Atividade Esporte News: WEC
⚽Notícias
Mostrando postagens com marcador WEC. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador WEC. Mostrar todas as postagens

14 outubro 2018

Toyota de Kobayashi, Conway e Lopez vence no Japão

M.Conway, K.Kobayashi, J.M.Lopez
A Toyota assegurou outro desempenho dominante no Campeonato Mundial de Endurance (WEC), nas 6 Horas de Fuji. A vitória ficou com Kamui Kobayashi, Mike Conway e Jose Maria Lopez, primeira deles na temporada.

Largando em oitavo, debaixo de chuva, o bólido nº 7 passou para segundo após duas voltas, e posicionou-se para vencer após um período de safety car e sequências diferenciadas de pit stops. Chegaram 11s400 à frente do nº 8 de Sebastien Buemi, Kazuki Nakajima e Fernando Alonso.

Quatro voltas atrás ficou o Rebellion de Andre Lotterer, Neel Jani e Bruno Senna. Na classe LMP2, venceu a Jackie Chan DC Racing, de Jazeman Jaafar, Weiron Tan e Nabil Jeffri. O trio do brasileiro André Negrão chegou em terceiro.

A Porsche venceu na classe GTE Pro com Kevin Estre e Michael Christensen. E também na GTE Am com Jorg Bergmeister, Egidio Perfetti e Patrick Lindsey.

Classificação da prova:

Pos.ClassePilotosEquipeCarroVoltasDif.
1LMP1M.Conway, K.Kobayashi, J.M.LopezToyota Gazoo RacingToyota2306h00m21.800s
2LMP1S.Buemi, K.Nakajima, F.AlonsoToyota Gazoo RacingToyota23011.440s
3LMP1N.Jani, A.Lotterer, B.SennaRebellion RacingRebellion/Gibson2264 Laps
4LMP1M.Aleshin, V.Petrov, J.ButtonSMP RacingBR Engineering/AER21911 Laps
5LMP1O.Webb, T.Dillmann, J.RossiterByKOLLES Racing TeamENSO CLM/NISMO21911 Laps
6LMP2J.Jaafar, W.Tan, N.JeffriJackie Chan DC RacingORECA/Gibson21713 Laps
7LMP2H-Pin Tung, G.Aubry, S.RichelmiJackie Chan DC RacingORECA/Gibson21713 Laps
8LMP2N.Lapierre, A.Negrao, P.ThirietSignatech Alpine MatmutAlpine/Gibson21713 Laps
9LMP2F.Perrodo, M.Vaxiviere, J-E.VergneTDS RacingORECA/Gibson21614 Laps
10LMP2E.Creed, R.Ricci, K.IharaLarbre CompetitionLigier/Gibson21119 Laps
11GTE ProM.Christensen, K.EstrePorsche GT TeamPorsche20723 Laps
12GTE ProT.Blomqvist, A.F.da CostaBMW Team MTEKBMW20723 Laps
13GTE ProA.Priaulx, H.TincknellFord Chip Ganassi Team UKFord20723 Laps
14GTE ProA.P.Guidi, J.CaladoAF CorseFerrari20723 Laps
15GTE ProR.Lietz, G.BruniPorsche GT TeamPorsche20723 Laps
16GTE ProS.Mucke, O.PlaFord Chip Ganassi Team UKFord20624 Laps
17GTE ProM.Sorensen, N.ThiimAston Martin RacingAston Martin20624 Laps
18GTE ProM.Tomczyk, N.CatsburgBMW Team MTEKBMW20624 Laps
19GTE ProA.Lynn, M.MartinAston Martin RacingAston Martin20624 Laps
20LMP2R.Gonzalez, P.Maldonado, A.DavidsonDragonSpeedORECA/Gibson20525 Laps
21LMP2F.van Eerd, G.van der Garde, N.de VriesRacing Team NederlandDallara/Gibson20426 Laps
22GTE ProD.Rigon, S.BirdAF CorseFerrari20228 Laps
23GTE AmJ.Bergmeister, P.Lindsey, E.PerfettiTeam Project 1Porsche20129 Laps
24GTE AmS.Hoshino, G.Roda, M.CairoliDempsey-Proton RacingPorsche20129 Laps
25GTE AmS.Yoluc, J.Adam, C.EastwoodTF SportAston Martin20129 Laps
26GTE AmP.D.Lana, P.Lamy, M.LaudaAston Martin RacingAston Martin20129 Laps
27GTE AmM.Wainwright, B.Barker, T.PreiningGulf RacingPorsche20129 Laps
28GTE AmT.Flohr, F.Castellacci, G.FisichellaSpirit of RaceFerrari20030 Laps
29GTE AmMok W.S., K.Sawa, M.GriffinClearwater RacingFerrari20030 Laps
30GTE AmC.Ried, J.Andlauer, M.CampbellDempsey-Proton RacingPorsche17654 Laps
LMP1J.Allen, B.HanleyDragonSpeedBR Engineering/Gibson179Retirement
LMP1S.Sarrazin, E.Orudzhev, M.IsaakyanSMP RacingBR Engineering/AER132Retirement
LMP1M.Beche, T.Laurent, G.MenezesRebellion RacingRebellion/Gibson23Retirement
GTE AmM.Ishikawa, O.Beretta, E.Cheever

