Atividade Esporte News: Tênis de Mesa
⚽Notícias
Mostrando postagens com marcador Tênis de Mesa. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Tênis de Mesa. Mostrar todas as postagens

20 março 2018

Gustavo Tsuboi vence primeira no Aberto da Alemanha

Brasileiro estreou com vitória, pela Fase de Grupos da competição, ao derrotar o australiano por 4 a 0. Na próxima quinta-feira, Tsuboi tentará buscar liderança do grupo

Foto:CBTM
O Brasil teve sua primeira vitória pela Fase de Grupos do Aberto da Alemanha. O mesa-tenista Gustavo Tsuboi bateu o australiano o australiano Lin Xuqi por 4 sets a 0, com as parciais de 11-6, 11-7, 11-6 e 11-4. O brasileiro conseguiu triunfou na sua estreia da competição. 

- Acho que joguei bem hoje, entrei impondo meu estilo e consegui manter uma boa concentração até o final. Eu estava receoso porque ele é novo e eu não o conhecia, mas felizmente consegui jogar bem e encaixar as jogadas - destacou o brasileiro. 

Gustavo Tsuboi jogará contra o esloveno Bojan Tokic - podendo definir liderança. Como ambos bateram o australiano, quem sair vencedor ficará com a dianteira, nesta quinta-feira, quando o campeão pela etapa do Catar, Hugo Calderano, estreia pelo torneio de duplas na competição. 


Fonte:Lance

11 março 2018

Hugo Calderano cai para chinês, mas leva prata histórica no Aberto do Qatar

 
 (Foto: Divulgação/ITTF) 
A medalha foi de prata, mas a campanha foi de ouro. Neste domingo (11), Hugo Calderano conquistou o vice-campeonato no Aberto do Catar, etapa Platinum do Circuito Mundial de Tênis de Mesa. Considerado equivalente a um Grand Slam do tênis, o torneio, disputado em Doha, contou com 15 dos 16 melhores mesatenistas do planeta. Esta foi a primeira vez na história que um brasileiro chegou à final num torneio desse nível, o mais alto da modalidade.

Hugo Calderano fez um duelo muito equilibrado, mas parou no chinês Fan Zhendong, número dois do mundo, na final do Aberto do Qatar, neste domingo (11). Apesar do revés por 4 sets a 0 (13/11, 12/10, 11/7 e 11/7), Hugo, atual 15º do mundo, ainda assumiu a vice-liderança do ranking da temporada, com 363 pontos, atrás apenas de Fan Zhendong, invicto em 2018. Em duas etapas realizadas no ano, o brasileiro conquistou sua segunda medalha, já que havia levado o bronze na Hungria, em janeiro.

O caminho de Hugo Calderano até a decisão do campeonato impressionou o mundo do tênis de mesa. O atleta superou nomes como o alemão Timo Boll, atual número 1 do ranking. E na semifinal, não deu chances ao chinês Lin Gaoyuan, quarto melhor do mundo, vencendo por 4 a 0. O adversário da final, Fan Zhendong assume a ponta do ranking após o título.

Esta foi a segunda medalha de Calderano em duas etapas do Circuito Mundial disputadas em 2018. A primeira foi um bronze, na Hungria. Na ocasião, o brasileiro também foi derrotado pelo adversário da final de hoje. Antes da prata deste domingo, o melhor desempenho individual do brasileiro em um evento Platinum havia sido no Aberto da Áustria do ano passado, quando chegou às quartas de final.

Nas duplas, ele já tinha um pódio: foi vice-campeão ao lado de Gustavo Tsuboi no próprio Qatar, em 2015. Esta era, até então, a única final com presença brasileira em uma competição deste porte.
Os próximos compromissos de Calderano na Alemanha nas próximas duas semanas. Na sexta-feira (16), sua equipe, o Liebherr Ochsenhausen, fará um clássico local no confronto de ida das quartas de final da Champions League contra Borussia Düsseldorf, que tem como principal estrela Timo Boll.

