Atividade Esporte News: Hipismo
⚽Notícias
Mostrando postagens com marcador Hipismo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Hipismo. Mostrar todas as postagens

24 novembro 2018

Brasil é campeão de adestramento e vice de salto na Argentina

(Foto: Marcello Servus/Divulgação)
O Brasil teve grandes resultados no Concurso Internacional na Argentina de salto e adestramento, que é válido como classificatória para os Jogos Pan-Americanos de 2019, em Lima, Peru. As duas equipes conseguiram a vaga para a competição continental no ano que vem.

O time de salto ficou com o vice-campeonato que foi disputada no Haras El Capricho, em Capilla del Señior, a 80 km de Buenos Aires. Liderada por Pedro Paulo Lacerda, a equipe fechou com 25,82 pontos perdidos.

A campeã foi a Argentina com 20,50 pontos perdidos, enquanto o Chile fechou o pódio com 26,82 pontos perdidos. Junto com essas três seleções, o Uruguai também garantiu vaga no Pan-Americano de 2019, que dá vaga aos três primeiros colocados para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020.

Já no adestramento, que foi disputado no Club Hípico Argentino, a equipe brasileira levou o ouro com 68,623% (média dos conjuntos reprises St George e Intermediate I com descarte da menor nota a cada dia), garantindo vaga no torneio em Peru no ano que vem.


Fonte:Gazeta Esportiva

23 outubro 2018

Equipe brasileira de adestramento é definida para o Sul-Americano

(Foto: C.May/Divulgação)
A Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) divulgou, nesta terça-feira, os quatro conjuntos que representarão o país no Campeonato Sul-Americano Senior 2018 – Concurso de Dressage Internacional (CDI) de Buenos Aires, em 22 e 24 de novembro, válido como qualificativa para os Jogos Pan-americanos 2019 em Lima, no Peru, que por sua vez são qualificativos para Toquio 2020.

Garantem vaga os países que ficarem entre os três primeiros colocados. O conjunto do Brasil melhor classificado em Buenos Aires terá direito a uma das cinco vagas na equipe brasileira de Lima (caso o país classifique), desde o cumpra as demais exigências da Federação Equestre Internacional (FEI).

A equipe verde amarela no CDI de Buenos Aires é formada por João Paulo dos Santos montando Carthago do Sasa, Mauro Pereira Júnior com Don Enrico AMM, Yara do Amaral Fernandes com Dileto HI e Victor Trielli Ávila montando Al Pacino Comando SN.

No CDI de Buenos Aires, as provas válidas por equipe serão as reprises São Jorge, em 22 de novembro, e a Intermediaria I, 23, e o freestyle Intermediaria I, 24, define o pódio individual. Os cavalos ficarão em quarentena na Sociedade Hípica Paulista, em São Paulo, até o embarque para Buenos Aires previsto para 14 de novembro.

Equipe 

A qualificação dos brasileiros foi definida com o registro de índices obtidos em Concurso de Adestramento Internacionais realizados no Brasil ao longo da temporada 2018. João Paulo dos Santos e Mauro Pereira Junior representam o Brasil em eventos internacionais pela segunda vez. Estreiam na equipe Yara do Amaral Fernandes e Victor Trielli Ávila.

João Paulo dos Santos integrou o time medalha de ouro nos Jogos Sul-americanos (Odesur) de 2014, no Chile, quando montando Veleiro do Top na disputa individual foi prata no Freestyle e bronze na Intermediária I. Já Mauro Jr foi o destaque do Brasil no Pan de Guadalajara 2011, no México, quando montando Tulum Comando SN foi o melhor brasileiro na final individual classificando-se em 9º lugar.

Os estreantes na equipe também colecionam importantes conquistas no Brasil: Victor Ávila foi campeão brasileiro e paulista Junior 2012, vice campeão brasileiro Young Riders 2013 e campeão brasileiro Young Riders 2014, todos montando Vencedor GB, seu principal cavalo à época. A estudante de veterinária Yara do Amaral Fernandes soma várias conquistas montando Dileto HI, com quem está há quatro anos. Em 2017, passou a competir como profissional, estreou em concursos internacionais e fechou a temporada como líder do ranking paulista na série Forte I.