17 junho 2018

Toyota domina as 24 Horas de Le Mans; Alonso vence em sua estreia

Foto: AFP PHOTO / LOIC VENANCE
A Toyota Gazoo Racing conquistou uma vitória por dobradinha nas 24 Horas de Le Mans, com Fernando Alonso vencendo em sua estreia na corrida.

Isso marcou o esperado primeiro triunfo de Le Mans do fabricante e apenas o segundo fabricante japonês de automóveis a reivindicar honras no enduro ao fim de duas vezes em torno do relógio após a vitória da Mazda em 1991.

Kazuki Nakajima levou o Toyota TS050 Hybrid número 8 para uma vitória de duas voltas sobre a inscrição irmã conduzida por Kamui Kobayashi, Mike Conway e Jose Maria Lopez, após o drama na fase final da corrida e penalidades para o carro #7.

A margem vencedora foi preenchida por problemas relacionados com combustível para Kobayashi, que perdeu a janela do seu pit e completou uma volta adicional no modo de baixa potência com 1 hora e 38 minutos para o fim.

Kobayashi recebeu um par de penalidades de dez segundos na hora de fechamento por exceder a quantidade de combustível permitida e ultrapassar o limite de 11 voltas.

Em última análise, não afetou a ordem de chegada, já que Kobayashi estava em segundo lugar na época, e era improvável que desafiasse o carro irmão.

O bicampeão mundial de Fórmula 1 Alonso, que estrelou durante a noite, compartilhou as honras com Nakajima e Sebastien Buemi.

Foto: AFP PHOTO / LOIC VENANCE
O Toyota número 8, que completou 388 voltas, manteve o controle a partir da 16ª hora, com o par de carros híbridos nunca abandonando a liderança desde o início da corrida.

Como esperado, os LMP1 não-híbridos não foram páreos para os Toyotas, com o número 3 da Rebellion R13 Gibson terminando a 12 voltas de distância, no terceiro lugar.

Ele conseguiu o resultado depois de uma longa viagem até a garagem na Hora 13 para substituir o assoalho do carro, uma questão que também atingiu o carro número 1 de Bruno Senna, Neel Jani e Andre Lotterer, que colidiu com o No. 10 DragonSpeed BR Engineering BR1 Gibson de Ben Hanley na volta de abertura da corrida.

Mathias Beche, Thomas Laurent e Gustavo Menezes dividiram as tarefas de condução do #3 ao pódio, com o carro irmão chegando em quarto na geral.

Como o Toyota No. 7, a Rebellion Nº 1 também enfrentou duas penalizações de última hora por consumo excessivo de combustível e duração de stint.

