Atividade Esporte News: Esporte
⚽Notícias
Mostrando postagens com marcador Esporte. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Esporte. Mostrar todas as postagens

29 junho 2020

Copa Truck: AM Motorsport garante dois caminhões na Grande Final

Com pole, vitória e um P4, Cirino garantiu vaga na Grande Final
Com pole, vitória e um P4, Cirino garantiu vaga na Grande Final. Crédito: Rodrigo Ruiz/RRMedia

A AM Motorsport já está garantida na Grande Final da temporada 2020 da Copa Truck. Wellington Cirino e André Marques conquistaram as suas vagas após garantirem novo pódio na corrida disputada no Autódromo Zilmar Beux de Cascavel. André Marques terminou com o terceiro lugar na Copa, repetindo o P3 na corrida. Wellington Cirino ficou com o vice-campeonato da Copa após concluir a prova na quarta posição.

“Nosso objetivo era já garantir vaga na Grande Final logo nessa primeira copa para ter maior tranquilidade nas próximas etapas da temporada. Já conquistamos duas vagas e, agora, vamos em busca de colocar os outros dois caminhões na final”, disse André Marques, celebrando com a marca da Cerveja Império.

Wellington Cirino concluiu a prova com apenas metade dos bicos injetores funcionando com perfeição, o que obrigou-o a diminuir o ritmo no final da prova.

“Estava muito decidido em conquistar uma vaga na final, e por pouco não veio com o título. Cheguei a temer pela conclusão da prova. Também tive sorte em receber a bandeira de box faltando duas voltas para fim, o que possibilitou que eu continuasse na pista. Temos a tranquilidade necessária para trabalhar os ajustes finos até chegar na decisão”, contou Cirino, que leva em seu caminhão a marca da Cresol e Autotrac.

Com uma mescla entre muita celebração e um pouco de frustração, Débora Rodrigues deixou a capital do oeste do Paraná com dois P6.

“Muito bom por me sentir competitiva nas duas provas, mas um pouquinho frustrada por ter ficado tão perto de uma vaga nos pódios. Mas vamos seguir o caminho do trabalho e tentar conquistar nas próximas”, argumentou a representante YPF Brasil.

Valdeno Brito sai de Cascavel com um troféu logo em sua etapa de estreia. O estouro de biela foi o motivo do seu abandono neste domingo, mas nada que possa causar impacto.

“Estou muito contente. É uma estreia e eu nem pensava em estar voltando para casa com um troféu. Agradeço ao André pela oportunidade e tenho a certeza que quero seguir buscando ainda mais no restante da temporada”, contou Valdeno.

Como foi

O time começou muito bem a prova. Logo nas primeiras voltas o Quarteto Fantástico já estava junto na pista com Valdeno Brito puxando a fila a partir da quarta posição com uma bela ultrapassagem na reta junto a mureta.

Depois disso, o time iniciou uma perseguição aos líderes andando colado até a entrada do ‘Safety Truck’ quando faltavam 25 minutos para o fim do tempo de prova, na volta 10 e permaneceu até a abertura da volta 14.

Na volta 19, Valdeno Brito teve que abandonar a prova, enquanto André Marques e Wellington Cirino levaram seus caminhões até o final garantindo o pódio na prova e as vagas para a Grande Final do campeonato.

Os primeiros na classificação da Copa 1

1º - Beto Monteiro, 38 pontos

2º - Welllington Cirino, 38 pontos

3º - André Marques, 36 pontos

4º - Roberval Andrade, 35 pontos

5º - Débora Rodrigues, 28 pontos


Resultado Corrida 2 - *sujeito as verificações técnicas

1º - Beto Monteiro (VW)

2º - Roberval Andrade (MB)

3º - André Marques (Mercedes-Benz)

4º - Wellington Cirino (Mercedes-Benz)

5º - Rafael Lopes (VW)

6º - Debora Rodrigues (Mercedes-Benz)

7º - Felipe Giaffone (IVE)

8º - Renato Martins (MAN)

9º - Felipe Tozzo (MAN)

10º - Regis Boessio (VOL)

11º - Raphael Teixeira (FOR)

12º - Evandro Camargo (MB)

Não completaram

José Augusto Dias (VW)

Valdeno Brito(Mercedes-Benz)

Djalma Pivetta (IVE)

Fábio Fogaça (PRO)

Adalberto Jardim (PRO)

