Atividade Esporte News: Futebol Feminino
⚽Notícias
Mostrando postagens com marcador Futebol Feminino. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Futebol Feminino. Mostrar todas as postagens

05 setembro 2018

Aline Reis vive expectativa para estreia no Campeonato Espanhol

Convocada para amistosos, goleira está focada na Seleção Brasileira.



Foto: Hernan Contreras
Goleira do UDG Tenerife (Espanha) e campeã da Copa América 2018, Aline Reis fala sobre pré-temporada pelo clube espanhol.

"Nossa pré-temporada durou um pouco mais de um mês. Como era de se esperar, foi um mês intenso, de muito treinamento e amistosos preparatórios. Uma das dificuldades do nosso time, que está localizado nas ilhas canárias, é encontrar outros times femininos locais para um amistoso de nível. Com o objetivo de enfrentar equipes fortes nessa fase de preparação, participamos de dois Torneios Internacionais e fizemos bastante amistosos contra equipes masculinas", disse Aline Reis, sobre a pré-temporada.

Convocada para os jogos amistosos contra o Canadá. Aline também falou da alegria em poder representar o Brasil novamente. A goleira vem sendo convocada constantemente pelo técnico da seleção brasileira feminino de futebol.

"Nossa meta maior é a Copa do Mundo em 2019. Então todos esses amistosos que já fizemos e ainda faremos nos próximos meses são parte de um planejamento que visa o mundial. O Canada, assim como nós, é uma potência no futebol feminino. Precisamos de jogos assim para testar os nossos pontos positivos e vulnerabilidades. 
Para mim, cada convocação é uma gratidão em servir o Brasil e uma oportunidade de mostrar meu potencial. Além de fazer o possível para ajudar o time e contribuir pro sucesso coletivo, sigo firme nos meus treinamentos e dedicação para conquistar meus objetivos pessoais também", afirmou Aline Reis.

A Seleção Feminina derrotou o Canadá por 1 a 0 em jogo-treino disputado nesta terça-feira, em Ottawa. Com gol marcado por Ludmila, aos 42 minutos do segundo tempo. A goleira Aline Reis foi titular nesta partida. O jogo-treino encerra os trabalhos da Seleção Feminina nesta data FIFA. Seguindo a ideia de enfrentar seleções fortes no cenário mundial, o próximo compromisso da Seleção será contra a Inglaterra, no dia 6 de outubro, no estádio Meadow Lane, em Nottingham (Inglaterra). 

Aline Reis finaliza falando sobre a estreia no campeonato espanhol, que acontece neste próximo domingo, dia 9 de Setembro, às 12h00, horário local contra o Real Sociedad em casa.

"Estou ansiosa para minha estreia no campeonato Espanhol. Tenho bons sentimentos em relação à essa temporada. Temos uma equipe com muito talento, além de muito competitiva. Os treinamentos são muito intensos. Se levarmos essa intensidade pros jogos, as outras equipes vão ter muita dificuldade contra a gente", finalizou Aline Reis.

04 setembro 2018

Seleção feminina vence Canadá com gol de Ludmila em amisto

 (Foto: CBF/Divulgação)
Depois de perder por 1 a 0 no domingo, a Seleção Brasileira de futebol venceu o Canadá por 1 a 0, nesta terça-feira. Ludmila marcou o gol da vitória, aos 42 minutos do segundo tempo do amistoso realizado com portões fechados no Estádio TD Place, em Ottawa, no Canadá.

Apenas duas titulares que atuaram a campo no final de semana voltaram aos 11 inicial. O time brasileiro começou com: Aline; Letícia (Camilinha), Tayla, Bruna Benites e Rilany; Andressinha, Adriana, Debinha (Andressa Alves), Thaisinha (Ludmilla), Darlene (Bia Zaneratto) e Raquel.

As duas partidas realizados em solo canadense fazem parte da preparação para a Copa do Mundo de 2019, que será realizado na França entre 7 de junho e 7 de julho. O Brasil já está garantido na competição, junto com o Chile, outro representante da Conmebol.

O próximo compromisso da Seleção Brasileira será amistoso contra a Inglaterra, no dia 6 de outubro, às 8h30 (de Brasília).


Fonte:Gazeta Esportiva

24 agosto 2018

Com Marta, Seleção feminina é convocada para amistosos contra o Canadá

(Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
Nesta quinta-feira, foi divulgada a lista de convocadas da Seleção Brasileira de futebol feminino para os dois amistosos que a mesma fará em setembro, ambos contra o Canadá. O técnico Vadão chamou 23 jogadoras para os compromissos, e dentre os principais destaques está a meio-campista Marta, cinco vezes eleita como Melhor Jogador da Mundo pela Fifa.

