Atividade Esporte News: Campeonato Italiano
⚽Notícias
Mostrando postagens com marcador Campeonato Italiano. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Campeonato Italiano. Mostrar todas as postagens

25 novembro 2018

Napoli tropeça diante do lanterna Chievo e aumenta distância para a Juve

(Foto: Carlo Hermann / AFP)
Neste domingo, o Napoli encarou o lanterna Chievo pela rodada de número 13 do Campeonato Italiano. No Estádio San Paolo, os celestes frustaram os torcedores presentes, que assistiram a um primeiro tempo muito abaixo das expectativas. A partida melhorou na etapa final, mas a bola não entrou. Placar final: 0 a 0.

Para quem quer diminuir a diferença para a líder Juventus, o resultado é péssimo para os donos da casa, que, mesmo com o tropeço, mantém a segunda posição da tabela, com 29 pontos ganhos, oito a menos que a Velha Senhora. Os visitantes, por outro lado, têm motivos de sobra para comemorar. Afinal, ocupam a última posição, com apenas um ponto conquistado e nenhuma vitória até o momento.

Na próxima rodada, os napolitanos visitam a Atalanta Estádio Atleti Azzurri d’Italia, enquanto o Chievo recebe a Lazio, já de volta ao Estádio Marcantonio Bentegodi.

Uma chance no começo, outra no fim

O jogo mal havia começado e o Chievo teve uma chance clara para abrir o placar. Em cobrança de falta logo aos dois minutos, Birsa bateu com perigo, mas acabou tirando muito e jogando à esquerda do gol do Napoli.

Os donos da casa dominavam a posse da bola, mas foram muito pouco eficientes nos primeiros 45 minutos. Foram nada menos que 12 escanteios cobrados pelos celestes, que, basicamente, treinaram a zaga adversária.

Dentro da proposta de jogo que levaram ao San Paolo, os visitantes foram bem e não correram nenhum risco, exceto por um lance aos 44 minutos. Callejon perdeu um gol dentro da pequena área, em chute que acabou defendido brilhantemente pelo goleiro Sorrentino.

Napoli se solta, Sorrentino brilha

Já na etapa final, a partida melhorou. Em menos de 10 minutos, o Napoli fez mais do que havia feito no primeiro tempo todo. Aos quatro, Mertens recebeu dentro da área e bateu colocado, tirando tinta da trave. Aos 52, Insigne arriscou da entrada da área e Sorrentino defendeu com segurança. E o goleiro do Chievo voltou a barrar um chute de Insigne aos nove, quando o meia cobrou falta e o obrigou cair para espalmar.

A resposta do Chievo veio aos 15, com Joel Obi enchendo o pé da entrada da área. Desta vez, que brilhou foi Karnezis, que voou no canto para fazer a defesa.

Com 27 rodados, mais um capítulo da série Insigne x Sorrentino. O meia recebeu na entrada da área e tentou colocar no canto direito. Mais uma vez, porém, o arqueiro evitou o gol, fazendo uma bela defesa.

Os últimos minutos foram de pressão total do Napoli, que teve a chance de abrir o placar, mas não aproveitou. Koulibaly e Zielinski tiveram uma oportunidade cada, mas nenhum dos dois conseguiu balançar a rede, sacramentando o tropeço diante do lanterna Chievo.


Fonte:Gazeta Esportiva

24 novembro 2018

CR7 marca em vitória tranquila da Juventus sobre SPAL

AFP / Marco BERTORELLO
Com gols do português Cristiano Ronaldo e do croata Mario Mandzukic, a Juventus venceu o SPAL por 2 a 0, neste sábado, confirmando sua superioridade no Campeonato Italiano antes da partida na Liga dos Campeões.

Os comandados de Massimiliano Allegri chegaram 37 pontos e contam com vantagem de nove unidades para a Napoli (2º), que encara o Chievo (20º) no domingo.

Ausente dos compromissos com a seleção portuguesa, Ronaldo abriu o placar aos 29 minutos do primeiro tempo. O craque está empatado na artilharia do campeonato com o polonês Krzysztof Piatek (Genoa) com 9 gols cada.

Na segunda etapa, Mandzukic definiu a vitória aos 15 minutos aproveitando rebote do goleiro em chute do brasileiro Douglas Costa.

A Juventus vai embalada para o confronto contra o Valencia, na terça-feira, na Champions. Um ponto basta para o time italiano se garantir nas oitavas de final.

A situação é mais preocupante para a Roma (7º), que perdeu por 1 a 0 na visita a Udinese (16º). O gol da vitória saiu dos pés do argentino Rodrigo de Paul. O time da capital recebe o Real Madrid.