O CEFC TRSM Racing Ginetta G60-LT P1 Mecachrome número 5 foi o único outro carro LMP1 classificado na 43ª posição geral, após uma corrida de estreia problemática para o protótipo britânico.

A outra inscrição da Manor abandonou na 12ª hora depois de parar na pista com problemas elétricos.

Acidentes Minam as Esperanças dos Não-Híbridos
A SMP Racing, que mostrou o ritmo inicial com seu par de BR1s com motor AER, não conseguiu colocar nenhum de seus carros no final, com a falha do motor forçando Jenson Button a sair da corrida com menos de uma hora pela frente.

Ele veio depois de vários atrasos para o carro número 11, que enfrentou um problema relacionado ao sensor na segunda hora que inicialmente o colocou a mais de 40 voltas de desvantagem.

Um acidente para Matevos Isaakyan na 9ª hora, entretanto, encerrou a tentativa do No. 17 BR1.

O BR1 Gibson de DragonSpeed também foi forçado a sair após um acidente de Hanley com sete horas para o fim depois de um problema no alternador e um problema com o assoalho do carro construído pela Dallara.

O No. 4 ByKolles ENSO CLM P1 / 01 NISMO foi a primeira baixa da corrida quando Dominik Kraihamer bateu nas curvas da Porsche na quinta hora.

15 junho 2018

Alonso elogia Nakajima pela “extraordinária” volta pole em Le Mans

Foto: AFP/ JEAN-FRANCOIS MONIER
Fernando Alonso elogiou o colega de equipe na Toyota Gazoo Racing, Kazuki Nakajima, que levou o carro número 8 para a pole position das 24 Horas de Le Mans.

Sendo a grande atenção da 86ª edição, da corrida de resistência mais famosa do mundo, o espanhol compartilha seu carro no WEC com Nakajima e Sebastien Buemi.

Durante a qualificação, na quinta-feira, Nakajima deu a volta no lendário circuito de La Sarthe, ao volante do Toyota TS050 Hybrid, na melhor volta de (3:15.377), dois segundos mais rápido que o carro nº7 da fabricante japonesa.

Falando após a sessão, Alonso disse aos repórteres: “Kazuki fez uma volta extraordinária e não houve necessidade de melhorá-la, então todo o crédito para ele. Começando em primeiro e segundo (para a Toyota), espero que possamos ter uma boa corrida”.

Ao mesmo tempo, o bicampeão da F1 atenuou expectativas: “Sabemos que esta é provavelmente a qualificação menos importante da nossa vida, porque uma corrida de 24 horas é muito longa e não é importante a sua formação no grid”.

Apesar da enorme experiência de Alonso, ele é um novato em Le Mans, aprendendo ao lado de dois ilustres pilotos de carros esportivos; Nakajima e Buemi.

A largada das lendárias 24 Horas de Le Mans acontece neste sábado (16 de junho) às 10h00 do horário de Brasília.


Fonte:Lance

Senna sai em 3º e prevê 24 Horas de Le Mans caótica

Trio do brasileiro cumpre meta, bate russos e larga atrás apenas das Toyota neste sábado


Foto: Divulgação
A meta foi cumprida. Bruno Senna e seus companheiros, o alemão Andre Lotterer e o suíço Neel Jani, estarão atrás apenas das Toyota oficiais de fábrica no grid da edição 2018 das 24 Horas de Le Mans, segunda etapa da supertemporada do Campeonato Mundial de Endurance – FIA WEC e que terá largada às 10 horas (Brasília) no lendário circuito da região oeste da França. O Fox 2 vai transmitir boa parte da prova, com a primeira entrada ao vivo a partir das 14 horas.