As atletas se apresentam nos dias 31 de agosto e ficam à disposição da seleção nacional até o dia 4 de setembro. O primeiro amistoso será realizado no dia 2, no Estádio TD Place, na cidade de Ottawa, a partir das 15h (no horário de Brasília). A segunda partida será disputada no mesmo local, mas no dia 4 e a partir das 19h (Brasília). Somente o primeiro confronto contará com portões abertos ao público.

Confira as 23 jogadoras que defenderão o Brasil no Canadá:

Goleiras

Bárbara – Kindermann

Aline – Tenerife (Espanha)

Defensoras

Mônica – Orlando Pride (EUA)

Bruna Benites – Meizhou Huijun (China)

Rafaelle – Changchun Volkswagen (China)

Tayla – Santos

Rilany – Atlético de Madrid (Espanha)

Letícia – Sportsclub Sand (Alemanha)

Fabiana – Wuhuan Chedu (China)

Meio-campistas

Andressinha – Portland Thorns (EUA)

Camila – Orlando Pride (EUA)

Andressa Alves – FC Barcelona (Espanha)

Marta – Orlando Pride (EUA)

Thaisa – Milan (Itália)

Atacantes

Beatriz Zaneratto – Incheon Hyundai (Coreia do Sul)

Cristiane -Changchun Volkswagen (China)

Debinha – North Carolina Courage (EUA)

Thais Duarte – Incheon Hyundai (Coreia do Sul)

Raquel – Ferroviária

Adriana – Corinthians

Darlene – Benfica (Portugal)

Ludmila – Atlético de Madrid (Espanha)



Fonte:Gazeta Esportiva

12 agosto 2018

Seleção feminina perde para atuais campeãs e é eliminada no Mundial Sub-20

(Foto: LOIC VENANCE / AFP)
Neste domingo, a Seleção Brasileira feminina de futebol encerrou de forma melancólica sua participação no Mundial Sub-20, competição realizada na França. A equipe perdeu por 2 a 1 para a Coreia do Norte, atuais campeãs, e foi eliminada ao terminar na última colocação do Grupo B, com apenas um ponto. Já o time asiático avançou de fase e busca o terceiro título do torneio, já que também ganhou na edição de 2006.

Pressionada pois precisava da vitória a todo custo para avançar, a Seleção Brasileira foi pra cima desde o início em busca de um gol que desse uma maior tranquilidade. No entanto, a forte defesa da Coreia do Norte neutralizou o ataque das brasileiras e ainda por cima abriram o placar no final da primeira etapa, com Son Sun-Im, na única oportunidade do time asiático.

Na volta do intervalo, o técnico brasileiro fez duas substituições para melhorar o desempenho da equipe e foi exatamente uma das suplentes que empatou o jogo. Aos 22 minutos, em rápido contra-ataque, a bola chegou para Valéria, que passou para Geyse acertar um belo chute e deixar tudo igual.

Com o empate, o Brasil começou a jogar ainda melhor e ficou muito perto da classificação aos 45 minutos, quando o time canarinho mandou uma bola no travessão. No entanto, três minutos depois, foi a vez das meninas da Coreia do Norte encerrar a participação brasileira ao marcarem o segundo gol, com Kum Ok, que cabeceou com perfeição depois de uma cobrança de falta.

Com isso, o Brasil fica mais uma edição sem chegar na final do torneio. Em oito edições já concluídas da competição, que iniciou em 2002, a melhor colocação do time nacional foi o terceiro lugar em 2006, quando venceram os Estados Unidos na disputa pelo bronze, em cobranças de pênaltis, após um empate por 0 a 0.

Já as norte-coreanas continuam o sonho de levantar pela terceira vez o troféu. O time avançou na segunda colocação com seis pontos ganhos, atrás apenas da Inglaterra, que goleou o México pelo placar de 6 a 1 e ficou na primeira posição com sete pontos.


Fonte:Gazeta Esportiva

05 agosto 2018

Brasil estreia com derrota para o México no Mundial sub-20

 (Foto: Reprodução/Twitter/CBF)
Estreando no Mundial sub-20, a Seleção Brasileira acabou derrotada em partida cheia de emoção, com duas viradas e um pênalti perdido. Neste domingo, no Stade du Clos Gastel, em Léhon, na França, a equipe verde e amarela perdeu para o México por 3 a 2.

