Atividade Esporte News: Vôlei de Praia
⚽Notícias
Mostrando postagens com marcador Vôlei de Praia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Vôlei de Praia. Mostrar todas as postagens

11 outubro 2018

Ana/Rebecca e Bárbara/Fernanda vencem em Yangzhou

(Foto: FIVB)
Duas parcerias brasileiras levaram a melhor e estrearam com saldo positivo na primeira rodada da fase de grupos da etapa chinesa de Yangzhou, do Circuito Mundial de vôlei de praia. Ana Patrícia e Rebecca, além das fluminenses Bárbara Seixas e Fernanda Berti, conseguiram vencer, nesta quinta-feira.

Depois da qualificação, Ana e Rebeca venceram as letãs Kravcenkova e Garudina em dois sets diretos, com parciais de 21/13 e 21/11. Cabeça-de-chave número um, a dupla formada por Bárbara e Fernanda, por sua vez, superaram as donas da casa B Bai e Yuan Levwen por 2 sets a 1 (19/21, 21/16 e 15/11).

Com isso, a sexta-feira terá duelo das representantes do verde e amarelo, que lutam pela liderança do grupo A. “Sabemos que poderíamos ter jogado melhor, mas esta foi a primeira vez que enfrentamos este time chinês, que é jovem e habilidoso. Começamos com um ritmo mais lento no primeiro set, nosso saque e nossa defesa não estavam funcionando conforme gostaríamos”, analisou Bárbara. “No segundo set pressionamos mais e o saque entrou, o que nos deu confiança para levar ao tiebreak e estrear com vitória”.

Os outros grupos do Brasil foram derrotados em duelos difíceis. Todos embates terminaram no terceiro set. Josi e Lili foram superadas pelas norte-americanas Flint e Day, com parciais de 21/15, 21/23 e 13/15. Agora, elas encaram as donas da casa Lin e Zhu Lingdi, na repescagem.

Ângela e Carol Horta sofreu revés pelas também representantes dos EUA, vendo parciais de 19/21, 21/18 e 9/15. O próximo compromisso da dupla é com as holandesas Stubbe e Van Iersel.

Tainá e Victoria também amargaram derrota. Elas perderam para as suíças Huberli e Betschart por 2 sets a 1 (15/21, 21/14 e 7/15). Adiante, as brasileiras encaram as japonesas Murakami e Ishii. Por fim, Maria Clara/Elize Maia perdeu para a dupla chinesa Wang/Xue com parciais de 21/19, 17/21 e 10/15. Agora, a parceria precisa vencer as holandesas Sinnema e Bloem para continuarem na etapa.


Fonte:Gazeta Esportiva

15 setembro 2018

Hevaldo e Arthur Lanci coroam campanha perfeita em Palmas com título

(Foto: Ana Patrícia/Inovafoto/CBV)
Dominantes desde que entraram em quadra, Hevaldo e Arthur Lanci (CE/PA) encerraram a primeira etapa do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia, em Palmas, com título (TO). A dupla precisou de 43 minutos para vencer o campeão olímpico Alison e seu companheiro André Stein (ES) por 2 sets a 0, com parciais de 25/19 e 25/15.

Com o resultado, Hevaldo e Arthur deixam a etapa de Palmas sem perder um set sequer. Além disso, a dupla embolsa R$ 45 mil e sai na frente na classificação geral do Circuito, cuja próxima etapa será entre 24 e 28 de outubro em Vila Velha (ES).

O veterano Hevaldo, muito importante para a vitória principalmente no bloqueio, dividiu o mérito com o parceiro. “Fui feliz no bloqueio, mas principalmente pelo fato do Arthur me ajudar muito. Ele se posiciona muito bem na defesa, fica muito bem definido o espaço de cada um”, elogiou Hevaldo. “Começar a temporada com um título é maravilhoso e motiva muito”.

Já o jovem Arthur, de 22 anos, atribuiu o título ao entrosamento e ao treinamento. “Estamos muito bem entrosados, o que é fruto do nosso treinamento. A felicidade é enorme com este título e agora só temos que comemorar”, afirmou o atleta.

Thiago e George conquistam o bronze

Antes de Hevaldo e Arthur Lanci conquistarem a medalha de ouro da etapa de Palmas, Thiago e George (SC/PB) conquistaram o terceiro lugar. Em 48 minutos, a dupla venceu Eduardo Davi e Adrielson (PR) por 2 sets a 0, com duplo 21/19.

George valorizou a medalha de bronze e elogiou o circuito brasileiro. “Todo pódio é bom, independente se você está bem ou não. Mas quando você teve adversidades durante a semana e supera isso, é ainda melhor. Ainda mais se tradando do circuito mais difícil do mundo, é bom ver que o nosso trabalho está dando certo”.