No último jogo do dia, a Inter de Milão (3º) venceu o Frosinone (19º) por 3 a 0 e empatou em pontos com a vice-líder Napoli. O herói do jogo foi Keita Baldé, autor de dois gols (10 e 82), enquanto o argentino Lautaro Martínez completou o placar (57).

A Inter cumpriu os prognósticos na Serie A e pode se preparar tranquilamente para a visita ao Tottenham, na quarta-feira, pela Liga dos Campeões.

-- Programação e resultados da 13ª rodada do Campeonato Italiano

- Sábado:

Udinese - Roma 1 - 0

Juventus - SPAL 2 - 0

Inter - Frosinone 3 - 0

- Domingo:

(09h30) Parma - Sassuolo

(12h00) Napoli - Chievo

Empoli - Atalanta

Bologna - Fiorentina

(15h00) Lazio - Milan

(17h30) Genoa - Sampdoria

- Segunda-feira:

(17h30) Cagliari - Torino

Classificação: Pts J V E D Gp Gc SG

1. Juventus 37 13 12 1 0 28 8 20

2. Napoli 28 12 9 1 2 26 13 13

3. Inter 28 13 9 1 3 25 10 15

4. Lazio 22 12 7 1 4 18 14 4

5. Milan 21 12 6 3 3 21 16 5

6. Sassuolo 19 12 5 4 3 20 17 3

7. Roma 19 13 5 4 4 22 16 6

8. Atalanta 18 12 5 3 4 23 14 9

9. Fiorentina 17 12 4 5 3 18 10 8

10. Torino 17 12 4 5 3 17 15 2

11. Parma 17 12 5 2 5 12 15 -3

12. Sampdoria 15 12 4 3 5 16 15 1

13. Cagliari 14 12 3 5 4 12 16 -4

14. Genoa 14 12 4 2 6 17 26 -9

15. SPAL 13 13 4 1 8 11 21 -10

16. Udinese 12 13 3 3 7 12 18 -6

17. Bologna 10 12 2 4 6 11 18 -7

18. Empoli 9 12 2 3 7 12 21 -9

19. Frosinone 7 13 1 4 8 10 28 -18

20. Chievo 0 12 0 3 9 10 30 -20

Roma pressiona, mas acaba sendo derrotada pela Udinese no Italiano

 (Foto: Divulgação/ASR)
Neste sábado, a Roma visitou a Udinese pela rodada de número 13 do Campeonato Italiano. No Estádio Friuli, em Udine, o time da capital começou melhor, mas piorou no segundo tempo e acabou sofrendo a derrota por 1 a 0. O gol do jogo foi marcado pelo atacante Rodrigo De Paul.

O resultado é péssimo para a os giallorossi, que, com os mesmos 19 pontos ganhos, perdem a chance de encostar no primeiro pelotão da tabela. Para piorar, os comandados de Eusebio Di Francesco provavelmente terminarão a rodada fora da zona classificatória para as competições continentais. Os bianconeri, por outro lado, respiram na luta contra o rebaixamento. Foram a 12 somados e pulam, ainda que provisoriamente, para a 16ª colocação.

Na próxima rodada, a Roma volta ao Estádio Olímpico, onde tem pela frente um clássico contra a Inter de Milão, previsto para acontecer no próximo domingo. A Udinese, por sua vez, entra em campo no mesmo dia, quando enfrenta o Sassuolo, fora de casa.

O Jogo

A Roma foi plenamente dominante nos primeiros 45 minutos da partida. Comandando as ações ofensivas e com controle da posse de bola, a Lupa se lançou ao ataque e chegou a criar boas oportunidades, principalmente em chutes de fora da área.

Kolarov, N’Zonzi e El Sharaawy foram alguns dos que tentaram, com mais perigo, abrir o placar para o time visitante. No entanto, a bola não entrou.

Pussetto teve a única chance clara por parte da Udinese, mas acabou ficando no quase após cabeceio. A bola passou lambendo a trave esquerda.

Já na etapa final, a Roma voltou a se lançar ao ataque. Contudo, a Udinese foi mais eficiente e, na primeira investida, inaugurou o marcador. Aos nove minutos, De Paul recebeu pela esquerda, escapou do primeiro marcador, driblou o segundo, invadiu a área e tocou na saída do goleiro Mirante. Belo gol do argentino.

Aos 16, foi a vez de Pussetto balançar a rede. Porém, o árbitro pediu a ajuda do VAR e acabou anulando o segundo gol bianconeri. Houve um toque de mão no lance.

