confirmou o favoritismo, vencendo por 2 a 1. Lerma (contra) e Aubameyang fizeram os gols, enquanto King diminuiu para os donos da casa.

Com o resultado, os Gunners chegam a 27 pontos ganhos e mantêm a quinta posição da tabela, no momento ocupando a vaga de classificação para a Liga Europa. Os anfitriões, por outro lado, perdem a chance de encostar nos próprios rivais, permanecendo com 20 pontos somados, na oitava colocação.

Na próxima rodada, os comandados de Unai Emery voltam a atuar em casa, recebendo o Tottenham em confronto duríssimo no Emirates Stadium. O Bournemouth também terá um adversário indesejado pela frente, enfrentando o líder Manchester City, fora de casa, no Etihad Stadium.

Arsenal sai na frente, mas vacila antes do intervalo

O duelo começou equilibrado, com a posse de bola alternando entre as duas equipes. O Arsenal mostrava mais eficiência ofensiva e por pouco não abriu o placar logo aos oito minutos. Torreira roubou a bola na intermediária, carregou pelo meio e soltou a perna direita, carimbando a trave esquerda do time da casa.

Aos 22, Mkhitaryan cobrou escanteio da esquerda, a bola atravessou a área do Bournemouth e sobrou com Aubameyang. O atacante matou no peito e emendou a finalização com o peito do pé direito, mas acabou exagerando um pouco na força e mandou por cima do travessão.

Os Gunners jogavam melhor e colheram os frutos aos 30. Em jogada pela esquerda, Iwobi serviu Kolasinac no fundo. O bósnio cruzou para trás, e, antes que a bola chegasse a algum companheiro, Lerma tentou interceptar e acabou mandando contra o próprio gol. Um verdadeiro golaço contra, que abriu o placar para os visitantes.

Quando tudo indicava que o Arsenal iria aos vestiários com a vitória parcial garantida, porém, veio o empate. E em grande estilo, nos acréscimos do primeiro tempo. Após contra-ataque rápido, Brooks recebeu pelo meio e rolou na medida para King na direita. O camisa 17 chegou batendo com a chapa do pé esquerdo e colocou a redonda no ângulo de Leno, que até encostou nela, mas não conseguiu evitar o gol.

Aubameyang dá a vitória para os Gunners

Na etapa final, o Arsenal continuou comandando as ações do jogo, pressionando ainda mais o time da casa. Totalmente recuado, o Bournemouth se defendia a todo custo, buscando os contra-ataques para virar o jogo.

Os Gunners tocavam a bola com calma, tentando penetrar na defesa adversária, mas pecavam no último passe. Quando acertaram, a bola entrou. Com 21 rodados, Iwobi recebeu no meio e viu a corrida de Kolasinac pela esquerda, nas costas da zaga. O nigeriano enfiou uma bola perfeita para o bósnio, que cruzou rasteiro e deu o gol de presente para Aubameyang.

E o terceiro gol poderia ter saído dois minutos depois, não fosse pela indecisão de Mkhitaryan. Após contra-golpe veloz, Aubameyang serviu o armênio, que saiu na cara do gol. No entanto, sem saber se chutava ou tocava, acabou não fazendo nenhum dos dois e se complicou com a bola.

O Bournemotuh fez o que pôde na busca pelo empate, que quase saiu aos 44 minutos. Após escanteio pela esquerda, a bola desviou duas vezes no meio do caminho e só não morreu no ângulo porque o goleiro Leno estava atento chegou a tempo de espalmar, sacramentando o triunfo dos visitantes.


Fonte:Gazeta Esportiva

24 novembro 2018

No clássico londrino, Tottenham bate o Chelsea por 3 a 1

(Foto: Daniel Leal-Olivas/AFP)
Em partida válida pela 13° rodada do Campeonato Inglês, o Tottenham recebeu o Chelsea no Estádio de Wembley e venceu pelo placar de 3 a 1. Com o resultado, os Spurs ocupam a terceira colocação, com 30 pontos ganhos, enquanto os Blues vêm logo atrás, com 28.