Fonte:Gazeta Esportiva

Hevaldo/Lanci e Alison/André decidem primeira etapa do Brasileiro

(Foto: CBV)
Falta pouco para saber quem é a parceria campeã da primeira etapa do Open do Circuito Brasileiro de vôlei de praia 2018/2019. Isso porque os capixabas Alison e André entram em quadra contra Hevaldo e Arthur Lanci ainda neste sábado, depois de levarem a melhor em cima de Thiago e George por  2 sets a 0 (21/15 e 21/19), mais cedo em Palmas (TO).

“Estamos ainda aprendendo a jogar um com o outro, mas nossa comunicação em quadra está fluindo melhor. É importante o Circuito Brasileiro para o nosso entrosamento”, destaca André. “Fico feliz em chegar logo na final. A minha namorada até me lembrou que nas duas últimas temporadas eu venci a etapa inaugural, então, tenho mais um objetivo aí”, finalizou, entre risos.

Para chegar à decisão, Hevaldo e Arthur Lanci superaram a parceria paranaense de Eduardo Davi e Adrielson também em dois sets diretos, com parciais de 21/15 e 21/18. “Nosso sistema defensivo está encaixado, acho que nosso treino em conjunto tem feito a diferença, pois estamos jogando de igual para igual contra qualquer time”, explicou Arthur.

A disputa pelo terceiro lugar ficou entre Thiago e George e Eduardo e Adrielson. Eles, por sua vez, entram para a briga do bronze às 19h.


Fonte:Gazeta Esportiva

24 agosto 2018

Ricardo e Álvaro Filho reeditam dupla no vôlei de praia

(Foto: Divulgação)
Após o fim da parceria com Guto, Ricardo já arrumou uma nova dupla no vôlei de praia. E trata-se de um velho conhecido, Álvaro Filho, com quem o campeão olímpico de Atenas, em 2004, já havia jogado junto e, inclusive, foi vice-campeão Mundial em 2013. O objetivo é a formação de uma parceria competitiva, com foco no Circuito Brasileiro e na corrida pela vaga nas Olimpíadas.

“Tivemos nossa primeira formação em 2013, onde fomos vice-campeões do mundo. Acredito que possamos voltar a formar essa equipe vencedora. Nosso principal objetivo neste momento é formar uma equipe forte, não só de atletas, mas sim com toda a nossa comissão técnica”, apontou Ricardo, que mantém o apetite mesmo aos 43 anos de idade, como publicado pelo Globoesporte.com.

Álvaro Filho estava jogando ao lado de Saymon, com que se tornou campeão do Circuito Brasileiro de 2016/2017, quando alcançaram o recorde de impressionantes 11 pódios consecutivos, algo que não acontecia desde a criação do torneio em 1991.

“Estou muito empolgado. Ele realmente é um jogador que dispensa apresentação. Sempre está surpreendendo e se reinventando. Estou muito motivado em jogar ao lado de uma lenda em atividade”, completou Álvaro.

A formação da dupla Ricardo/Álvaro Filho, portanto, aumenta o número te mudanças no vôlei de praia nacional em 2018. A modalidade termina o ano totalmente reformulada, já que, em maio, quatro duplas já haviam se separado. Ainda há a expectativa de que, em breve, Guto e Saymon também confirmem parceria.

Confira as principais parcerias do Brasil na atualidade:

Alison e André

Evandro e Vitor Felipe

Bruno Schmidt e Pedro Solberg

Thiago e Jorge

Ricardo e Álvaro Filho


Fonte:Gazeta Esportiva

20 agosto 2018

FIVB confirma título geral da temporada para Ágatha/Duda

 (Foto: Divulgação/FIVB)
Campeãs no último domingo do World Tour Finals, etapa mais importante do ano no vôlei de praia mundial, Ágatha e Duda tiveram mais motivos para comemorar nesta segunda-feira. A Federação Internacional de Voleibol também confirmou para a dupla o título do Circuito Mundial 2018, que soma pontos de todos os torneios realizados no ano. De quebra, a sergipana Duda quebrou um recorde que durava 23 temporadas.

Duda, de 20 anos, tornou-se a atleta mais jovem a vencer o tour do vôlei de praia. O recorde até então era da campeã olímpica Sandra Pires, que em 1995 conquistou o tour com 21 anos. A competição, no naipe feminino, acontece desde 1992. Duda celebrou a marca, mas destacou a importância do triunfo em equipe.

