Atividade Esporte News: Ciclismo
⚽Notícias
Mostrando postagens com marcador Ciclismo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Ciclismo. Mostrar todas as postagens

15 setembro 2018

Na penúltima etapa espanhola, Enric vence e Yates segue na liderança geral

 (Foto: Ander Gillenea/AFP)
Em casa e subindo no lugar mais alto do pódio pela primeira vez, o espanhol Enric Mas travou dura luta com Miguel Angel, mas conseguiu levar a melhor na 20ª etapa da Volta da França, neste sábado. Ele percorreu os 97,3km em 2h59min30s, seguido pelo colombiano. Terceiro lugar do dia, Simon Yates fez 0s23 a mais que o vencedor para manter a liderança no ranking geral e ficar muito próximo da vitória na 18ª edição da disputa.

Faltando um estágio para o fim da competição, Yates acumula 79h44min30s nos 3148,1km percorridos nas 20 etapas concluídas até agora. Ele tem 1min46 de vantagem em cima de Mas. Se terminasse neste sábado, a disputa teria Angel completando o pódio.

A disputa da 20ª etapa começou acirrada, mas foi nos 30km finais que o trio entrou em confronto direto pelas primeiras posições. O colombiano Nairo Quitanda também tentou mas, ao lado do espanhol Alejandro Valverde, perdeu posições.

O resultado tirou Valverde do segundo posto geral da disputa e o colou em décimo. Os cinco primeiros são completados com o francês Thibaut Pinot e o colombiano Rigoberto Uran. Na corrida derradeira, os atletas vão percorrer os 100,9km entre Alcorón e a capital do país, Madri.


Fonte:Gazeta Esportiva

Na Itália, Avancini fatura título mundial de mountain bike maratona

 (Foto: Divulgação)
Em Auronzo do Cadore, na Itália, o brasileiro Henrique Avancini levou a melhor e faturou o título mundial de mountain bike maratona, neste sábado. Atual número 2 do ranking da União Ciclística Internacional (UCI), a atleta da equipe Cannondale Factory Racing corou, com o resultado, a boa fase da temporada. Para levar a melhor fora de sua especialidade, o petropolitano percorreu 102 km em 5h08min28.

Na reta final da disputa italiana, o brasileiro travou luta difícil com o austríaco Daniel Geismayr e o colombiano Hector Leonardo Paez Leon. Eles chegaram, respectivamente, em segundo e terceiro colocados, com diferença de menos de dez segundos.

Henrique já vinha com bons resultados na temporada. Isso porque ele terminou em 4º lugar no Campeonato Mundial de Mountain Bike de Cross-Country Olímpico (XCO) em solos suíços. Representante do verde e amarelo no Rio 2016, ele também fez o terceiro lugar na maior prova de ultramaratona de MTB no mundo, a Cape Epic, em março.

Neste ano, também, Henrique venceu a etapa de Araxá da Copa Internacional de Mountain Bike, em julho, e ganhou o campeonato brasileiro, conquistando assim o direito de usar a camisa do país no exterior. À frente, seu desafio é a disputa do Brasil Ride, em outubro. Ao lado do alemão Manuel Fumic, o brasileiro quer repetir as conquistas de 2013 e 2017.


Fonte:Gazeta Esportiva

12 setembro 2018

Michael Woods vence a 17ª etapa da Vuelta, Yates detém a liderança

AFP / Ander Gillenea
O canadense Michael Woods (Education First) venceu na quarta-feira a 17ª etapa entre Getxo e a Varanda de Vizcaya, enquanto o britânico Simon Yates (Mitchelton-Scott) manteve o líder jersey vermelho do geral.

Woods estava à frente de sua fuga do companheiro nas rampas duras que levaram ao fim, batendo o belga Dylan Teuns (BMC), segundo, e o espanhol David de la Cruz (Sky), terceiro.

O nevoeiro que envolvia o ponto de vista da "Varanda da Biscaia", que era o objetivo, o espanhol Alejandro Valverde (Movistar), segundo da geral, lançou um ataque que lhe permitiu arrebatar um pouco de tempo para Yates para obter agora 25 segundos dos britânicos

Valverde foi acompanhado pelo seu compatriota do Quick-Step, Enric Mas, que arrebatou o terceiro lugar do holandês Steven Kruijswijk, 1 minuto 22 segundos atrás de Yates.