Leandro Totti (MB)

Luis Lopes (IVE)

Copa Truck: Equipe AM faz história com tripleta em Cascavel

Deu Cirino na primeira corrida em Cascavel
Deu Cirino na primeira corrida em Cascavel. Crédito: Rodrigo Ruiz/RRMedia

Pela primeira vez na história da Copa Truck, três pilotos de uma mesma equipe chegaram nas três primeiras posições em uma etapa. Wellington Cirino foi o vencedor da prova da prova disputada na tarde deste sábado no Autódromo Zilmar Beux de Cascavel, com Valdeno Brito em segundo e André Marques completando o trio da AM Motorsport. E por pouco que o Quarteto Fantástico do time não dominou. Débora Rodrigues terminou na sexta posição depois de proporcionar os melhores pegas da prova.

“Foi uma corrida impecável. Um sábado para lembrarmos para sempre. Primeiro a retomada do esporte que amamos em meio a tudo o que está acontecendo no planeta. Depois, os resultados no classificatório e fechando com este resultado sensacional na prova. Só posso agradecer ao André Marques e a todo o time da AM Motorsport por essa qualidade toda”, comentou o vencedor da prova Wellington Cirino.

Valdeno Brito também celebrou o seu pódio logo na corrida de estreia.

“Todo o time está de parabéns. Estou muito feliz com essa experiência logo no início da minha participação aqui na Copa Truck. Foi muito bom”, avaliou.

A terceira colocação também deixou André Marques feliz com o trabalho da equipe.

“É bom demais por tudo que passamos desde o início do ano. Esse resultado é a resposta ao trabalho de todo esse time que construiu  um caminhão novo, trabalhou muito em cima dos que já estavam prontos, e tudo isso em meio a pandemia. Esse é o espírito no nosso time”, celebrou.

Débora Rodrigues, que largará da segunda fila na prova deste domingo, brigou muito para estar no pódio, mas acabou perdendo a posição nas últimas voltas.

“Estou contente pelo rendimento do equipamento e pela minha evolução no conjunto todo. Foi uma corrida bonita, de boas disputas, e a possibilidade de estar entre os primeiros. Vamos para a corrida deste domingo em busca de um pódio”, comentou.

Os trucks voltam para a pista neste domingo, a partir das 13 horas para a segunda etapa da Copa 1, já indicando os três primeiros classificados para a Grande Final.

A Prova

O início de corrida foi de domínio completo da AM Motorsport, colocando seus quatro caminhões entre os cinco primeiros colocados. Enquanto Wellington Cirino, Valdeno Brito e André Marques disparavam nas três primeiras posições, Débora Rodrigues subia para P5 e travava um bom duelo com Roberval Andrade.

Na volta 9, os líderes já tinham mais de 20 segundos de vantagem quando Luis Lopes bateu na entrada da reta e causou a primeira entrada do safety car, juntando todo o pelotão novamente.

No reinício da prova, as três primeiras posições permaneceram inalteradas, enquanto Débora Rodrigues seguia o duelo com Roberval Andrade revezando entre P5 e P6.

Ao final, o trio se confirmou na frente e Débora fechou com o P6.

Resultado da Corrida 1 - *sujeito as verificações técnicas

1º - Wellington Cirino (Mercedes-Benz)

2º - Valdeno Brito(Mercedes-Benz)

3º - André Marques (Mercedes-Benz)

4º - Beto Monteiro (VW)

5º - Roberval Andrade (MB)

6º - Debora Rodrigues (Mercedes-Benz)

7º - Adalberto Jardim (PRO)

8º - José Augusto Dias (VW)

9º - Renato Martins (MAN)

10º - Djalma Pivetta (IVE)

11º - Felipe Tozzo (MAN)

12º - Fábio Fogaça (PRO)

13º - Luis Lopes (IVE)

14º - Evandro Camargo (MB)

15º - Felipe Giaffone (IVE)

16º - Leandro Totti (MB)

17º - Rafael Lopes (VW)

18º - Regis Boessio (VOL)

19º - Raphael Teixeira (FOR)

AM Motorsport brilha e garante primeiras filas em Cascavel

Cirino garantiu a pole na primeira etapa da temporada
Cirino garantiu a pole na primeira etapa da temporada. Crédito: RR Media/Rodrigo Ruiz

O primeiro treino de classificação da temporada da Copa Truck foi de domínio da equipe AM Motorsport. Os quatro caminhões do time da Mercedes-Benz garantiram vaga no Top Qualifying – com 8 caminhões – e vão largar nas primeiras filas da Corrida que será disputada ainda na tarde deste sábado (27). Wellington Cirino e o estreante Valdeno Brito fecharam a primeira fila, com André Marques no P4 e Débora Rodrigues no P7.