O confronto já começou agitado e logo aos três minutos, as mexicanas abriram o placar com Martinez. O Brasil, porém, respondeu imediatamente e dois minutos depois, Kerolin tocou na saída da goleira para empatar a partida. Com 17 jogados, Kerolin, de novo, anotou um golaço, batendo de primeira e colocando no ângulo da meta adversária para virar o jogo ainda no primeiro tempo.

A alegria, porém, durou pouco. Logo aos seis minutos da segunda etapa, Jacqueline Ovalle balançou as redes e empatou a partida mais uma vez. Aos 18, Ovalle novamente marcou o terceiro do México e virou o placar.

No fim, já nos acréscimos, a Seleção desperdiçou uma grande chance. Ariadne sofreu pênalti aos 49 do segundo tempo, mas Victoria carimbando o travessão na cobrança, decretando o triunfo mexicano.

O Brasil volta a campo nesta quarta-feira, às 8h30 (de Brasília) para encarar a Inglaterra. A Seleção encerra a primeira fase diante da atual campeã, Coreia do Norte, dia 12, às 8h30 (de Brasília).


Fonte:Gazeta Esportiva

02 agosto 2018

Seleção feminina sofre virada, goleada e perde título para os EUA

Foto:Jonathan Daniel/Getty Images/AFP
Pelo terceiro e último confronto do Torneio das Nações, Estados Unidos e Brasil entraram em campo na noite desta quinta-feira, valendo o título da competição. O confronto teve um primeiro tempo bastante acirrado, mas terminou com uma goleada norte-americana no Toyota Park, em Bridgeview. De virada, Marta e companhia sofreram uma goleada por 4 a 1.

O placar foi inaugurado aos 16 minutos do primeiro tempo, após contra-ataque do Brasil, que acabou em gol contra da zagueira americana: 1 a 0. Os Estados Unidos, porém, queriam o empate e pressionavam as brasileiras, que se defendiam bem. A pressão surtiu efeito e as atletas da casa chegaram ao empate aos 32 minutos com gol de Rosa Lavelle.

Na etapa final, Julie Ertz virou logo no início. O Brasil teve a chance de igualar o marcador em cobrança de falta de Marta e em contra-ataque desperdiçado já embaixo do gol. O castigo não demorou. Tobin Heath ampliou em chute da entrada da área e Megan Rapinoe decretou a goleada ao aproveitar cobrança de falta na área e vacilo da defesa verde e amarela, que parou no lance.

Campanha na competição
A Seleção Brasileira estreou logo com derrota para a Austrália por 3 a 1. Na segunda rodada, porém, o time de Vadão de recuperou e venceu o Japão pelo placar de 2 a 1, mantendo vivas as chances de conquistar o título do Torneio das Nações.

Os EUA, por sua vez, venceram as japonesas no primeiro jogo por 4 a 2 e empataram com as australianas no segundo em 1 a 1. Na última rodada, a Austrália bateu o Japão por 2 a 0, fazendo com que as estadunidenses precisassem vencer as brasileiras por dois ou mais gols de diferença.

Fonte:Gazeta Esportiva

29 julho 2018

Com gol de Marta, Brasil vence o Japão no Torneio das Nações

(Foto: AFP)
Depois de perder na estreia para as australianas por 4 a 2, o Brasil se recuperou nos Torneio das Nações. Jogando no Pratt & Whitney Stadium, em Connecticut, nos Estados Unidos, as brasileiras sofreram, mas derrotaram o Japão por 2 a 1, com gols de Marta e Bia.

Depois de um primeiro tempo de domínio japonês, a seleção brasileira voltou outra do intervalo. Apertando a saída de bola, as comandadas de Vadão cresceram de produção e abriram 2 a 0, com Marta e Bia. Masuya ainda diminuiu para as asiáticas, mas já era tarde para buscar um empate.

Através do resultado, o Brasil conquista os primeiros três pontos e chega à última rodada do torneio com chances de alcançar o primeiro lugar. Na próxima quinta-feira, o Brasil encerra a competição diante das donas da casa às 21h30 (de Brasília), enquanto o Japão cumpre tabela diante das australianas às 18h45.

O Jogo
Como de costume, o Japão se impunha na partida e construía suas jogadas a partir de toques curtos desde o campo de defesa. Em contrapartida, o Brasil buscava explorar a velocidade de seu ataque através de bolas longas. A estratégia brasileira teve no êxito nos primeiros momentos da partida, mas as japonesas se estabilizaram e dominaram o primeiro tempo.