Dois dias depois, tem mais uma partida decisiva, agora pela Liga Alemã, contra Zugbrücke Grenzau – o time do brasileiro briga pra assegurar vaga nos playoffs. Já entre os dias 23 e 25, Hugo disputará o Aberto da Alemanha, mais uma etapa Platinum do Circuito Mundial.


Fonte:Gazeta Esportiva

10 março 2018

Hugo Calderano chega à semifinal inédita no Aberto do Qatar

(Foto: Divulgação/ITFF)
Hugo Calderano conquistou uma marca inédita na carreira neste sábado (10). O mesatenista chegou à semifinal do Aberto de Qatar, um torneio de nível platinum, equivalente a um Grand Slam no tênis, fase que ele jamais havia alcançado. Na disputa pelo título, ele é o único atleta que não é chinês.

A caminhada de Calderano até a semi é admirável. Em um torneio de alto nível, onde 15 dos 16 melhores mesatenistas do ranking mundial participaram, o brasileiro não teve vida fácil. Pelas oitavas de final, o alteta de 21 anos encarou logo o número 1 do mundo, o alemão Timo Boll. Mesmo com o favoritismo ao lado de Boll, Calderano surpreendeu e venceu por 4 sets a 1 para o brasileiro, com parciais de 11/9, 11/9, 11/8, 7/11 e 12/10.

Jogando bem contra o líder do ranking, sem passar sufoco e conseguindo dominar o adversário mesmo em uma partida marcada pelo equilíbrio, Calderano ganhou moral para encarar as quartas. Contra o japonês prodígio, Tomokazu Harimoto, de apenas 15 anos, mais uma vez o brasileiro teve ótimo desempenho. A vitória veio sem nenhum set perdido e com parciais de 11/5, 11/6 e 11/6.

Na semifinal, o brasileiro encara o chinês Lin Gaoyuan, quarto do mundo. No outro lado da chave, os compatriotas chineses Fan Zhendong, número 2 do mundo e Xu Xin, que ocupa a quinta posição da lista se enfrentam. As disputas acontecem ainda neste sábado (10).


Fonte:Gazeta Esportiva

09 março 2018

Tênis de Mesa: Hugo Calderano bate líder do ranking no Aberto do Qatar

Mesatenista brasileiro fez história ao vencer alemão Timo Boll por 4 a 1

Foto:Divulgação
O Brasil acaba de fazer história no Tênis de Mesa mundial. Na tarde desta sexta-feira, o mesatenista brasileiro Hugo Calderano encarou o alemão Timo Boll pelas oitavas do Aberto do Qatar. Apesar do adversário ser o líder do ranking mundial, Calderano não tomou conhecimento e venceu por 4 a 1.

Com parciais de 11/9, 11/9, 11/8, 7/11 e 12/10, Hugo Calderano venceu mais um importante duelo na etapa qatari de Tênis de Mesa: na fase anterior, Calderano já havia vencido o sul-coreano Lim Jonghoon, 45º do mundo, por 4 sets a 1.

- Foi muito importante começar bem no jogo, começar com 3-0 foi vital. Busquei ser agressivo desde o começo, mas sabia que ele se adaptaria e aumentaria o ritmo também. No fim no quinto game eu passei a focar em cada ponto, e não no placar final, mas obviamente sabia que cada ponto era importante para a vitória.

Hugo voltará a jogar neste sábado, a partir das 8h da manhã (de Brasília), quando enfrenta o japonês Tomokazu Harimoto, número 12 do mundo, pelas quartas de final.