Agora, as duas equipes voltam suas atenções para as competições continentais. Na próxima quarta-feira, o Tottenham recebe a Inter de Milão pela penúltima rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, e na quinta-feira o Chelsea recebe o PAOK pela Liga Europa.

O jogo – O domínio do time da casa foi nítido desde o início da partida. Logo aos oito minutos, em de falta pela direita, Eriksen alçou bola na área, e Dele Alli completou de cabeça na primeira trave para abrir o placar no clássico londrino. Dois minutos depois, os Spurs chegaram novamente, desta vez com Son, mas a finalização do coreano foi para fora.

Aos 16, Harry Kane recebeu na intermediária, carregou, levou dois marcadores e soltou uma bomba de fora da área, no canto direito do goleiro Arrizabalaga, para aumentar a vantagem do Tottenham.

Depois do início arrasador dos donos da casa, o Chelsea conseguiu se encontrar na partida e equilibrar um pouco o duelo somente por volta dos 20 minutos. A partir daí, os Blues conseguiram criar oportunidades com Willian e Morata, mas nada que assustasse muito o goleiro Hugo Lloris. Os Spurs, por outro lado, com a boa vantagem construída, administravam um pouco mais o jogo, e não tinham mais todo aquele ímpeto inicial.

O Tottenham continuou melhor na etapa complementar, e aos nove minutos ampliou o placar em grande estilo. Son recebeu pelo lado direito, no meio-campo, avançou sozinho e só foi parar no fundo das redes. O coreano disparou em velocidade, foi ao fundo, invadiu a área e finalizou, marcando um golaço em Wembley.

Aos 23, o time da casa novamente chegou com muito perigo, mas desperdiçou a boa oportunidade. Após cruzamento pela direita, Harry Kane recebeu sozinho, cara a cara com o goleiro, mas de primeira, mandou por cima do gol. Dois minutos depois, Dele Alli recebeu dentro da área e bateu com estilo, de curva, mas a bola saiu raspando a forquilha direita do goleiro Arrizabalaga.

Aos 31 minutos, o brasileiro Willian foi substituído por Giroud, e menos de dez minutos depois, o francês já mostrou serviço. Após cruzamento na área, o atacante subiu sozinho e cabeceou para o chão, como manda a cartilha, para marcar um belo gol e diminuir a vantagem dos mandantes. Nos minutos finais, o Chelsea se lançou completamente ao ataque tentando um complicado empate, mas após quatro minutos de acréscimo, viu o árbitro finalizar a partida e encerrar a merecida vitória do Tottenham no clássico londrino.

Confira todos os resultados dos jogos realizados na tarde deste sábado, pelo Campeonato Inglês

Brighton 1 X 1 Leicester
Everton 1 X 0  Cardiff
Fulham 3 X 2 Southampton
Manchester Utd 0 X 0 Crystal Palace
Watford 0 X 3 Liverpool
West Ham 0 X 4 Manchester City
Tottenham 3 X 1 Chelsea

Fonte:Gazeta Esportiva

Em mais um show, City goleia o West Ham em Londres; United só empata e e Liverpool vence fora de casa

David Silva, Sterling e Sané (2) fizeram os gols. Red Devils ficam no 0 a 0 com Crystal Palace 

(Foto: AFP/GLYN KIRK)
O Manchester City mostrou grande futebol mais uma vez e despachou o West Ham, em Londres, por 4 a 0, pela 13ª rodada do Campeonato Inglês. Neste sábado, a equipe usou e abusou das jogadas pelas pontas e construiu o resultado ainda no primeiro tempo. David Silva, Sterling e Sané (2) anotaram os gols do triunfo.

A vitória mantém os Citizens na liderança da Premier League, com 35 pontos. O Liverpool tem 33. Já o West Ham segue mal no campeonato e soma apenas 12, na 13ª colocação.

O City parecia estar jogando em casa, tamanho era o volume de jogo. Sterling e Sané eram bastante acionados e pelos flancos a equipe do técnico Pep Guardiola construiu o placar, com facilidade.