“Estou muito feliz por mais esta pole. O time está todo de parabéns, porque mesmo com essa pandemia o trabalho não parou, o desenvolvimento foi feito e todos os pequenos ajustes que precisavam ser feitos foram realizados com sucesso. O resultado está aí”, afirmou o piloto Cresol/Autotrac, Wellington Cirino.

O estreante Valdeno Brito mostrou que não está para brincadeira, evoluindo os tempos em cada treino.

“Agradecer ao André que me deu essa oportunidade. Eu não imaginava que logo na primeira classificação estaria na primeira fila. É algo inesperado, mas que mostra que estando em uma equipe de ponta, com bons companheiros que compartilham as informações, os resultados podem ser acelerados. O objetivo é buscar ainda mais”, comentou.

Débora Rodrigues celebrou o início da temporada entrando para o Top Qualifying.

“Eu estava falando que se repetisse o tempo do ano passado estaria bem. Consegui evoluir e baixar 0,4s, e o resultado veio. Estou muito contente e vamos pra corrida em busca de pódio”, comemorou.

Ninguém estava mais feliz que André Marques. O piloto e dono da equipe tem vários motivos para celebrar, além do seu próprio P4.

“Eu fico feliz demais olhando a tela de cronometragem e vendo os nossos quatro caminhões entre os primeiros. É uma sensação indescritível. A alegria e o coroamento do trabalho de toda a equipe logo no início da temporada e com tudo isso que temos vivido”, comemorou.

A primeira corrida da rodada dupla deste final de semana será realizada a partir das 16h15 deste sábado. Os oito melhores largam em ordem invertida na corrida 2, programada para o início da tarde de domingo.

O time conta com a Mercedes-Benz Caminhões, Mercedes Club, Cerveja Império, Cresol, Autotrac e Gelog Logística.

Como ficou o grid:


1º - Wellington Cirino (Mercedes-Benz), 1:18.867

2º - Valdeno Brito(Mercedes-Benz), 1:18.944

3º - Leandro Totti (MB), 1:18.963

4º - André Marques (Mercedes-Benz), 1:19.072

5º - Beto Monteiro (VW), 1:19.345

6º - Felipe Giaffone (IVE), 1:19.374

7º - Debora Rodrigues (Mercedes-Benz), 1:19.738

8º - Rafael Lopes (VW),1:20.471

9º - José Augusto Dias (VW), 1:20.540

10º - Felipe Tozzo (MAN), 1:20.549

11º - Regis Boessio (VOL), 1:20.933

12º - Renato Martins (MAN), 1:21.485

13º - Adalberto Jardim (PRO), 1:21.763

14º - Luiz Lopes (IVE), 1:21.934

15º - Djalma Pivetta (IVE), 1:21.940

16º - Evandro Camargo (MB), 1:22.098

17º - Raphael Teixeira (FOR), 1:27.651

18º - Fábio Fogaça (PRO), sem tempo

Confira a programação esportiva na tv desta segunda e terça-feira 29 e 30/06/2020

Programação Esportiva
Foto: Reprodução/Atividade Esporte News

14h00 - Campeonato Português: Marítimo x Benfica - FOX SPORTS

15h30 - Campeonato Inglês Série D: Exeter City x Northampton Town (playoff final) - ESPN (APP)

16h00 - Campeonato Inglês: Crystal Palace x Burnley - ESPN BRASIL

17h00 - Campeonato Espanhol: Getafe x Real Sociedad - ESPN

17h15 - Campeonato Português: Paços de Ferreira x Porto - FOX SPORTS

Jogos de terça (30/06/2020)