Fonte:Gazeta Esportiva

14 outubro 2018

Lucio Osório é campeão do GP no Haras Agromen

(Foto: (Luis Ruas/Divulgação)
No último sábado, o GP a 1,5m, válido pela sexta etapa do ranking brasileiro senior top, marcou a principal disputa do Concurso de Salto Nacional 3 Haras Agromen, em Orlândia, no interior paulista. Quem levou a melhor foi Lucio Osório, com Galipolli Ter Doorn, após fazer o melhor tempo na primeira volta e portanto largando em último conjunto na segunda volta. Osório foi o único a garantir mais um percurso limpo, em 52s12, sagrando-se campeão.

O pódio foi composto ainda por Artemus de Almeida, montando Casadora JMen, que cometeu uma falta na segunda volta e fez 51s62. Na terceira colocação, Rodrigo Chaves Nunes com Diegus Ipiranga, fechou em 58s12 com 12 pontos perdidos.

A dupla Lucio e Galipolli ter Doorn, égua sela belga de 12 anos, havia conquistado seu primeiro GP/Clássico, 1.45 metro no dia 18 de agosto, no Haras Albar, em Campinas, e agora triunfa pela segunda vez. Após a vitória, Lucio foi enfático ao celebrar o feito: “Estou muito feliz e emocionado com essa vitória”, disse.

GP Agromen

Campeão Lucio Osório / Galipolli Ter Doorn – FPH 0/0/52s12
Vice Artemus de Almeida / Casadora JMen – FPH – 0/4/51s62
3º Rodrigo Chaves Nunes / Diegus Ipiranga – FPH – 5/1/58s12
4º José Roberto Reynoso Fernandez Filho / Criz Wood JMen – FPH – 4/4/39s97
5º José Luiz Guimarães de Carvalho / Louisiania JMen – FPH – 4/4/42s53
6º Lourenço Vieira da Silva / Salamandra Baloubina – FPH – 0/8/43s90

Próximas etapas do Ranking Brasileiro Senior Top

CBS – Campeonato Brasileiro Senior Top – 23 a 27/10 – SHP
CSI – Rio de Janeiro – 29/11 a 02/12 – SHB
CSN – Top Riders – 6 a 9/12 – SHP


Fonte:Gazeta Esportiva

30 setembro 2018

Thales Marino vence GP Clássico do Indoor 2018

Foto:Gabriela Luiz
Thales Marino, cavaleiro de 17 anos, venceu o GP Clássico no concurso Concurso de Salto Internacional e Nacional – CSI-W Indoor, na Sociedade Hípica Paulista. Montando Deuville, ele completou a prova em 41s26, sendo o último dos nove que foram para o desempate dentre dos 49 conjuntos.

“É uma emoção muito grande ganhar um Clássico em um concurso como esse que para mim é o melhor do Brasil. Só tenho a agradecer toda a minha equipe e desfrutar desse momento incrível”, declarou.

“Há três meses e meio eu quebrei a clavícula e fiquei dois meses sem montar. Tenho muita confiança nos meus cavalos e equipe que me apoia. Então pude montar e desempenhar minha melhor performance dentro da pista. Agora meu próximo desafio é o Sul-Americano Junior no Chile no início de novembro”, completou Thales.

Guilherme Dutra Foroni, que montou Radiator JMen, foi o segundo colocado da prova. Quem fechou o pódio foi José Luiz Guimarães de Carvalho, que montando Lousiania JMen fez o melhor tempo do desempate, 38s70, mas com uma falta.


Fonte:Gazeta Esportiva

15 junho 2018

Yuri Mansur conquista o segundo lugar na Etapa de Cascais

 (Foto: Divulgação)
Em dia agitado para o hipismo brasileiro, Yuri Mansur conquistou o segundo lugar na prova contra relógio a 1,45m e teve o melhor resultado do Brasil na Etapa de Cascais do Global Champions Tour, em Portugal.