“Fico feliz por essa marca, é uma honra enorme, mas a maior alegria é pela conquista em grupo. Isso é tão especial. Acho que todo jovem que começa a jogar vôlei de praia sonha com um título como esse. Ágatha e eu conseguimos isso graças ao esforço da nossa comissão técnica, dos profissionais que trabalham conosco. Só tenho que valorizar o trabalho dessas pessoas, agradecer. Trabalho e o companheirismo talvez sejam as palavras que resumem essa conquista. A gente recorda os treinamentos intensos, as dores e notamos quanto foi difícil para chegar lá, mas quão gratificante também é ter as metas alcançadas”, afirmou.

Ágatha e Duda disputaram 10 torneios no Circuito Mundial 2018, tendo conquistado um ouro (Itapema, Brasil), uma prata (Moscou, Rússia) e um bronze (Varsóvia, Polônia), além de outras duas semifinais. Regularidade que fez com que as brasileiras atingissem 5.480 pontos.

A medalhista olímpica Ágatha celebrou a conquista e também lembrou-se das dificuldades no caminho, inclusive com mudança na comissão técnica durante o meio da temporada.

“De fora, muitos podem pensar que foi um ano perfeito. E não acho que foi um ano perfeito, ao contrário, foi um ano de muitas dificuldades. Uma delas foi a mudança de técnico, que é uma figura importantíssima num grupo. Trocar essa liderança não é simples, pela profissional que é a Letícia (Pessoa) e por tudo que vivemos com ela, foi bastante difícil. Mas a chegada do Marco Char também foi um momento de alegria, uma injeção de gás em nossa dupla, de nos unirmos ainda mais pelos objetivos traçados”, disse Ágatha.

Se Duda conquista seu primeiro título do Circuito Mundial na carreira, Ágatha se torna bicampeã, pois já havia vencido em 2015, ao lado de Bárbara Seixas. A paranaense comentou a diferença das duas conquistas e destacou seguidamente a participação da comissão técnica, familiares, patrocinadores e apoiadores no título.

“Vencer algo deste tamanho só é possível com um trabalho conjunto, com apoio de uma comissão técnica excelente, da família, dos nossos patrocinadores, do Comitê Olímpico do Brasil e da Confederação Brasileira de Voleibol. É para mim, especialmente, é um momento bastante diferente do qual eu vivi no primeiro título, com a Bárbara, em 2015. Olho para dentro e acredito que estou conseguindo me reinventar, evoluir como atleta. Entendendo meu papel dentro da equipe, de ser mais experiente, de ajudar a Duda. Claro que temos os momentos de dificuldade, tudo isso é natural. Mas nunca existiu dúvida em nosso time, no projeto. É um momento recompensador. Ver que essa dedicação que dei e recebi, junto da Duda, deu resultado logo em nosso segundo ano, é motivo de muita alegria”.

A terceira posição do ranking geral do naipe feminino também ficou com o Brasil, com Carolina Solberg e Maria Elisa, que somaram 5.120 pontos. Fernanda Berti e Bárbara Seixas também encerraram no ‘top 10’, em oitavo, com 4.840 pontos.

O próximo desafio das campeãs acontece em setembro, quando começa a temporada 2018/2019 do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia, em Palmas, no Tocantins. Até lá, Duda e Ágatha terão um breve descanso.


Fonte:Gazeta Esportiva

19 agosto 2018

Ágatha/Duda bate dupla tcheca e vence Torneio dos Campeões

(Foto: Divulgação/FIVB)
Na manhã deste domingo, a dupla brasileira Ágatha e Duda enfrentou as tchecas Hermannova e Slukova pela decisão do Torneio dos Campeões de Vôlei de Praia e conquistou o título ao vencer por 2 sets a 0, com parciais de 21/15 e 21/19. Além do troféu, as brasileiras ainda faturaram R$500 mil, maior prêmio da história desse esporte.

Na edição passada do torneio realizado em Hamburgo, na Alemanha, as brasileiras conquistaram a medalha de prata, e na visão de Ágatha, o ouro este ano foi fruto de um trabalho realizado ao longo de todo o ano.

“É uma ótima sensação finalmente conseguir subir no lugar mais alto do pódio em Hamburgo…A vitória hoje marca uma temporada muito boa para nós, ao mesmo tempo que nos preparamos para o futuro”, disse.

O próximo grande desafio da dupla será o Campeonato Mundial, que, entre os dias 28 de junho e 7 de julho de 2019, reunirá 48 duplas das categorias masculina e feminina também em Hamburgo, na Alemanha.