Logo com 11 minutos, Sterling cruzou e David Silva, livre na pequena área, tocou para o fundo da rede. Não demorou muito para o Manchester City dobrar o marcador. Desta vez, a jogada foi toda de Sané pela esquerda, achando o camisa 7 para fazer o segundo.

O West Ham tentou diminuir, mas esbarrou na bem postada defesa do City. Mas teve duas boas chances. Em falha de Laporte, quase fez o primeiro. Os laterais, contudo, não marcavam com precisão os pontas dos Citizens. Após lançamento preciso de Fernandinho, Sterling jogou de primeira para a área. Sané, com grande qualidade, deixou Balbuena caído para fazer o terceiro.

Na etapa final, o City controlou a partida e teve chances de fazer mais, mas pecou nas finalizações. Guardiola ainda teve tempo de poupar alguns de seus principais nomes, como Gündogan, Sterling e Agüero.

Nos acréscimos, o City chegou ao quarto, com participação de dois jogadores que entraram no segundo tempo. Mahrez foi acionado e tocou para Gabriel Jesus. O brasileiro cruzou para Sané, que teve tempo para dominar e mandar o fundo da rede.

UNITED SEGUE MAL NA TABELA

Foto:Reprodução/Twitter
Com time praticamente titular, o Manchester United não saiu do 0 a 0 com o Crystal Palace, em pleno Old Trafford. A equipe fez uma partida ruim e não estava em um dia inspirado.

O resultado deixa os Red Devils ainda mais longe dos primeiros colocados do Campeonato Inglês. Com apenas 21 pontos, na sétima colocação, a equipe está a 14 do rival Manchester City, líder da competição. Já o Crystal Palace ganha uma posição e vai para 15º, com nove.

José Mourinho colocou um time ofensivo para a partida em casa. Mata, Lingard, Martial e Lukaku foram titulares, com Pogba e Matic mais atrás. Mas a tática não deu certo. O Crystal Palace defendeu-se bem e saía com certo perigo nos contragolpes.


Liverpool bate o Watford fora de casa

Foto:Reprodução/Twitter
Também pela 13° rodada do Inglês, o Liverpool visitou o Watford no Vicarage Road e venceu pelo placar de 3 a 0. Com o resultado, os Reds seguem na vice-liderança, com 33 pontos, enquanto o time da casa ocupa a nona colocação, com 20 pontos ganhos.

Na próxima quarta-feira, o Liverpool terá pela frente o Paris Saint-Germain, fora de casa, pela Liga dos Campeões. Já o Watford só volta a entrar em campo no próximo sábado, diante do Leicester, também fora de casa, pelo Campeonato Inglês.

O primeiro tempo foi movimentado no Vicarage Road, mas as maiores emoções ficaram mesmo para a etapa complementar. O time visitante pressionava muito, e o gol parecia apenas questão de tempo. Aos 19, Salah recebeu bela bola enfiada e, cara a cara com o goleiro, perdeu uma grande chance, embora o árbitro tenha marcado posição irregular logo na sequência.

Aos 22, Salah teve nova oportunidade, e desta vez não decepcionou. Após pela troca de passes, Mané acionou o egípcio, que finalizou e ainda contou com uma pequena contribuição do goleiro adversário para abrir o placar. Nove minutos depois, os Reds tiveram falta a seu favor na intermediária, e Alexander-Arnold cobrou com maestria, aumentando a vantagem dos visitantes.

Aos 37, Henderson parou o contra-ataque adversário com falta, recebeu o segundo amarelo e foi para o chuveiro mais cedo. A expulsão, no entanto, não atrapalhou o Liverpool, que ainda conseguiu ampliar. Aos 44, após bela defesa do goleiro Foster, a bola ficou limpa para Firmino, de cabeça, completar para o gol.

Confira todos os resultados dos jogos realizados na tarde deste sábado, pelo Campeonato Inglês

Brighton 1 X 1 Leicester
Everton 1 X 0  Cardiff
Fulham 3 X 2 Southampton
Manchester Utd 0 X 0 Crystal Palace
Watford 0 X 3 Liverpool

West Ham 0 X 4 Manchester City

Fonte:Lance

22 novembro 2018

Arsenal precisava de sacudida após Wenger, diz Emery

AFP / Glyn KIRK
O técnico espanhol Unai Emery avaliou em entrevista ao jornal Marca, nesta quinta-feira, que o Arsenal precisava mudar e dar uma sacudida após o fim da passagem de 22 anos de Arsène Wenger pelo comando do Gunners.