Marlon Zanotelli, Pedro Veniss e Yuri Mansur foram os brasileiros na primeira prova do dia. O primeiro não conseguiu completar a prova e ficou apenas na 39ª colocação, enquanto Veniss finalizou o percurso com quatro faltas e um tempo de 71,65 segundos, terminando na 16ª posição.

Mansur, montando Amor, por sua vez, fechou com o segundo lugar, sem cometer faltas e fechando o percurso em 63,19 segundos. O dono da melhor performance foi o belga Karel Cox, com Evert, que terminou a prova em 63,09 segundos e sem penalizações.

Na prova a 1,50m contra o relógio com jump-off, os brasileiros participantes foram Luiz Felipe de Azevedo, Marlon Zanotelli e Pedro Veniss. Dentre os três, Veniss foi o melhor ao completar a primeira rodada em 75,04 segundos e com zero faltas e em 55,59 na segunda rodada, mas com cinco faltas. O bom rendimento no turno inicial fez o cavaleiro terminar no quinto lugar, uma vez que a segunda rodada teve um percurso complicado e só o campeão Gregory Wathelet, da Bélgica, conseguiu fazer o circuito sem penalizações. Marlon fechou a prova na 11ª colocação, enquanto Luiz Felipe não conseguiu avançar para a segunda rodada.


Fonte:Gazeta Esportiva

25 abril 2018

Prêmio Hipismo Brasil 2017 homenageia destaques do ano no esporte

 (Foto: Luis Ruas/Divulgação)
A premiação dos melhores do ano de 2017 promovido pela Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) na noite da terça-feira, 24/4, na Sociedade Hípica Paulista, reuniu os campeões, familiares, personalidades do esporte e homenageados especiais. Primeiramente Ronaldo Bittencourt Filho, presidente da CBH no ciclo olímpico até 2020, recebeu cavaleiros e amazonas vencedores do ranking em nove modalidades para uma foto especial no palco antes do início da cerimônia de premiação.

Com a palavra Bittencourt Filho fez um pequeno apanhado dos principais resultados em 2017 como as conquistas de medalhas de ouro nas Copas das Nações em Hickstead (Inglaterra), Samorin (Eslováquia) e prata em Calgary (EUA) e destacou as vitórias em GPs 5* na Europa de Pedro Muylaert, Pedro Veniss e Yuri Mansur, além das 16 medalhas por equipes e individuais arrematadas pela nata jovem do hipismo brasileiro no Sul-Americano da Juventude 2017 na Argentina e as medalhas de ouro e bronze de Philip Greenlees e Pietra Bizotto no Mundial FEI Children conquistadas em 1 de janeiro de 2018 na China.

Entre os homenageados da noite ainda esteve o jovem talento do enduro José Caio Frisoni Vaz Guimarães líder do ranking de conjuntos e 3º individual no Ranking da Federação Equestre Internacional na temporada 2017. João Victor Oliva, cavaleiro de adestramento vencedor do Prêmio Brasil Olímpico promovido pelo COB foi outro homenageado. Eduardo Coelho Barbara, o Dudu, campeão brasileiro Pré-mirim, recebeu um prêmio extra pela conquista do Prêmio Hipismo Brasil Pré-mirim computando mais de 600 pontos.

Na categoria de mais alto rendimento no país na modalidade Salto – os rankings brasileiros Senior Top e Indoor – Artemus de Almeida foi o grande nome da temporada, garantindo dois carros 0km pela conquista. Os presidentes de Federações e representantes, que com seu empenho, trabalho e equipe não medem esforços para organizar grandes Concursos e outras importantes iniciativas em apoio ao esporte, também foram homenageados.

“O Artemus (de Almeida) é um cavaleiro exemplar e que teve uma campanha irretocável em 2017. Além disso, também é um excelente formador de cavalos e como treinador responsável pela formação de diversos campeões da nova geração do hipismo”, destacou Bittencourt Filho.