Outra dupla brasileira que participou do torneio foi Maria Elisa e Carol, que foi eliminada na semifinal justamente para as campeãs. Na disputa pelo terceiro lugar, as brasileiras enfrentaram as australianas Artacho del Solar e Clancy, e claramente desgastadas fisicamente, acabaram sendo derrotadas no tie-break.


Fonte:Gazeta Esportiva

18 agosto 2018

Maria Elisa e Carol se garantem na semi; Ágatha/Duda jogam quartas

(Foto: Divulgação/FIVB)
O dia do Brasil no Finals do Circuito Mundial de vôlei de praia, em Hamburgo, na Alemanha, começou com o pé direito. Maria Elisa e Carol Solberg bateram as alemãs Julia Sude e Chantal Larboureou e garantiram o primeiro lugar da chave, passando direto à semifinal, que acontece neste domingo. Ágatha e Duda também levaram a melhor, superando as tchecas Barbara Hermannova e Marketa Slukova, mas ficaram em segundo do grupo e jogarão as quartas de final ainda neste sábado.

Maria Elisa e Carol venceram as alemãs por 2 a 0, parciais de 23/21 e 21/17.” Esse torneio é um desafio gigantesco. Cada jogo é como e fosse uma final. São as melhores duplas, todo mundo se conhece muito, então precisamos estar ainda mais focadas, concentradas e prontas para nos adaptar a todas as situações que as partidas exigem. As vezes nosso planejamento tático funciona, as vezes não. Então a cabeça precisa estar sempre atenta para mudar a estratégia”, destacou Maria Elisa.

A outra dupla brasileira, Duda e Ágatha começaram o jogo muito bem, dominando as tchecas e fechando o primeiro set com tranquilidade. Mas, na segunda parcial, as europeias reagiram e empataram a partida. O tie-break foi equilibrado e decidido no fim. Com uma vantagem que variava entre dois e três pontos, Duda e Ágatha viram as rivais encostarem, mas finalmente fecharam a partida em 15 a 13, para garantir a classificação. Placar final: 21/16, 19/21 e 15/13.

Ainda neste sábado, elas enfrentam as alemãs Julia Sude e Chantal Larboureou, que ficaram em terceiro na outra chave. A vitória vale uma vaga na semifinal.


Fonte:Gazeta Esportiva

15 agosto 2018

Duplas brasileiras estreiam com vitória no Torneio dos Campeões

Ágatha e Duda também venceram seu confronto e estrearam com vitória (Foto: FIVB)
As duplas brasileiras estrearam com 100% de aproveitamento nesta quarta-feira no Torneio dos Campeões de Vôlei de Praia, realizado em Hamburgo, na Alemanha. Únicas representantes do país na competição que reúne as dez melhores parcerias do ranking mundial, Maria Eliza/Carol Solberg e Ágatha/Duda venceram seus respectivos jogos e mantiveram vivas as chances de título.

As primeiras a entrarem na areia foram Maria Elisa e Carol Solberg, que mediram forças com as americanas Hughes e Summer. Apesar do início irregular, a dupla brasileira conseguiu ainda no primeiro set virar as principais bolas para garantir a parcial por 24/22. No segundo, o ritmo intenso foi a marca da partida, na qual a dupla formada pelas brasileiras conseguiu administrar a vantagem e vencer novamente o set, dessa vez por 21/18.

Após o triunfo, Carol exaltou a dupla adversária e comemorou muito a atuação que melhorou ainda dentro da partida. “Tivemos alguns problemas no início do jogo, mas entendemos as coisas e encontramos um bom ritmo. Elas são uma grande dupla e estão em ótima forma, enquanto nós realmente queremos fazer o nosso melhor aqui. Todo jogo aqui é final”, disse a atleta, que junto com Maria Eliza terá pela frente as canadenses Bansley e Wilkerson.

Já Ágatha e Duda, que jogaram depois, tiveram mais dificuldades que as compatriotas e confirmaram a vitória apenas no tie-break. Depois de perder a primeira parcial por 19/21, as brasileiras se recuperaram e venceram por 21/17 a segunda. No set decisivo, ainda conseguiram bater as rivais alemãs Schneider e Bieneck 17 a 15 e mantiveram o posto de líderes do ranking mundial. O próximo duelo das duas será nesta quinta-feira contra as canadenses Humana Paredes e Pavan.

“Esse torneio é incrível. São os dez melhores times do mundo. A chave é diferente, são dois grupos de cinco, então já muda um pouco. Cada jogo é um desafio. Um jogo por dia dá tempo de estudar, treinar com calma. Estou muito feliz de estar aqui”, ressaltou Duda após a partida.


Fonte:Gazeta Esportiva
 
Back To Top