"Hoje em dia é muito difícil um técnico resistir 22 anos. Era necessário mexer as cadeiras em todos os níveis do clube. E não por negligência anterior, mas para voltar a estimular a todos: sacudir, varrer debaixo dos tapetes, abrir as janelas... No plano positivo", disse Emery em sua primeira entrevista desde que assumiu o time inglês.

O espanhol afirmou que não falou com Wenger sobre o time. "Encontrei uma vez com ele e pouco mais... Eu o respeito muito, mas por muita informação que me desse eu precisava mudar as coisas", indicou.

"Falei aos jogadores: começamos no quilometro zero. Inclusive agora, quatro meses depois, ainda digo", acrescentou Emery.

O treinador explicou que quer combinar a solidez defensiva do Arsenal anterior ao período de Wenger, com a alegria no ataque que o time do francês apresentava.

Após os êxitos com Wenger, "com o tempo se cuidou apenas da qualidade técnica e da liberdade ofensiva, perdendo a estrutura defensiva. O que eu quero é unir ambas essências e ser mais competitivo", afirmou o técnico espanhol.

"O Arsenal estava que queda. Tínhamos que reverter e começar a subir", garante Emery. "Quero fazer um time que saiba jogar com espaços, para poder contra-atacar, ou sem espaços, buscando criá-los com pausa. Estamos nisso: criar uma ideia, um estilo e ser competitivos", concluiu.

11 novembro 2018

Liverpool bate Fulham e assume liderança provisória do Inglês

(Foto: Geoff CADDICK / AFP)
O Liverpool segue firme na luta pela liderança do Campeonato Inglês. Pela 12ª rodada, o time confirmou o favoritismo diante do lanterna Fulham e, neste domingo, venceu a partida por 2 a 0. Em Anfield, os donos da casa até tiveram certa dificuldade, mas, com gols de Salah e Shaqiri, acabaram construindo o resultado de maneira natural.

O triunfo coloca os Reds, ainda que provisoriamente, na liderança da Premier League com 30 pontos ganhos, um a mais que o Manchester City, que ainda joga nesta rodada. O Fulham, por sua vez, continua na última posição da tabela, com apenas cinco pontos somados, três a menos que o Southampton, o primeiro fora da zona do rebaixamento.

A próxima rodada do campeonato está marcada apenas para depois da data Fifa, quando os comandados de Jurgen Klopp medirão forças com o Watford, fora de casa. Os lanternas voltarão a atuar diante de sua torcida, enfrentando o próprio Southampton em confronto direto. Ambos os jogos estão marcados para sábado, dia 24 de novembro.

Fulham assusta, Salah tranquiliza

Como era de se esperar, o Liverpool foi para cima do Fulham desde os primeiros minutos. Foram diversas boas chances criadas pelo time da casa no primeiro tempo, que poderia ter terminado com placar elástico não fossem as defesas salvadoras de Sergio Rico.

A melhor oportunidade, contudo, foi dos visitantes. Aos 24 minutos, Sessegnon foi acionado pelo meio e, com liberdade, saiu frente a frente com Alisson. O lateral esquerdo bateu cruzado, mas tirou muito do goleiro e acabou jogando para fora.

E foi o Fulham, inclusive, quem balançou a rede primeiro. Após cobrança de falta, Mitrovic apareceu na área e, de cabeça, mandou para dentro. Mas o atacante estava em condição irregular e o impedimento foi marcado. Melhor para o Liverpool, que saiu em contra ataque rápido e abriu o placar na sequência.

Com 41 rodados, Alisson saiu jogando com Alexander-Arnold, que, aproveitando a defesa desarrumada, esticou a bola para Salah em profundidade. O egípcio arrancou em velocidade e tocou rasteiro, com a canhota, na saída de Sergio Rico, para inaugurar o marcador.

