Atividade Esporte News: Vôlei
⚽Notícias
Mostrando postagens com marcador Vôlei. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Vôlei. Mostrar todas as postagens

06 dezembro 2018

Bauru começa bem, sofre no fim, mas vence Curitiba pela Superliga

(Foto: Reprodução/Twitter oficial/Sesi Bauru)
Nesta quinta-feira, no Ginásio da Universidade Positivo, em Curitiba, a equipe da casa recebeu o Sesi Vôlei Bauru pela sexta rodada do primeiro turno da Superliga feminina. Melhor para as visitantes, que venceram por 3 sets a 1, com parciais de 25/19, 25/17, 24/26 e 25/23.

Com o resultado, a equipe paulista conseguiu a segunda vitória na disputa, em campanha que tem também três derrotas, somando agora sete pontos na tabela de classificação.

Já o time de Curitiba viu sua sequência de três triunfos consecutivos ser interrompida, tendo agora, no torneio, três vitórias, três reveses e 10 pontos conquistados na tabela.

Na próxima rodada da competição nacional, o Bauru recebe, no Ginásio Panela de Pressão, a equipe do Brasília, às 20h30 (horário de Brasília) da terça-feira seguinte. Já o Curitiba vai em busca da recuperação fora de casa, contra o Pinheiros, no mesmo dia às 20h00.

Nos dois primeiros sets no Ginásio da Universidade Positivo, só deu Bauru. Se, na primeira parcial, o Curitiba ainda conseguiu manter o equilíbrio das ações no início da rodada, no set seguinte a equipe paulista liderou com boa vantagem do início ao fim: parciais respectivas de 25/19 e 25/17.

No terceiro set, o bloqueio das mandantes passou a funcionar, assim como todo o plano ofensivo da equipe em geral. Atrás no placar, as visitantes até chegaram a cortar a diferença das rivais em um ponto na parcial, mas não conseguiram alcançar a reação: 26 a 24 para o Curitiba.

No quarto e último set, o Bauru novamente passou por dificuldades, mas diferentemente da rodada anterior, conseguiu fechar com a vitória e decretar seu triunfo no confronto.

01 dezembro 2018

Corinthians derrota Maringá e vence a primeira na Superliga

Foto:Fernando Dantas/Gazeta Press
Na tarde deste sábado, o Corinthians/Guarulhos recebeu o Maringá, no Ginásio da Ponte Grande, pela 7ª rodada da Superliga Masculina de Vôlei, e venceu por 3 sets a 0, com parciais de 25/20, 25/22 e 26/24. Após seis derrotas consecutivas, o Timão consegue a primeira vitória na competição e sai da zona de rebaixamento, na 10ª colocação, com 4 pontos. Já os paranaenses chegam ao quarto resultado adverso, além dos três triunfos.

Os destaques da equipe do Parque São Jorge foram Diogo, com 17 pontos no ataque, Nicolas, com 11, e Victor, com 8. Pelos derrotados, o maior pontuador foi Daniel Oliveira, com 15 pontos.

O primeiro set foi marcado pela ampla superioridade da equipe da casa. Com boa atuação de Diogo e Nicolas, o Corinthians não encontrou dificuldades para vencer por 25 a 20. O segundo set seguiu parecido com o inicial. Os mandantes ditaram o ritmo da partida, e conseguiram o triunfo por 25 a 22.

Já no último set, o Timão construiu uma boa vantagem no placar, porém os visitantes conseguiram virar o jogo. O time da casa persistiu, conseguiu novamente tomar a frente do marcador e venceu por 26 a 24.

Na próxima rodada o Corinthians encara o Caramuru, na Arena Multiuso, em Ponta Grossa, Paraná, no dia 8 de dezembro, sábado, às 20h (de Brasília). Já o Maringá recebe o Vôlei Renata, no Ginásio Chico Neto, no mesmo dia, às 18h (de Brasília).

Confira outros resultados deste sábado pela Superliga:

Minas 0 x 3 Sesi-SP (30/32, 22/25 e 17/25)
Vôlei Renata 3 x 2 Vôlei Ribeirão (37/35, 25/18, 27/29, 24/26 e 15/9)
Funvic 3 x 2 Sesc-RJ (25/19, 15/25, 25/23, 23/25 e 15/10)


Fonte:Gazeta Esportiva

24 novembro 2018

Sesc-RJ e Sesi mantêm invencibilidade e lideram a Superliga Masculina

 (Foto: Reprodução/Facebook)
As campanhas de Sesc-RJ e Sesi-SP na Superliga Masculina de vôlei continuam irretocáveis. São seis vitórias e 100% de aproveitamento na competição. A única vantagem da equipe carioca, fator que lhe dá a liderança na classificação, é o saldo de sets.