“Agora em 2018 já tivemos grandes resultados e o desafio maior da temporada são os Jogos Equestres Mundiais em setembro em Tryon (EUA), que pode ser considerada a Olimpíada do hipismo. A transparência é sem dúvida uma de nossas marcas no processo de mudança da CBH. Tenho certeza que com o empenho dos nossos atletas, pais e proprietários certamente teremos mais um ano memorável para hipismo brasileiro”, ponderou o dirigente ao final da premiação.


Fonte:Gazeta Esportiva

01 abril 2018

Com Comic, Luiz Francisco é vice-campeão nos Estados Unidos

(Foto: Sportfot)
Depois de sofrer lesão e ficar um ano fora das pistas, o cavalo Comic voltou para ser vice-campeão no GP 5* Rolex, neste sábado. Com o brasileiro Luiz Francisco de Azevedo, a dupla concluiu a prova no Palm Beach International Equestrian Center, nos Estados Unidos, em 42s52 e sem faltas.

O melhor desempenho do dia foi da veterana Margie Engle. Aos 60 anos, a norte-americana montou Royce e fez o percurso em 39s356. O brasileiro ficou à frente do irlandês Conor Swail que, com Rubens Ls La Silla, somou uma falta em 40s179.

“Meu sentimento é realmente inacreditável, porque no ano passado também tive um ótimo resultado com esse mesmo cavalo”, comentou o brasileiro. “Certamente o Comic ainda não está em sua melhor forma. Mas isso mostra o quão especial ele é. Ficamos em segundo lugar atrás dessa amazona incrível. Isso é uma grande vitória para mim”, avaliou Chiquinho.

“Demoramos muito até voltar a competir, justamente para guardá-lo para essa temporada. Acho que foi uma decisão certa. Nosso objetivo é integrar o Time Brasil nos Jogos Equestres Mundiais 2018.”, finalizou Azevedo. A principal competição da modalidade deste ano e maior objetivo do atleta acontece entre 11 e 23 de setembro, em Tryon, Carolina do Norte (EUA).


Fonte:Gazeta Esportiva

25 março 2018

João Victor Oliva é campeão em Portugal e segue com chance de ir ao Mundial

 (Foto: Rui Pedro Godinho/Divulgação).
Único brasileiro no Concurso de Dressage Internacional (CDI3*) de Abrantes, Portugal, realizado entre os dias 23 e 25, o cavaleiro João Victor Oliva, de 22 anos é campeão da etapa portuguesa. Principal nome do Hipismo Adestramento no Brasil na atualidade, ele segue firme em busca de uma vaga no time verde-amarelo para os Jogos Equestres Mundiais de Tryon (WEG, na sigla em inglês).

No CDI3* Abrantes, o atleta conquistou a faixa de campeão neste domingo (25) com a soma dos resultados das duas provas que participou: o Grand Prix e o Grand Prix Special. No GP, realizado no sábado (24) foi vice-campeão com a nota média final de 67,783%, obtendo, consequentemente, o  1º índice com Xiripiti TVF rumo ao WEG. O conjunto também obteve o índice da Federação Equestre Internacional (66%) com os dois juízes FEI 5*: 66,413% com Vicenzo Truppa, da Itália, e 66,087% com Bernard Maurel, da França. No Grand Prix Special, realizado hoje, o conjunto foi campeão com a nota média final de 69,277%.
João Victor Oliva começou a treinar com Xiripiti TVF há pouco mais de um mês. Segunda opção de montaria do jovem talento em GP, Xiripiti vem de campanha brilhante nas pistas com a amazona portuguesa Maria Caetano Couceiro, inclusive, conjunto Campeão Nacional de Dressage em Portugal em 2013.
João Victor Oliva também se apresentou no CDI3 Abrantes com Xamã dos Pinhais, registrando 65,152% no GP. Este conjunto já soma cinco índices para os Jogos Equestres Mundiais, considerados a ‘Copa do Mundo’ dos esportes hípicos, realizados a cada quatro anos e que em 2018 terá como palco o Tryon International Equestrian Center, em Mill Spring, Carolina do Norte, Estados Unidos, entre 10 e 23 de setembro.


Fonte:Gazeta Esportiva
 
Back To Top