Logo aos quatro minutos, Debinha arriscou de fora da área e Ikeda espalmou. O troco das asiáticas veio com Miura, que aproveitou falha da defesa canarinha e forçou Aline a fazer boa intervenção. Na sequência, Iwabuchi obrigou a arqueira brasileira a realizar outra defesa.

A partida seguiu intensa, mas as duas equipes tinhas dificuldades para terminar as jogadas em arremates. O Japão se mantinha melhor, mas a defesa do Brasil conseguiu travar o último passe ou impossibilitar as finalizações. Na chance derradeira, Yokoyama cobrou falta e Aline defendeu com segurança.

Apertando a saída de bola do adversário, o Brasil voltou outro do intervalo. Depois de criar boas oportunidades, a tática deu resultado e através de Marta as brasileiras abriram o placar. Raquel roubou bola no ataque e tocou para a cinco vezes melhor do mundo girar e bater cruzado, balançando as redes.

Nos últimos 10 minutos, a partida ganhou em emoção. As comandadas de Vadão ampliaram a vantagem aos 45, quando Raquel encontrou Bia, que deu o corte, a defensora passou seca, e a atacante teve só o trabalho de bater de chapada para marcar.

O Japão ainda diminuiu nos acréscimos, com Masuya, e exerceu uma pressão em busca do empate. Mas, já era tarde. Vitória das brasileiras por 2 a 1.


Fonte:Gazeta Esportiva

26 julho 2018

Convocada pelo Vadão, Aline Reis vive expectativa para Torneio das Nações

Goleira do UDG Tenerife (Espanha) e campeã da Copa América 2018, Aline Reis vive expectativa para mais uma competição com a Seleção Brasileira.


 

Foto: Hernan Contreras.
O Técnico Vadão convocou 23 atletas para a disputa do Torneio das Nações, que será disputado nos Estados Unidos, de 26 de julho a 2 de agosto. Entre as atletas, está a goleira Aline Reis, que recentemente foi anunciada como novo reforço do UDG Tenerife da Espanha.

"O torneio das Nações será sem dúvidas bem disputado. Todas as 4 seleções presentes (USA, Brasil, Japão e Austrália) estão ranqueadas entre as 10 melhores do mundo. Nesse torneio também poderemos ver algumas caras novas, pois por não ocorrer durante uma “Data Fifa”, consequentemente os clubes não são obrigados a liberar as jogadoras. Por isso teremos alguns desfalques na seleção do Brasil. Mas independente disso, estamos confiantes para mostrar um bom futebol e lutar pra levar pra casa o título do torneio", disse Aline Reis.

"Passei a primeira metade do ano no Brasil, focada nos treinamentos e nas competições com a Seleção Brasileira. No primeiro quadrimestre, só se falava em Copa América. Nos preparamos fortemente para chegar no Chile e mostrar pra todos o nosso favoritismo. O próximo desafio do ano é o torneio das Nações. Venho de uma boa etapa de treinos, me sinto confiante pra mostrar serviço quando o professor Vadão precisar", Ressaltou Aline Reis.

O técnico da Seleção Brasileira Feminina, Vadão, convocou, na última sexta-feira (20), 23 jogadoras para Torneio das Nações, que será disputado nos Estados Unidos de 26 de julho a 2 de agosto. Na primeira rodada, no dia 26, o Brasil enfrenta a Austrália, no Children’s Mercy Park, em Kansas City, às 17h30 (de Brasília). O segundo confronto será no dia 29, contra o Japão, no Pratt & Whitney Stadium, em East Hartford, às 17h15. As americanas serão as últimas adversárias da Canarinha: dia 2 de agosto, às 21h30, no Toyota Park, em Bridgeview.

Após a competição com a Seleção Brasileira Feminina, Aline Reis irá se apresentar em seu novo Clube na Espanha.

"Estou muito ansiosa para me juntar ao meu novo time. No dia 2 anoite jogamos contra os Estados Unidos, e no dia seguinte já embarco para Tenerife. Vou perder os primeiros dias da pré-temporada, mas é por uma boa causa. Estar em convocação com a seleção é sempre bom, pois aproveito os treinos de alto nível para continuar me aprimorando. Me sinto muito bem preparada em todos os sentidos, fisicamente, tecnicamente e mentalmente. Quero chegar na Espanha e fazer meu nome por lá", finalizou a goleira.
 
Back To Top