13h00 – Campeonato Inglês Série B: Millwall x Swansea City – ESPN

14h30 – Campeonato Espanhol: Leganés x Sevilla – ESPN BRASIL

14h30 – Campeonato Espanhol: Mallorca x Celta de Vigo – FOX PREMIUM

15h00 – Liga ACB de Basquete Masculino: final - FOX SPORTS2

16h15 – Campeonato Inglês: Brighton x Manchester United – FOX SPORTS

17h00 – Campeonato Espanhol: Barcelona x Atlético de Madrid – ESPN BRASIL

20h00 - NISA: Stumptown Athletic x Chattanooga FC - MYCUJOO

20h30 - NISA: Michigan Stars FC x California United Strikers FC - MYCUJOO

20h30 - NISA: Chattanooga FC x LA Force - MYCUJOO

21h00 - Boxe: Alex Saucedo x Sonny Fredrickson - ESPN2

21h00 - NISA: Michigan Stars x vs LA Force - MYCUJOO

21h10 - NISA: Oakland Roots x Detroit City FC - MYCUJOO

23h00 - NISA: California United Strikers FC x 1904 FC - MYCUJOO

23h00 - NISA: 1904 FC x Stumptown Athletic - MYCUJOO

23h00 - NISA: 1904 FC x Oakland Roots - MYCUJOO

03h00 - Campeonato Mongoliano: SP Falcons x Deren - MYCUJOO

23 junho 2020

Japão retira candidatura para sediar Copa do Mundo Feminina de 2023

Faltando apenas três dias para o anúncio oficial da Fifa, entidade maior do futebol profissional, o Japão retirou sua candidatura para sediar a Copa do Mundo Feminina de 2023. Restam apenas duas opções: Colômbia e a candidatura conjunta de Austrália e Nova Zelândia.

A tendência é que os países da Oceania sejam os anfitriões da competição. No último dia 10, a Fifa divulgou um relatório de avaliação das candidaturas, e Austrália e Nova Zelândia estavam com a maior pontuação: 4.1 em uma escala de 0 a 5. A Colômbia aparecia com 2.8, e o Japão com 3.9. Lembrando que o Brasil retirou sua candidatura antes mesmo do fim da avaliação.

Em nota oficial publicada nesta segunda-feira (22), a Associação de Futebol do Japão (JFA) informou que a decisão de desistir da proposta foi tomada após consideração cuidadosa e completa no Comitê de Proposta do Japão, bem como no Comitê Executivo da JFA.
Foto: Bernadett Szabo/REUTERS

A entidade japonesa lembrou que a pandemia do novo coronavírus (covid-19) atingiu o mundo e também toda a família do futebol. A JFA salientou que defende suas palavras com total responsabilidade e citou seu ideal: “através do futebol, percebemos todos os benefícios que o esporte pode trazer para as nossas vidas, a solidez de nossos corpos, a expansão de nossas mentes e o enriquecimento de nossas sociedades”.

Ainda no comunicado, a Associação de Futebol do Japão afirmou que continuará apoiando financeiramente os clubes gravemente afetados e que vai trabalhar em conjunto com todas as partes para trazer de volta o mundo onde o esporte possa ser desfrutado com segurança.

O anúncio do país  que receberá a Copa do Mundo Feminina ocorrerá nesta quinta-feira (25). A sede será escolhida por meio de votação do Conselho da Fifa. 


Fonte: Agência Brasil

Antigos rivais vão representar a vela brasileira nos Jogos de Tóquio

A dupla de velejadores Gabriela Nicolino e Samuel Albrecht é relativamente nova. A parceria na classe Nacra 17 tem menos de dois anos, mas já acumula ótimos resultados. A começar pelo quinto lugar no Mundial da Dinamarca (2018), que assegurou a vaga para o Brasil nos Jogos de Tóquio (Japão), adiados para o  ano que vem. Um início promissor, já que na ocasião Gabriela e Samuel haviam  treinado juntos por apenas 20 dias. E não pararam por aí: em dezembro passado, Gabriela e Samuel confirmaram a vaga olímpica deles, no Mundial de Vela, na Nova Zelândia: ficaram em sexto lugar, o suficiente para carimbarem o passaporte rumo a Tóquio. 

Enquanto o Samuel parte para a sua terceira edição olímpica, a Gabriela é uma estreante nos Jogos Durante o ciclo de 2016, os dois chegaram a ser rivais. Ele formava dupla com Isabel Swan e superou a adversária Gabriela que  navegava com João Bulhões, em 2015, durante o Torneio Sul-Americano de Vela, em Niterói (RJ). Samuel e a parceira Isabel garantiram a vaga olímpica ao concluírem a prova duas posições à frente de Gabriela e João. 