Fonte:Lance

07 março 2018

Brasil é campeão por equipes do Latino-Americano de tênis de mesa

 (Foto: Divulgação/ITTF)
Nesta quarta-feira, em Havana, o Brasil se sagrou campeão latino-americano no tênis de mesa por equipes, tanto no feminino como no masculino. Favoritos no torneio continental, os brasileiros fizeram ótimas campanhas até os títulos. Comandado por Hugo Hoyama, no time feminino estão Bruna Takahashi, Lin Gui e Jessica Yamada, e no masculino Victor Monteiro, Eric Jouti e Victor Ishiyl.
Para chegar à final, na terça-feira, as meninas disputaram a semi contra a República Dominicana e fizeram 3 a 1 na série. Lin Gui abriu a vantagem ao vencer Eva Brito por 3 a 1 (8×11 – 11×7 – 13×11 – 11×3). Mas logo em seguida, a melhor brasileira, Bruna Takahashi foi surpreendida por Esmerlyn Castro, perdendo por 3 sets a 2 (8×11 – 6×11 – 11×6 – 11×5 e 10×12). Pelas duplas, Jessica Yamada e Lin Gui bateram Castro e Ortiz por 3 a 0 (11×8, 11×3 e 11×8). Fechando a vitória, Yamada superou Eva Brito por 3 sets a 0, classificando o Brasil à final. (11×3 – 11×3 – 13×11).

A final diante da Argentina não foi nenhum problema para as brasileiras fazerem 3 a 0. Lin Gui atropelou Camila Arguelles por 3 sets a 0. Bruna Takahashi sofreu para superar Ana Codina, por 3 sets a 2. Jessica Yamada e Lin Gui confirmaram o título em cima de Candela Molero e Camila Arguelles, vencendo por 3 a 0.

Já o caminho dos meninos teve os donos da casa na semifinal. Com apoio da torcida, os cubanos deram trabalho ao time do Brasil, mas foi superado por 3 a 2. Abrindo a disputa, Vitor Ishiy derrotou Jorge Campos por 3 a 2. Em seguida, Eric Jouti bateu Livan Martinez por 3 a 1, o que parecia já encaminhar a classificação. No entanto, pelas duplas, Juan Rondon e Livan Martinez não tomaram conhecimento de Thiago Monteiro e Vitor Ishiy, e ganharam por 3 a 0. Os cubanos empataram com Jorge Campos superando Thiago Monteiro por 3 a 2. Na partida final, Eric Jouti venceu Juan Rondon, por 3 a 1 e levou o país à final.

Contra o Chile, Brasil confirma ótima fase e leva o título por 3 a 1. Os brasilieros começaram muito bem, abrindo 2 a 0 com Victor Ishiy superando Manuel Moya por 3 sets a 0 e, logo depois, Eric Jouti repetiu o placar de 3 a 0 em cima de Jaime Felipe Olivares. Porém, nas duplas, Thiago Monteiro e Victor Ishiy sofreram a virada para Gomez e Moya e perderam por 3 a 2. Mais uma vez, Eric Jouti conseguiu fechar a série, vencendo Gomez em jogo difícil.

Os atletas brasileiros continuam participando do torneio, nas categorias individual ou duplas. O próximo compromisso da Seleção Brasileira é no Mundial de Tênis de Mesa, na Suécia, do dia 29 de abril ao 6 de maio.


Fonte:Gazeta Esportiva

05 março 2018

Brasil vai às semis no Campeonato Latino-Americano de tênis de mesa

 (Foto: Divulgação/COB)
Confirmando a boa fase, o tênis de mesa brasileiro participa do Campeonato Latino-Americano e tanto no feminino como no masculino por equipes, disputará as semifinais. Com início neste domingo (4), o torneio acontece na cidade de Havana, em Cuba. Ambos venceram todos confrontos e avançaram com 3 a 0.

No feminino, a equipe enfrentou o México. Bruna Takahashi, Lin Gui e Jessica Yamada tiveram poucas dificuldades para bater as adversárias. No jogo de duplas, quando Lin Gui e Jessica Yamada enfrentaram Alejandrina Mendez e Marbella Aceves, com parciais de 11/5, 11/3, 7/11 e 11/6. Em seguida, contra as donas da casa, duas vitórias tranquilas de Bruna Takahashi e Jessica Yamada no individual e um susto nas duplas: Lin Gui e Jessica Yamada tiveram dificuldade, mas superaram Idalys Lovet e Shelly Machado por 3 sets a 2 (9/11, 11/4, 11/9, 9/11 e 11/2), garantindo a classificação.