Shaqiri completa

Já na etapa final, só deu Liverpool, que não demorou a ampliar a vantagem. Aos sete minutos, Robertson recebeu pela esquerda e levantou na área. Completamente sozinho, Shaqiri pegou de primeira com a perna esquerda e fez um bonito gol em Anfield.

Os Reds até tiveram chances de fazer o terceiro, mas a intensidade da atuação já não era a mesma. Diante de um Fulham nada perigoso, os comandados de Jurgen Klopp não tiveram o triunfo ameaçado em nenhum momento e conquistaram os três pontos com certa tranquilidade.


Fonte:Gazeta ESportiva

10 novembro 2018

Leicester empata em meio a grande homenagem a presidente falecido

Imagem do falecido presidente do Leicester, o tailandês Vichai Srivaddhanaprabha, durante homenagem antes do jogo entre o time da casa e o Burnley, dia 10 de novembro de 2018.(AFP / Oli SCARFF)
O Leicester (10º) não passou de empate sem gols em casa contra o Burnley (15º), neste sábado, pela 12ª rodada da Premier League, em partida que serviu para homenagear o presidente falecido Vichai Srivaddhanaprabha.

Os torcedores desafiaram a chuva antes do primeiro jogo dos Foxes em seu estádio, desde o acidente de helicóptero que custou a vida do milionário tailandês e de outras quatro pessoas nas proximidades do estádio.

Sob o comando de Vichai Srivaddhanaprabha, o Leicester sagrou-se campeão do Campeonato Inglês de maneira surpreendente em 2016.

No último jogo do dia, o Tottenham venceu o dérbi londrino contra o Crystal Palace por 1 a 0, graças ao gol do argentino Juan Marcos Foyth aos 21 minutos do segundo tempo.

Os Spurs consolidaram a terceira colocação com 27 pontos, alcançando provisoriamente a Chelsea (2º) e Liverpool (3º).

Mais cedo, Cardiff City e Newcastle somaram três valiosos pontos na luta contra o rebaixamento. O time galês (18º) iniciou a rodada com triunfo por 2 a 1 sobre o Brighton (12º), vencendo de virada aos 45 minutos do segundo tempo graças a um gol do marfinense Souleymane Bamba.

Em Newcastle, os comandados de Rafa Benítez venceram o Bournemouth (6º) por 2 a 1 com dois gols do venezuelano Salomon Rondón.

Huddersfield (19º) e West Ham (13º) empataram em 1 a 1, com o brasileiro Felipe Anderson marcando o gol dos londrinos comandados pelo chileno Manuel Pellegrino. O resultado foi o mesmo do duelo entre Southampton (17º) e Watford (7º).

No domingo, City (1º) e United (8º) fazem o clássico da cidade de Manchester no confronto que encerra a rodada.

-- Programação e resultados da 12ª rodada do Campeonato Inglês

- Sábado:

Cardiff City - Brighton and Hove Alb2 - 1

Huddersfield Town - West Ham 1 - 1

Southampton - Watford 1 - 1

Leicester - Burnley 0 - 0

Newcastle - AFC Bournemouth 2 - 1

Crystal Palace - Tottenham 0 - 1

- Domingo:

(10h00) Liverpool - Fulham

(12h15) Chelsea - Everton

(14h30) Arsenal - Wolverhampton

Manchester City - Manchester United

Classificação: Pts J V E D Gp Gc SG

1. Manchester City 29 11 9 2 0 33 4 29

2. Chelsea 27 11 8 3 0 27 8 19

3. Liverpool 27 11 8 3 0 21 5 16

4. Tottenham 24 11 8 0 3 19 10 9

5. Arsenal 23 11 7 2 2 25 14 11

6. AFC Bournemouth 20 12 6 2 4 21 16 5

7. Watford 20 12 6 2 4 17 14 3

8. Manchester United 20 11 6 2 3 19 18 1

9. Everton 18 11 5 3 3 19 15 4

10. Leicester 17 12 5 2 5 17 16 1

11. Wolverhampton 15 11 4 3 4 11 12 -1

12. Brighton and Hove Alb 14 12 4 2 6 13 18 -5

13. West Ham 12 12 3 3 6 14 18 -4

14. Newcastle 9 12 2 3 7 9 15 -6

15. Burnley 9 12 2 3 7 12 25 -13

16. Crystal Palace 8 11 2 2 7 8 16 -8

17. Southampton 8 12 1 5 6 8 21 -13

18. Cardiff City 8 12 2 2 8 11 25 -14

19. Huddersfield Town 7 12 1 4 7 6 22 -16

20. Fulham 5 11 1 2 8 11 29 -18

09 novembro 2018

Clássico de Manchester e homenagem a falecido dono do Leicester são destaques na Inglaterra

AFP / Paul Ellis
O clássico de Manchester, onde o líder City recebe o United, e a homenagem a Vichai Srivaddhanaprabha, falecido dono tailandês do Leicester, são os destaques da 12ª rodada da Premier League, neste fim de semana.

Os Citizens de Pep Guardiola, que somam dois pontos de vantagem sobre Chelsea (2º) e Liverpool (3º), sabem que precisam ficar alertas diante dos vizinhos 'Diabos Vermelhos', que vêm de três vitórias seguidas contra Juventus, Everton e Bournemouth.

Já o United terá pela frente um adversário invicto na Premier League e que vem de goleadas impressionantes nos últimos jogos: 6-1 contra o Southampton na liga inglesa e 6-0 no Shakhtar Donetsk pela Champions.

A equipe de Guardiola tem uma média de quatro gols por jogo em casa, enquanto o United só conseguiu não tomar gol uma vez nas últimas 10 partidas.

Em Leicester, na primeira partida como anfitrião dos 'Foxes' desde o acidente do helicóptero que custou a vida do dono do clube, esperam-se várias homenagens dentro e fora do estádio.

Depois da vitória do Cardiff no fim de semana passado, os jogadores do técnico Claude Puel viajaram à Tailândia para participar do funeral de Vichai Srivaddhanaprabha.

Com exceção do Tottenham, 4º colocado e que visita no sábado o vizinho Crystal Palace, os grandes da Premier League (United, City, Chelsea, Liverpool e Arsenal) jogarão no domingo.

-- Programação e resultados da 12ª rodada do Campeonato Inglês:

- Sábado:

(10h30) Cardiff City - Brighton

(13h00) Huddersfield Town - West Ham

Southampton - Watford

Leicester - Burnley

Newcastle - AFC Bournemouth

(15h30) Crystal Palace - Tottenham

- Domingo:

(10h00) Liverpool - Fulham

(12h15) Chelsea - Everton

(14h30) Arsenal - Wolverhampton

Manchester City - Manchester United

Classificação: Pts J V E D Gp Gc SG

1. Manchester City 29 11 9 2 0 33 4 29

2. Chelsea 27 11 8 3 0 27 8 19

3. Liverpool 27 11 8 3 0 21 5 16

4. Tottenham 24 11 8 0 3 19 10 9

5. Arsenal 23 11 7 2 2 25 14 11

6. AFC Bournemouth 20 11 6 2 3 20 14 6

7. Manchester United 20 11 6 2 3 19 18 1

8. Watford 19 11 6 1 4 16 13 3

9. Everton 18 11 5 3 3 19 15 4

10. Leicester 16 11 5 1 5 17 16 1

11. Wolverhampton 15 11 4 3 4 11 12 -1

12. Brighton 14 11 4 2 5 12 16 -4

13. West Ham 11 11 3 2 6 13 17 -4

14. Crystal Palace 8 11 2 2 7 8 16 -8

15. Burnley 8 11 2 2 7 12 25 -13

16. Southampton 7 11 1 4 6 7 20 -13

17. Newcastle 6 11 1 3 7 7 14 -7

18. Huddersfield Town 6 11 1 3 7 5 21 -16

19. Cardiff City 5 11 1 2 8 9 24 -15

20. Fulham 5 11 1 2 8 11 29 -18
 
Back To Top