“A gente, na verdade, não chegou a conversar sobre isso. Ser rival proporciona uma proximidade muito grande. Você passa a conhecer o outro atleta. Ninguém leva muito para o lado pessoal uma vitória ou uma derrota. Isso tudo faz parte da magia do esporte”, explica Gabriela durante entrevista à Agência Brasil. 
Foto: Divulgação/Agência Brasil

A velejadora, de 30 anos, garante que, depois de conviverem anos como rivais, a decisão de formar uma parceria não foi fácil. Teve até um “empurrãozinho” da Confederação Brasileira de Vela (CBVela) e do Comitê Olímpico do Brasil (COB). “Foi uma decisão difícil. Já estava há uns três anos com o João. Mas chegou uma hora que nós dois concluímos que valia a pena correr esse risco. Temos muita confiança no trabalho”, revela a atleta carioca.

A classe Nacra 17 é a única que permite duplas mistas nesse ciclo olímpico. Problema? Para os dois, é até melhor velejar com alguém do sexo oposto. “Ela tem diversas qualidades: é atenta aos trabalhos de equipe, disciplinada e cuida da preparação física. É uma excelente profissional-atleta”, elogia parceiro  Samuel, ao conversar com a Agência Brasil. 

Gabriela explica o papel de cada dentro da embarcação. “O mais importante é promover a interação e o respeito. Na dupla, já levamos de uma forma muito natural. Eu faço a ‘proa’, que é a posição que exige mais força, mais potencial muscular. O Samuel se desenvolveu muito como ‘timoneiro’. Foram decisões totalmente técnicas”.

O ano passado terminou em grande estilo,  com a conquista da vaga olímpica no Mundial da Nova Zelândia. Mas, até chegar lá, a dupla precisou percorrer longo caminho. “Em janeiro conquistamos a prata na etapa de Miami da Copa do Mundo. Mas, logo depois sofri uma lesão de fratura exposta no dedo, enquanto corríamos uma regata no Troféu Princesa Sofia [Espanha]. Isso veio como um balde de água fria. Foi um longo recomeço”, lembra o gaúcho Samuel. 

A sequência de eventos prosseguiu. Samuel e Gabriela conquistaram o  bronze no Pan de Lima, participaram do evento-teste da vela na Baía de Enoshima (Japão) e, por fim, do Mundial de Vela na Nova Zelândia. “Ou seja, muitas viagens, muitos traslados. Então, não tivemos a chance de treinar como gostaríamos. E tem também a parte da logística. Temos um barco no Japão, um na América [do Sul] e outro na Europa. Tudo muito puxado e faltou tempo. O barco do Japão foi para a Nova Zelândia e atrasou por questões burocráticas. Quebrou também uma peça durante as regatas. Mas menos mal que já tínhamos garantido a nossa vaga na Seleção”, finaliza Gabriela.

Juventus vence o Bologna e é líder isolado na volta do Campeonato Italiano

Depois de perder a final da Copa da Itália, a Juventus voltou a campo pela 27ª rodada do Campeonato Italiano, nesta segunda (22), que estava suspenso por conta da pandemia do novo coronavírus para vencer, por 2 a 0, o Bologna. Cristiano Ronaldo e Dybala marcaram para a Velha Senhora, que superou sem sustos os donas da casa no estádio Renato Dall’Ara.

Quem abriu placar para a Juve foi o português Cristiano Ronaldo, de pênalti, aos 21 minutos da partida. Ainda no primeiro tempo, o argentino Dybala ampliou o marcador.

Com o resultado, a equipe de Turim isolou-se na liderança do torneiro com 66 pontos, quatro a mais do que a Lazio, que enfrenta o Atalanta na quarta-feira (24).

Na 28ª, a equipe bianconera recebe o Lecce, na sexta-feira (26), às 16h45. Já próximo jogo do Bologna é contra a Sampdoria, na quinta-feira (24), também ás 16h45.

O jogo

Foto: Reprodução/Twitter/JuventusFC

A Juventus partiu para o ataque desde que o jogo começou. Aos sete minutos, Cristiano Ronaldo fez fila e finalizou da entrada da área. Skorupski caiu no canto direito e faz bela defesa.

Aos 22 minutos, de Ligt adentrou a área e foi derrubado por Denswil. O árbitro marcou o pênalti e Cristiano Ronaldo cobrou no canto direito para inaugurar o marcador.