Na noite deste sábado, o Sesc-RJ não teve vida muito fácil contra o Fiat/Minas. Levou um susto no primeiro set, com muitos erros em quadra, mas se superou e venceu em casa por 3 sets a 1, com parciais de 16/25, 25/19, 25/23 e 25/22.

“Foi uma vitória difícil, conseguimos virar, então é um jogo importante. Temos muito a crescer. Toda partida buscamos aprendizado, vamos batalhando para construir as vitórias “, disse Djalma, o melhor em quadra, ao Sportv

Já o Sesi recebeu e venceu o São Judas por 3 sets a 0, com parciais de 25/21, 25/17 e 25/17 para continuar invicto na competição. Por outro lado, o São Judas venceu apenas uma vez e agora chegou a cinco derrotas. O Sesi volta à quadra no dia 1º de dezembro (um domingo) visitando o Minas, enquanto o São Judas só volta a jogar no dia 6 diante do Cruzeiro.

O primeiro set começou bastante equilibrado apesar do resultado incontestável. O São Judas disputou ponto a ponto com o Sesi até os momentos finais da primeira parcial, quando o time da casa conseguiu uma arrancada e venceu por 25 a 21.

No segundo set, novamente o time visitante começou dificultando a vida do líder da competição. No entanto, contando com uma espetacular arrancada de sete pontos seguidos, que terminou com placar de 20 a 12, o Sesi abriu vantagem e fechou o segundo set em 25 a 17, ficando a uma parcial da vitória.

Ao contrário do que aconteceu no restante do jogo, o Sesi teve vida mais fácil no terceiro set. A equipe da casa abriu vantagem logo no início, inclusive marcando seus cinco primeiros pontos em sequência. Com a vantagem confortável, foi questão de tempo para o Sesi consumar a vitória por novo 25 a 17, fechando o jogo em 3 a 0.

Corinthians-Guarulhos reage, mas perde no quinto set

Também neste sábado, o Corinthians-Guarulhos demonstrou poder de reação, mas não conseguiu evitar a derrota para o Vôlei Ribeirão por 3 sets a 2. Depois de perder os dois primeiros sets por 25 a 21 e 25 a 23, o Timão se recuperou e empatou o duelo, vencendo as duas parciais seguintes por 25 a 21 e 25 17. No tie-break, no entanto, o time da casa venceu por 15 a 11 e venceu o jogo por 3 sets a 2.

Maringá vira sobre Caramuru; Itapetininga x Taubaté é adiado

No outro jogo já encerrado deste sábado, o Maringá recebeu o Caramuru e saiu atrás, mas virou e venceu por 3 sets a 1. Depois de perder a primeira parcial por 25 a 21, o time da casa conquistou três sets seguidos, por 25 a 20, 25 a 21 e 25 a 22 e chegou a três vitórias na Superliga Masculina.

Outro jogo programado para este sábado, o duelo entre Itapetininga e Taubaté foi suspenso. A forte chuva em Itapetininga causou goteiras na quadra, levando os times e o delegado da partida a decidirem pelo adiamento do confronto, que foi remarcado para o dia 19 de dezembro.


Fonte:Gazeta Esportiva

13 novembro 2018

Na liderança, Cruzeiro abre quarta rodada da Superliga contra Caramuru

(Foto: Agenciai7/Sada Cruzeiro)
Após a terceira rodada a Superliga Cimed masculina de vôlei 2018/2019 volta a ser disputada na próxima sexta-feira (16) com o confronto Sada Cruzeiro (MG) e Caramuru Vôlei (PR), que será às 20h, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG). As outras cinco partidas serão realizadas no sábado (17).

O time cruzeirense lidera a tabela, com 11 pontos e um jogo a mais, já que tem alguns jogos antecipados devido a sua participação no Campeonato Mundial de Clubes, no final do mês. A equipe comandada pelo técnico Marcelo Mendez tem cinco jogos e quatro vitórias acumuladas, e ainda tem os dois maiores pontuadores do campeonato até agora: o oposto Evandro e o central Isac. Os dois marcaram 56 pontos.