Se, com o zero no placar, a Udinese já adotava uma postura extremamente defensiva, vencendo então, a retranca foi ainda maior. A Roma teve muita dificuldade para encontrar espaços no tempo que restava e não conseguiu chegar ao empate. Melhor para o time da casa, que fez a alegria da torcida e respirou no campeonato.

Fonte:Gazeta Esportiva

13 novembro 2018

Higuaín pega dois jogos de gancho por expulsão contra a Juventus

 (Foto: Marco Bertorello/AFP)
No último domingo, jogando contra a Juventus, seu ex-clube, Higuaín teve uma noite para se esquecer. O atacante perdeu um pênalti, foi expulso e ainda viu o seu time, o Milan, ser derrotado por 2 a 0 dentro de casa. Agora, para piorar a situação, o camisa 9 terá de cumprir uma suspensão de dois jogos por conta do cartão vermelho.

Nesta terça-feira, a Federação Italiana de Futebol anunciou a punição para o atleta, que após levar um cartão amarelo, aos 38 minutos do segundo tempo, ficou muito irritado e reclamou acintosamente com o árbitro, causando assim a expulsão.

“A suspensão de dois jogos foi aplicado por protestos contra o árbitro, conduzidos de maneira grosseira e desrespeitosa. Após ter sido advertido, aos 38 minutos do segundo tempo, o jogador se direcionou ao juiz de forma desordenada e ameaçadora, além de ter reiterado os seus protestos quando abandonou o campo de jogo”, diz o anúncio oficial.

Ao final da partida, Cristiano Ronaldo disse que tentou acalmar o ex-companheiro de Real Madrid no momento da confusão, o atentando para a possibilidade de um gancho maior. Após o jogo, Higuaín utilizou a sua conta oficial no Instagram para pedir desculpas pela sua conduta no clássico.


Fonte:Gazeta Esportiva

11 novembro 2018

Juventus vence clássico contra Milan e amplia vantagem na liderança

Cristiano Ronaldo comemora gol marcado contra o Milan, dia 11 de novembro de 2018, em Milão.(AFP / Marco BERTORELLO)
A líder Juventus venceu por 2 a 0 o Milan no clássico italiano, neste domingo, e fechou a 12ª rodada do Campeonato Italiano ampliando vantagem para os concorrentes ao título.

Com gols do croata Mario Mandzukic e do craque português Cristiano Ronaldo, aos 8 e 81 minutos respectivamente, enquanto Gonzalo Higuaín teve noite para esquecer. O argentino perdeu pênalti (41) e foi expulso no final da partida.

A Velha Senhora chegou a 34 pontos e tem seis unidades mais que a Napoli (2º) e nove de vantagem para a Inter de Milão (3º).

Após sete vitórias consecutivas na Serie A, a Internazionale viu sua sequência ser interrompida depois perder por 4 a 1 na visita a Atalanta.

O holandês Hans Hateboer (9 minutos), Gianluca Mancini (62), o albanês Berat Djimsiti (88) e o argentino Darío Gómez (90+4) fizeram os gols da vitória do anfitrião. O argentino Mauro Icardi fez de pênalti (47) o gol de honra da Inter.

A Roma (6º) também goleou por 4 a 1 a Sampdoria (12º). O brasileiro Juan (19), o tcheco Patrik Schick (59) e Stephan El Shaarawy (72 e 90+3) garantiram a vitória da equipe da capital. A Sampdoria diminuiu com o francês Gregoire Defrel (89).

Nos outros jogos de domingo, a Empoli (18º) venceu a Udinese (17º) por 2 a 1, resultado que deixa as duas equipes empatadas em pontos na tabela. O Bologna (16º) empatou em 2 a 2 com o lanterna Chievo (20º). A Lazio (4º) empatou em 1 a 1 na visita ao Sassuolo (7º).

-- Programação e resultados da 12ª rodada do Campeonato Italiano

- Sexta-feira:

Frosinone - Fiorentina 1 - 1

- Sábado:

Torino - Parma 1 - 2

SPAL - Cagliari 2 - 2

Genoa - Napoli 1 - 2

- Domingo:

Atalanta - Inter 4 - 1

Empoli - Udinese 2 - 1

Chievo - Bologna 2 - 2

Roma - Sampdoria 4 - 1

Sassuolo - Lazio 1 - 1

Milan - Juventus 0 - 2

Classificação: Pts J V E D Gp Gc SG

1. Juventus 34 12 11 1 0 26 8 18

2. Napoli 28 12 9 1 2 26 13 13

3. Inter 25 12 8 1 3 22 10 12

4. Lazio 22 12 7 1 4 18 14 4

5. Milan 21 12 6 3 3 21 16 5

6. Roma 19 12 5 4 3 22 15 7

7. Sassuolo 19 12 5 4 3 20 17 3

8. Atalanta 18 12 5 3 4 23 14 9

9. Fiorentina 17 12 4 5 3 18 10 8

10. Torino 17 12 4 5 3 17 15 2

11. Parma 17 12 5 2 5 12 15 -3

12. Sampdoria 15 12 4 3 5 16 15 1

13. Cagliari 14 12 3 5 4 12 16 -4

14. Genoa 14 12 4 2 6 17 26 -9

15. SPAL 13 12 4 1 7 11 19 -8

16. Bologna 10 12 2 4 6 11 18 -7

17. Udinese 9 12 2 3 7 11 18 -7

18. Empoli 9 12 2 3 7 12 21 -9

19. Frosinone 7 12 1 4 7 10 25 -15

20. Chievo 0 12 0 3 9 10 30 -20

Inter de Milão leva quatro da Atalanta e perde vice-liderança do Italiano

(Foto: Miguel MEDINA / AFP)
Neste domingo, a Inter de Milão visitou a Atalanta pela rodada de número 12 do Campeonato Italiano. No Estádio Atleti Azzurri d’Italia, quem levou a melhor foram os donos da casa, que dominaram a partida no primeiro tempo e venceram o jogo por 4 a 1. Hateboer, Mancini, Djimsiti e Gómez fizeram para os vencedores, enquanto Mauro Icardi diminuiu.

O resultado é péssimo para o time nerazzurri, que também perdeu a vice-liderança da tabela e pode ver a distância para a líder Juventus chegar a nove pontos no fim da rodada. No momento, a Inter é a terceira colocada com 25 pontos ganhos. A equipe de Bérgamo, por sua vez, chega a 18 pontos e assume, ainda que provisoriamente, a sexta posição, entrando na zona de classificação às competições europeias.

Na próxima rodada, que ocorre só depois da data Fifa, os comandados de Luciano Spalletti encaram o Frosinone, já de volta a Milão, enquanto a Atalanta viaja para enfrentar o Empoli, fora de casa. Os jogos estão marcados para sábado e domingo, respectivamente, dias 24 e 25 de novembro.

Atalanta que espanta

Jogando diante de sua torcida, a Atalanta tratou de ir para cima da Inter desde o início. Aos cinco minutos, Hateboer teve boa chance de marcar, mas parou nas mãos de Handanovic. Aos nove, o holandês voltou a aparecer na frente e, desta vez, não desperdiçou. Gosens recebeu pela esquerda e cruzou à meia altura. A bola atravessou a área e chegou ao lateral direito, que só teve o trabalho de empurrar para dentro.

Mesmo com o gol, os donos da casa não mudaram a postura e continuaram agredindo o time visitante. Foram, no mínimo, mais duas boas oportunidades criadas, mas o segundo não saiu e o placar de 1 a 0 perdurou até o intervalo. Destaque para Handanovic, que evitou um revés ainda maior para os nerazzurri ainda no primeiro tempo.

A atuação dos comandados de Spalletti nos primeiros 45 minutos, por sinal, deixou bastante a desejar. Além de ver a Atalanta dominar a posse de bola, os milaneses pouquíssimo fizeram em termos ofensivos. O goleiro Berisha, inclusive, não foi exigido em nenhum momento.

Alegria que dura pouco

Na volta dos vestiários, a Inter partiu em busca do resultado e não demorou a igualar o marcador. Aos dois minutos, Mancini colocou a mão na bola dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Icardi foi para a cobrança e, com perfeição, venceu Berisha, que até acertou o canto mas não conseguiu fazer a defesa.

A Atalanta não se abateu com o empate e, quando parecia que o cenário da partida mudaria, voltou à tomar a dianteira do placar. Aos 17, Ilicic cobrou falta pela esquerda e levantou na área. Se redimindo do lance do pênalti, Mancini levou a melhor pelo alto e, de cabeça, recuperou a vantagem do time de Bérgamo.

Após o segundo tento dos donos da casa, o ritmo do jogo caiu. A Inter ensaiou uma pressão, mas não conseguiam furar o bloqueio defensivo do adversário. Diante da incompetência nerazzurri, coube aos donos da casa sacramentarem a vitória, que acabou virando goleada nos acréscimos.