Pouco mais de dez minutos depois, aos 36, a Vecchia Signora dobrou a vantagem. Em grande jogada, Paulo Dybala recebeu pouco antes da meia-lua e finalizou no canto direito após linda finalização.

Apenas quatro minutos depois, Cristiano Ronaldo cruzou do lado direito e Dybala apareceu na área para finalizar. O chute saiu fraco, mas com perigo à meta do time mandante.

O começo da segunda etapa teve um nome com destaque: Bernardeschi. Aos sete minutos, ele descolou linda assistência para Cristiano Ronaldo, que dominou e chutou com perigo ao gol do Bologna. 

Um minuto depois, ele mesmo mandou um balaço do lado esquerdo. A redonda foi ao gol, mas explodiu na trave.

O Bologna apareceu para a partida apenas aos 14 minutos do segundo tempo. Barrow aproveitou cobrança de escanteio e finalizou, dividindo com De Sciglio. O atleta mandante pediu pênalti, não marcado pela arbitragem - com auxílio do VAR. 

Com 16 minutos, o Veltri teve outra boa chance. Orsolini chutou de longe e assustou Szczesny. A bola passou raspando o travessão. 

A Juventus voltou a ter predominância na peleja aos 28 minutos. Cristiano Ronaldo, em outra jogada individual, finalizou com efeito à meta bolonhesa. A redonda saiu à esquerda do gol do Veltri.

Antes da peleja acabar, a Juventus ganhou um desfalque. Já aos 46 minutos, Juwara descia pela esquerda e Danilo entrou muito forte no adversário. O juventino recebeu o segundo amarelo e foi expulso de campo.

Com atuação convincente, Milan goleia Lecce e volta para zona de classificação da Europa League

O Milan massacrou o Lecce por 4 a 1, no estádio Via Del Mare, no fechamento da 25ª rodada da Serie A. Samu Castillejo, Giacomo Bonaventura, Ante Rebic e Rafael Leão deixaram suas marcas para os visitantes. Já do outro lado, Marco Mancosu diminuiu para equipe da casa.

Os rossoneri não obtinham a marca de quatro marcadores diferentes anotarem quatro gols em uma partida desde maio de 2018, na vitória diante a Fiorentina por 4 a 1. 

A partida começou com um minuto de silêncio em homenagem aos que faleceram vítimas do coronavírus. Desde que a bola rolou, o Milan buscou e tomou a iniciativa. Aos 15', Bonaventura recebeu de Theo Hernández, e finalizou com o pé direito de um ângulo difícil da direita, no entanto, a bola não chegou ao alvo.

O primeiro gol saiu 11 minutos depois. Castillejo rematou com a canhota do meio da área no canto inferior esquerdo e abriu a contagem. Os visitantes continuaram se impondo, mas a partir de determinado momento viram o Lecce crescer. 

Aos 36', os donos da casa quase anotaram. Calderoni tentou um passe em profundidade que encontrou Meccariello em posição irregular. Apesar da missão difícil, o Milan conseguiu terminar os 45 minutos com 57% de posse de bola. 

Mesmo pressionado no primeiro tempo, o Lecce conseguiu buscar o empate no começo da segunda etapa. Aos 53', Babacar sofreu falta de Gabbia dentro da área. Mancosu cobrou no lado direito e deixou tudo igual. 

A reação milanesa veio em um espaço de três minutos. Bonaventura virou o placar, após estufar as redes com o pé direito do meio da área. Dois minutos depois, Rebic alargou a contagem finalizando de forma parecida depois de um contra-ataque acionado pelo turco Çalhanoglu. 

Com dois gols sofridos em menos de cinco minutos, o Lecce sentiu e ficou nervoso. Do outro lado, o Milan colocava a mão no freio. Mas, aos 72', Conti cruzou certeiro para o português Rafael Leão, que de cabeça empurrou para o centro do gol e sacramentou a goleado do Milan.
Foto: Reprodução/Twitter/AC Milan

Classificação e próximos jogos

O Milan chega na sétima posição da tabela com 39 pontos, o mesmo de Napoli e um a mais do Hellas Verona, dentro da zona de classificação à Europa League. Já o Lecce está na zona da degola, com 25, empatados com o Genoa, na luta para fugir do rebaixamento.  

O Milan recebe a Roma no San Siro, no próximo domingo (28), às 12h15. O Lecce viaja até Turim para enfrentar uma missão quase impossível contra a Juventus, nesta sexta-feira (26), às 16h45.
 
Back To Top