Após esta 17ª etapa, a ronda espanhola está muito viva, com quatro dias para ir a Madrid no próximo domingo.

Quinta-feira será a 18ª etapa da Vuelta de 186,1 km entre Ejea de los Caballeros e Lleida, com um perfil completamente plano.

"Eu poderia ter morrido", diz Vogel campeão olímpico paralisado

dpa / AFP / Annegret Hilse
"Eu sei que nunca mais andarei de novo", disse a ciclista Kristina Vogel na quarta-feira em sua primeira aparição pública desde um acidente em junho que a deixou paralisada.

"Talvez eu ganhe minha 12ª medalha de ouro em outro lugar", acrescentou Vogel, que venceu 11 títulos mundiais e dois de ouro olímpicos.

"O que eu tenho que sentir pena sobre?" o jovem de 27 anos perguntou. "A situação é o que é, obviamente vou encontrar outros objetivos."

No final da semana passada, ela anunciou, em entrevista à revista Der Spiegel, que agora era paraplégica, depois de colidir a toda velocidade com outro treinamento de ciclista na pista de concreto do velódromo de Cottbus.

"A queda faz parte do ciclismo", disse ela na quarta-feira, sentada em uma cadeira de rodas. "Eu poderia estar morto, tive muita sorte."

Sua medula espinhal foi rompida na sétima vértebra e ela perdeu todo o sentimento nas pernas.

Na quarta-feira, ela convocou uma coletiva de imprensa na clínica de Berlim, onde foi tratada.

Ela não pode pedalar ou mesmo correr.

"Isso é um fato", disse ela.

"Eu não sou uma máquina, houve momentos em que tive que aprender a soltar as lágrimas e nunca chorei muito", disse ela. "É uma grande ruptura na vida, um giro de 180 graus. Mas estou aqui, com duas rodas ou com quatro rodas. Não preciso me esconder. Gostaria de ser independente."

Pela primeira vez desde o acidente, os médicos estão permitindo que ela volte para sua cidade natal, Erfurt.

"Estou ansioso para dormir na minha própria cama de novo, cozinhar para mim, sentindo minhas próprias paredes ao meu redor, estando sozinha com o meu parceiro." ela disse. "Eu quero retomar a vida e desistir da ajuda externa o máximo possível."

Vogel agradeceu emocionalmente a seu parceiro o ciclista Michael Seidenbecher por seu apoio "nas semanas mais difíceis da minha vida".

Ela também agradeceu a todos aqueles que enviaram mensagens de apoio.

"Isso me tocou profundamente e me deu energia positiva", disse ela. "Chorei de alegria quando saí de coma e descobri todas as mensagens de todo o mundo."

Vogel ganhou o ouro olímpico no sprint da equipe em Londres em 2012 e sprint individual no Rio em 2016. No Campeonato Mundial, ela ganhou medalhas de ouro no sprint da equipe em 2012, 2013, 2014 e 2018, sprint individual em 2014, 2015, 2017 e 2018 e keirin em 2014, 2016 e 2017.

"Eu queria melhorar meu registro", disse ela. "É um sonho que agora me é proibido. Talvez eu ganhe minha 12ª medalha de ouro em outro lugar".

09 setembro 2018

15ª etapa da Volta da Espanha embola briga pelo topo do ranking geral

(Foto: Miguel RIOPA/AFP)
Mais de cinco horas de prova neste domingo colocaram o francês Thibau Pinot entre os 10 melhores do ranking geral, com a vitória na 15ª etapa da Volta da Espanha. No difícil percurso de 178km, entre Ribera do Alto – Covadongaa etapa foi de equilíbrio e além de Pinot, o líder Simon Yates também se deu bem, ao chegar em terceiro.

Foi a primeira vez que Pinot entrou no top 10 da competição , estando agora na sétima colocação. Um pouco acima, em quarto lugar, Angel López teve um resultado importante, chegando em segundo. O colombiano segue em quarto geral, mas diminuiu o tempo de vantagem de Yates. A diferença entre primeiro e quarto é muito pouca, de 43s, deixando o torneio em aberto.