“O mais bacana de aparecer bem nas estatísticas é saber que estamos conseguindo ajudar a equipe. Claro que temos jogos a mais do que os outros times, mas estamos aproveitando disso para o grupo ganhar mais entrosamento e ir dando uma cara ao time. Sabemos do equilíbrio que vamos enfrentar ao longo de toda a Superliga Cimed e temos que estar prontos para isso”, afirmou o campeão olímpico, Evandro.

A terceira etapa deu destaques a outros campeões olímpicos. A seleção da rodada contou com o oposto Wallace e o central Maurício Souza, ambos do Sesc RJ, e o ponteiro Lucarelli, do EMS Taubaté Funvic (SP), além do ponteiro Sander e o central Le Roux, do Sada Cruzeiro, e o levantador Carísio, do Fiar/Minas (MG).

O francês Le Roux chegou a equipe do Sada Cruzeiro nesta temporada e já está adaptado ao voleibol brasileiro. O jogador é o melhor sacador da Superliga Cimed até agora, com 10 aces. O central também tem 10 pontos de bloqueio – assim como o central do São Judas Voleibol (SP), Diego, e o também central Luizinho, do Vôlei Renata (SP).

Em outras estatísticas, o ponteiro do Corinthians-Guarulhos (SP), Yago, é o primeiro colocado no aproveitamento de recepção, com 83% de positividade. Luizinho volta a aparecer como dono do melhor aproveitamento de ataque (69%).


Fonte:Gazeta Esportiva

11 novembro 2018

Vice-campeã da Supercopa, Paula Pequeno vê potencial do Osasco para evoluir

(Foto: Kléber A. Gonçalves/Inovafoto/CBV)
No encontro entre os campeões da Superliga e da Copa do Brasil, o Praia Clube levou a melhor. Na noite deste sábado, a equipe mineira venceu o Osasco por 3 sets a 1, com parciais de 27/29, 25/17, 25/22 e 25/23, conquistando o torneio pela primeira vez.

Com o vice-campeonato, o time paulista agora foca na disputa da Superliga feminina, que tem início marcado para esta terça-feira. E a ponteira Paula Pequeno fez questão de ressaltar o potencial de evolução da equipe.

“Já mostramos que somos uma equipe aguerrida, com jogadores de talento e muita margem para crescer. Ainda pecamos nos detalhes, como nesta Supercopa, e deixamos de aproveitar boas chances em momentos de definição. Precisamos de mais tempo de trabalho para adquirir maior maturidade, mas tenho certeza que vamos conseguir grandes resultados ao longo da temporada”, pontuou.

Mari Paraíba também aproveitou para enaltecer os pontos positivos do Osasco após uma partida disputada. “Já sabíamos da qualidade do Praia Clube e, na minha opinião, é uma equipe ainda mais bem estruturada do que a do ano passado, tem mais peças de trocas, e sabíamos que seria um jogo duro. Estamos vindo em um ritmo maçante, mas a nossa equipe está crescendo a cada jogo. A Hooker está voltando e ela foi bem depois de só cinco dias de treinamento. Ainda oscilamos muito durante o jogo, mas não podemos desanimar”, destacou a ponteira.

O Osasco estreia na Superliga 2018/19 na próxima sexta-feira contra o São Caetano. A partida será disputada no ginásio Lauro Gomes, casa do adversário, às 20h (de Brasília). A estreia no José Liberatti, diante de sua torcida, porém, será no dia 20 de novembro, em uma reedição da final do Campeonato Paulista, contra o Sesi Bauru a partir das 20h (de Brasília).


Fonte:Gazeta Esportiva

Fabiana destaca valor do título da Supercopa para sequência da temporada

Fabiana destacou importância do título (Foto: Kléber A. Gonçalves/Inovafoto/CBV)
O Praia Clube conquistou o título da Supercopa feminina de vôlei na noite do último sábado. Depois de um belo duelo, a equipe derrotou o Osasco por 3 sets a 1, com parciais de 27/29, 25/17, 25/22 e 25/23, sendo campeão do campeonato pela primeira vez.

Depois do confronto, que marcou o encontro do campeão da Superliga 2017/18 com o vencedor da Copa Brasil, a capitã do time mineiro, Fabiana, ressaltou o valor da conquista para a sequência da temporada.