Aos 43, Ilicic cobrou mais uma falta pela esquerda e, desta vez, quem completou para a rede foi Djimsiti, também de cabeça. Já era tarde, mas ainda sobrou tempo para mais um. Brozovic havia acabado de receber o segundo amarelo e ser expulso de campo quando, pela esquerda, Gómez carregou, encarou a marcação, limpou para a perna direita e emendou um chute de extrema categoria, na gaveta de Handanovic. Um golaço, para fechar com chave de ouro a merecida vitória da Atalanta neste domingo.


Fonte:Gazeta Esportiva

10 novembro 2018

Napoli vence no fim e segue na perseguição à Juventus

Marek Hamsik comemora vitória da Napoli sobre a Genoa, dia 10 de novembro de 2018, em Genoa.(AFP / Marco BERTORELLO)
A Napoli (2º) teve dificuldades para vencer a Genoa (15º) de virada por 2 a 1, neste sábado, pela 12ª rodada da Serie A, um resultado que pressiona a líder Juventus antes do clássico com o Milan (4º).

Os comandados de Carlo Ancelotti saíram perdendo com gol de Kouamé, aos 20 minutos do primeiro tempo, mas Fabián empatou aos 17 da segunda etapa e Biraschi fez contra, aos 41, para ceder a vitória aos napolitanos.

A Napoli segue na segunda colocação com 28 pontos, três menos que a Velha Senhora. O time de Turim viaja para enfrenta o Milan no clássico italiano que fecha a rodada no domingo.

Em outros confrontos do dia, o Parma (9º) venceu o Torino (8º) fora de casa por 2 a 1, enquanto SPAL (15º) e Cagliari (13º) empataram em 2 a 2.

-- Programação e resultados da 12ª rodada do Campeonato Italiano

- Sexta-feira:

Frosinone - Fiorentina 1 - 1

- Sábado:

Torino - Parma 1 - 2

SPAL - Cagliari 2 - 2

Genoa - Napoli 1 - 2

- Domingo:

(09h30) Atalanta - Inter

(12h00) Empoli - Udinese

Chievo - Bologna

Roma - Sampdoria

(15h00) Sassuolo - Lazio

(17h30) Milan - Juventus

Classificação: Pts J V E D Gp Gc SG

1. Juventus 31 11 10 1 0 24 8 16

2. Napoli 28 12 9 1 2 26 13 13

3. Inter 25 11 8 1 2 21 6 15

4. Milan 21 11 6 3 2 21 14 7

5. Lazio 21 11 7 0 4 17 13 4

6. Sassuolo 18 11 5 3 3 19 16 3

7. Fiorentina 17 12 4 5 3 18 10 8

8. Torino 17 12 4 5 3 17 15 2

9. Parma 17 12 5 2 5 12 15 -3

10. Roma 16 11 4 4 3 18 14 4

11. Atalanta 15 11 4 3 4 19 13 6

12. Sampdoria 15 11 4 3 4 15 11 4

13. Cagliari 14 12 3 5 4 12 16 -4

14. Genoa 14 12 4 2 6 17 26 -9

15. SPAL 13 12 4 1 7 11 19 -8

16. Udinese 9 11 2 3 6 10 16 -6

17. Bologna 9 11 2 3 6 9 16 -7

18. Frosinone 7 12 1 4 7 10 25 -15

19. Empoli 6 11 1 3 7 10 20 -10

20. Chievo -1 11 0 2 9 8 28 -20

06 novembro 2018

Esposa de Mauro Icardi alfineta Cristiano Ronaldo

 (Foto: Marco Bertorello/AFP)
A sempre polêmica Wanda Nara, esposa do atacante Mauro Icardi, da Inter de Milão, mais uma vez foi responsável por dar declarações ácidas. Em entrevista ao programa italiano Tiki Taka, o alvo de Nara desta vez foi Cristiano Ronaldo, da Juventus.

A mulher do atacante argentino atentou para o fato de que seu marido marcou seis gols no Campeonato Italiano, apenas um a menos que CR7, mesmo tendo disputado menos partidas.

“Ninguém diz que ele (Icardi) jogou menos que Cristiano Ronaldo e marcou tanto quanto ele, imagine se ele jogasse os mesmos minutos também. Mauro não jogou três partidas, soma seis gols e está muito perto de Cristiano”, disse.

Além disso, Icardi foi poupado na vitória da Internazionale sobre o Genoa por 5 a 0 no último sábado, e Nara deu a entender que Cristiano Ronaldo não aceitaria passar por uma situação como essa.

“Gostaria de ver Cristiano sentado tranquilamente no banco, como aconteceu com Icardi contra o Genoa, enquanto sua equipe marcava cinco gols podendo ele ter feito três”, completou.


Fonte:Gazeta Esportiva
 
Back To Top