Debaixo de muita neblina, a prova foi decidida no final, na última montanha. Depois de muito equilíbrio durante o percurso, Pinot conseguiu uma boa escapada para arrancar para a vitória.

Nesta segunda-feira, os ciclistas da Volta da Espanha ganham o seu segundo e último dia de folga. já na terça-feira, rolará uma etapa de contra-relógio. A tendência não será pela vitória de nenhum dos líderes, mas as atenções estão no tempo dos Top4.

Confira a classificação da etapa 15:

1 – Thibaut Pinot (Fra) Groupama-FDJ
2 – Miguel Angel Lopez (Col) Astana Pro Team
3 – Simon Yates (GBr) Mitchelton-Scott
4 – Alejandro Valverde (Spa) Movistar Team
5 – Steven Kruijswijk (Ned) LottoNL-Jumbo
6 – Enric Mas (Spa) Quick-Step Floors
7- Nairo Quintana (Col) Movistar Team
8 – Rigoberto Uran (Col) EF Education First-Drapac p/b Cannondale
9 – Emanuel Buchmann (Ger) Bora-Hansgrohe
10- Ion Izagirre (Spa) Bahrain-MeridaIon

Após 15 etapas, o ranking geral fica assim:

1 – Simon Yates (GBr) Mitchelton-Scott
2 – Alejandro Valverde (Spa) Movistar Team
3 – Nairo Quintana (Col) Movistar Team
4 – Miguel Angel Lopez (Col) Astana Pro Team
5 – Steven Kruijswijk (Ned) LottoNL-Jumbo
6 – Enric Mas (Spa) Quick-Step Floors
7 – Thibaut Pinot (Fra) Groupama-FDJ
8 – Rigoberto Uran (Col) EF Education First-Drapac p/b Cannondale
9 – Ion Izagirre (Spa) Bahrain-Merida
10- Emanuel Buchmann (Ger) Bora-Hansgrohe


Fonte:Gazeta Esportiva

08 setembro 2018

Yates vence 13ª etapa e volta a liderar Volta da Espanha

 (Foto: MIGUEL RIOPA/AFP)
Após se desgarrar no final da 13ª etapa da Volta da Espanha, o britânico Simon Yates conquistou a vitória em Les Praeres neste sábado e ainda garantiu a liderança geral da competição. Mesmo com o difícil percurso de subidas, o atleta foi superior e conseguiu uma vitória importante em busca do título geral. Líder até o início desta etapa, Jesus Herrada foi derrubado aos 30km e perdeu 9 minutos.

Michal Kwiatkowski, que chegou a liderar o ranking por três dias foi uma das forças no início da corrida de sábado. Ele foi o primeiro a conseguir abrir uma brecha nos primeiros quilômetros do palco. Ele foi acompanhado por cinco atacantes fortes no km 9.

No entanto, Kwiatkowski estava apenas 10s à frente na última subida de Les Praeres e foi derrubado. Steven Kruijswijk foi o primeiro a tentar se aproveitar. Nairo Quintana  respondeu com uma busca por arrandcadas nos últimos 2 quilômetros. E Miguel Angel Lopez foi seguindo os companheiros. Mas Yates apareceu com eles no quilômetro final para se desprender e garantir a vitória. No domingo ele irá defender a liderança na escalada icônica de Lagos de Covadonga.

Confira o resultado da 13ª etapa:

1 – Simon Yates (GBr) Mitchelton-Scott
2 – Miguel Angel Lopez (Coronel) Astana Pro Team
3 – Alejandro Valverde (Spa) Movistar Team
4 – Thibaut Pinot (Fra) Groupama-FDJ
5 – Nairo Quintana (Col) Movistar Team
6 – Steven Kruijswijk (Ned) LottoNL-Jumbo
7 – Enric Mas (Spa) Pisos rápidos
8 – Rigoberto Uran (Col) EF Educação Primeiro-Drapac p / b Cannondale
9 – Ion Izagirre (Spa) Bahrain-Merida
10 – Fabio Aru (Ita) Emirados Árabes Unidos