“Sabemos das nossas dificuldades, ainda estamos nos encaixando, então sair com essa vitória hoje foi muito importante. É um resultado que dá mais confiança e o time vai ganhando uma cara. Viemos de um Campeonato Mineiro, onde saímos com um resultado não desejado, então, sair com essa vitória hoje nos dá um parâmetro que ainda temos muito o que melhorar, mas, ao mesmo tempo, de que estamos no caminho certo”, destacou.

Um dos destaques do duelo, a ponteira Fernanda Garay já direcionou o foco para a disputa da Superliga feminina 18/19, que terá início na próxima terça-feira, e na qual o Praia Clube defende o título.

“Todas as equipes se reforçaram, vai ser uma competição com muitas estrangeiras e não espero nenhum tipo de facilidade para o nosso lado. Nós vencemos no ano passado, mas é uma nova temporada, um novo grupo e precisamos escrever novamente a nossa história”, finalizou.


Fonte:Gazeta Esportiva

10 novembro 2018

Praia Clube bate Osasco e ganha título inédito da Supercopa

(Foto: Divulgação)
O Praia Clube conquistou a Supercopa de maneira inédita na noite deste sábado. Em Fortaleza, o time mineiro ganhou do Osasco por 3 sets a 1, com parciais de 27/29, 25/17, 25/22 e 25/23. Decidido em jogo único, o torneio é disputado entre os campeões da Superliga e da Copa do Brasil.

O primeiro set foi marcado por viradas. No início, o Praia Clube abriu vantagem que chegou a atingir quatro pontos. No entanto, o Osasco conseguiu se recuperar, virou o placar e se manteve à frente até a reta final, quando o Praia Clube conseguiu empatar e levar a disputa para pontos extras. No entanto, a vitória ficou com o Osasco por 29/27.

Assim como no primeiro set, o Praia Clube disparou na liderança no início da segunda parcial, mas novamente deixou o time de Osasco encostar. Mas desta vez o time de Uberlândia conseguiu abrir nova vantagem e aumentá-la até o final da parcial, vencida por 25/17.

Ao contrário do que aconteceu nas duas primeiras parciais, nenhuma das equipes conseguiu abrir boa vantagem no decorrer do terceiro set. Os times fizeram disputa equilibrada e se alternaram na liderança, mas ao final a vitória ficou com o Praia Clube, que venceu por 25/22.

O Osasco foi superior na primeira parte do quarto set, mas o Praia Clube conseguiu equilibrar as ações e buscou o empate por 17/17. Em um bloqueio de Carol e Fernanda Garay, o time de Uberlândia tomou a liderança ao fazer 22/21 e garantiu o título em um ponto de Michelle com um 25/23.


Fonte:Gazeta Esportiva

Vôlei Renata vence Taubaté e vai a três vitórias na Superliga Masculina

(Foto: Luciano Claudino/Vôlei Renata)
Na noite deste sábado, em jogo válido pela Superliga Masculina de Vôlei, o Vôlei Renata recebeu e venceu o Funvic Taubaté com certa facilidade. À exceção do segundo set, o time da casa foi superior durante o jogo e venceu por 3 a 0, com parciais de 25/16, 26/24 e 20/20.

Foi a terceira vitória do Vôlei Renata em quatro jogos na competição. Por outro lado, o Taubaté perdeu sua invencibilidade de dois jogos. Ambas as equipes voltam à quadra no próximo sábado, quando o Vôlei Renata visita o Sesi e o Taubaté recebe o São Judas.

A equipe de Campinas teve vida fácil no primeiro set. O Vôlei Renata abriu vantagem considerável logo nos primeiros pontos e foi a ampliando até o final da parcial, vencida sem dificuldades por 25 a 16.

Se o primeiro set foi marcado pelo desequilíbrio, o segundo foi completamente o oposto. O Taubaté equilibrou o confronto e disputou ponto a ponto com o Vôlei Renata até o final. No entanto, o time da casa novamente levou a melhor, venceu por 26 a 24 e ficou a um set da vitória.

O equilíbrio da segunda parcial voltou à quadra na terceira. As duas equipes disputaram ponto a ponto até a metade do set. O Taubaté chegou a ter vantagem de 14 a 13, mas o Vôlei Renata emplacou sequência de cinco pontos e manteve a vantagem até o final da parcial, que venceu por 25 a 20.


Fonte:Gazeta Esportiva
 
Back To Top