Já no masculino, Eric Jouti, Vitor Ishiy e Thiago Monteiro atropelaram a Guiana, vencendo todos os sets contra Christopher Franklin, Shemar Britton e Nigel Bryan, no individual e nas duplas. Depois tiveram mais vida fácil diante da República Dominicana, formada por Emil Santos, Samuel Galvez e Isaac Vila.

Os jogos das semifinais de equipes serão disputados na terça-feira (6). O Brasil aguarda os confrontos das quartas de finais para saber quem serão seus adversários na próxima fase.


Fonte:Gazeta Esportiva

28 fevereiro 2018

Brasil alcança posições inéditas no ranking mundial do tênis de mesa

 (Foto: Twitter/CBTM)
O Brasil vive uma boa fase no tênis de mesa e alcança duas marcas inéditas no esporte nacionalmente. Hugo Calderano, com apenas 21 anos, subiu no ranking e ocupa a 15ª posição, a melhor para um brasileiro na história. O outro feito conquistado foi o top 10 mundial no ranking de equipes masculino.
A subida no ranking veio após o país ficar entre os oito melhores da Copa do Mundo, que aconteceu na última semana, em Londres. A equipe passou da primeira fase em primeiro lugar, desbancando Hong Kong, que é a sétima do mundo. Os alemães lideram, seguidos pela China.

O time brasileiro tem um compromisso a partir de 29 de abril no Mundial de Equipes, que acontece em Halmstad, na Suécia, e vai até dia 6 de maio. O grupo do Brasil conta com a China, Portugal, Rússia, República Tcheca e Coreia do Norte.

Gustavo Tsuboi acredita no time brasileiro. “Acho que não existe nenhum grupo fácil, todos têm equipes muito fortes. Acredito que a nossa equipe tem condições de disputar as primeiras colocações do Mundial. Fizemos uma boa campanha na Copa do Mundo. O Hugo (Calderano) está com um nível muito bom de jogo. Eu também consegui jogar muito bem esta competição e estou adquirindo um bom ritmo de jogo e o Eric (Jouti) vem evoluindo bastante”, disse.


Fonte:Gazeta Esportiva

27 fevereiro 2018

Hugo Calderano assume 15ª posição no ranking mundial de tênis de mesa

Marca é a melhor já conquistada por um brasileiro. Aos 21 anos, atleta é listado entre os 15 maiores do mundo na modalidade pela lista da Federação Internacional

Hugo Calderano é o 15º melhor atleta do mundo no tênis de mesa (Foto: ITTF/Divulgação)
O brasileiro Hugo Calderano, atleta do tênis de mesa, conquistou a 15ª posição do ranking mundial divulgado pela Federação Internacional. Hugo voltou a atingir a melhor marca do país na história da modalidade. A classificação é liderada pelo alemão Timo Boll, que está com 15.705 pontos, pouco à frente do chinês Zhendong Fan.

Vale lembrar que o mesa-tenista foi medalhista de bronze nos Jogos da Juventude em 2014, ganhou o ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2015, quebrando o tabu de 20 anos, e conquistou a 9ª colocação na Olimpíada do Rio 2016. Na Copa do Mundo por equipes, semana passada, Hugo conseguiu boas vitórias, que levaram a seleção brasileira ao quinto lugar na tabela de classificação. Em janeiro, o atleta já tinha conseguido um grande feito ao chegar na semifinal do Aberto da Hungria, torneio que reuniu os principais jogadores do mundo.
O Brasil tem outro dois mesa-tenistas no grupo dos cem melhores. Gustavo Tsuboi subiu de 66º para 47º, enquanto Eric Jouti passou de 92º para 85º.


Fonte:Lance
 
Back To Top