O ranking geral, após 13 etapas:

1 – Simon Yates (GBr) Mitchelton-Scott
2 – Alejandro Valverde (Spa) Movistar Team
3 – Nairo Quintana (Col) Movistar Team
4 – Miguel Angel Lopez (Coronel) Astana Pro Team
5 – Steven Kruijswijk (Ned) LottoNL-Jumbo
6 – Rigoberto Uran (Col) EF Educação Primeiro-Drapac p / b Cannondale
7 – Ion Izagirre (Spa) Bahrain-Merida
8 – Enric Mas (Spa) Pisos rápidos
9 – Tony Gallopin (Fra) AG2R La Mondiale
10 – Emanuel Buchmann (Ger) Bora-Hansgrohe


Fonte:Gazeta Esportiva

02 setembro 2018

Na nona etapa, King conquista segunda vitória na Volta da Espanha

(Foto: Jorge Guerrero/AFP)
Ben King foi quem se deu melhor nos 200 mkm entre Talavera da Rainha e La Covatilla, na nona etapa da Volta Ciclística da Espanha, neste domingo. Na primeira com grandes montanhas, o norte-americano anotou 5h30min38 para conseguir liderar a disputa, apesar da corrida apertada nos minutos finais.

Ele foi seguido pelo holandês Bauke Mollema, que fez 5h31min26. O pódio foi completado com Dylan Teuns. O belga chegou 2min38 atrás do número um do dia.

Com o resultado, o britânico Simon Yates fica na ponta da classificação geral, acumulando 36h54min52 nas etapas até agora. O dono da casa Alejandro Valverde é o segundo colocado, com apenas um segundo a mais. O terceiro lugar até agora é do colombiano Nairo Quintana, atrás por 14 segundos.

A disputa começou com 20 ciclistas tomando a dianteira, mas em um ritmo mais ameno para que conseguissem manter uma velocidade constante. Foi uma queda de quatro dos líderes que desestabilizou o grupo.

Faltando 103 kms para o fim da prova, o pelotão conseguiu segurar uma boa distância para segurar os adversários. O norte-americano Ben King se manteve à frente em parte da etapa, sem grandes dificuldades para manter a liderança, assim como fez na quarta etapa.

Foi apenas nos últimos cinco quilômetros em que sua liderança foi ameaçada, com os adversários pressionando para dominar o posto. O holandês Bauke Mollema foi o principal concorrente nos metros finais.

O grupo, agora, terá um descanso nesta segunda-feira. Na terça, eles voltam à pista, dessa vez, para um trajeto menos montanhoso de 177km entre Salamanca e Fermoselle.


Fonte:Gazeta Esportiva

01 setembro 2018

Alejandro Valverde vence a oitava etapa da Volta da Espanha

 (Foto: Jorge Guerrero/AFP)
Alejandro Valverde venceu a oitava etapa da Volta da Espanha, que foi realizado neste sábado. O ciclista espanhol completou o percurso de 195,1 km de Linares a Almadén em 4 horas, 35 minutos e 54 segundos e ainda conquistou dez segundos de bonificação.

O segundo colocado do dia foi o croata Peter Sagan. Quem fechou os três primeiros colocados foi o holandês Danny Van Poppel. Rudy Molard, que lidera a competição, terminou na 30 colocação.

“Hoje eu não iria disputar a etapa. O que eu queria era não perder tempo em relação aos demais favoritos. Amanhã veremos que irá brigar pelo pódio da Volta da Espanha. Estou em ótima condição física e mental”, declarou Valverde.

O dia também foi marcado pela primeira desistência da edição de 2018. O holandês Maurits Lammertink não largou de Linares por causa de intensas dores abdominais. Com isso, agora restam 175 competidores.

O francês Rudy Molard é o líder da competição com 31horas 20 minutos e 34 segundos e tem Alejandro Valverde na sua cola, com 37 segundos a menos. O alemão Emanuel Buchmann é o terceiro colocado.

No domingo, os ciclistas irão disputar a nona etapa da Volta da França. O circuito de montanha terá 200,8 km e vai de Talavera de la Reina a La Covatilla.


Fonte:Gazeta Esportiva
 
Back To Top