A pole no geral e da classe dos superprotótipos LMP1 ficou com o trio formado por Fernando Alonso, Kazuki Nakajima e Sébastien Buemi, que na terceira e definitiva sessão classificatória da quinta-feira superaram em exatos dois segundos o outro Toyota dividido por Mike Conway, Kamuy Kobayashi e Jose Maria Lopez. O Rebellion R13-Gibson de Bruno e seus parceiros apareceu em seguida, batendo o BR Engineering/AER da equipe russa SMP por escassos 34 milésimos de segundo.

O treino que definiu as posições de largada, na avaliação de Bruno, já deu uma indicação do que poderá ocorrer ao longo da exaustiva maratona de longa duração de um dos eventos mais importantes do calendário internacional. “Foi um dos qualis mais confusos da história, cheio de acidentes, bandeiras amarelas, vermelhas… Le Mans está bem caótico neste ano e, pelo jeito, a corrida será bastante parecida”, previu.

Bruno sabe que será difícil acompanhar o ritmo superior das Toyota, mas comemorou o objetivo alcançado de largar à frente dos carros russos, um deles reforçado pelo campeão mundial Jenson Button – um dos 24 pilotos com passagem na Fórmula 1 presentes a Le Mans e que partirá da 7ª colocação. Ainda assim, observou que o desempenho no qualifying poderia ter sido melhor. “Cometemos um erro e saímos com o tanque cheio, o que obviamente comprometeu o tempo de uma volta que foi até boa nas circunstâncias. Além disso, nosso motor está perdendo um pouquinho para o outro Rebellion por ter mais quilometragem”, explicou.

Campeão mundial da LMP2 no ano passado, Bruno reconhece que a luta para subir ao pódio deve ser a expectativa mais real. “Nossa briga é para terminar à frente das SMP, porque será quase impossível acompanhar as Toyota. Teremos chances apenas se elas tiverem problemas e tudo der certo para nós”, concluiu. A marca japonesa é a única fábrica a se manter na categoria e persegue sua primeira vitória em Le Mans. Lotterer, que atualmente disputa também a Fórmula E, estará no cockpit do carro da equipe franco-suíça para o primeiro turno de pilotagem.



Os melhores no grid de 60 carros:



1 – Fernando Alonso, Kazuki Nakajima e Sébastien Buemi, Toyota, 3m15s377

2 – Mike Conway, Kamui Kobayashi e Jose Maria Lopez, Toyota, 3min17s377

3 – Bruno Senna, Andre Lotterer e Neel Jani, Rebellion R13-Gibson, 3min19s449

4 – Stéphane Sarrazin, Egor Erudzhev e Matevos Isaakyan, BR Engineering/AER, 3min19s483

5 – Thomas Laurent, Matias Beche e Gustavo Menezes, Rebellion R13-AER, 3min19s945

6 – Henrik Hedman, Ben Hanley, Renger Van der Zande, BR Engineering-Gibson, 3min21s110

Fonte:Lance

13 junho 2018

Equipa da Manor LMP1 espera que as dolorosas 24 horas de Le Mans se classifiquem

O diretor esportivo da Manor LMP1, Graeme Lowdon, admite que a classificação de 24 horas de Le Mans pode ser "dolorosa" para sua equipe Ginetta, devido à falta de competições.

Os dois Ginetta G60-LT-P1 movidos a Mecachrome foram retirados da estreia do Spa World Endurance Championship no mês passado em meio a problemas de fluxo de caixa decorrentes de problemas financeiros para os patrocinadores chineses CEFC e TRS.

Enquanto os carros da Mansão funcionavam normalmente durante o dia de testes em Le Mans, eles estavam bem fora de ritmo, com Oliver Rowland terminando 8,682 segundos na liderança da Toyota no # 6 Ginetta.

Os dois Ginettas também eram mais lentos que os dois pilotos da categoria LMP2, além de serem os mais lentos de todos os protótipos nas armadilhas de velocidade.

Lowdon minimizou o fator LMP2, mas admitiu que o foco de Manor seria garantir a confiabilidade à custa da velocidade geral.

"Há uma EoT [regra de equivalência de tecnologia] nos afastando do Toyota, mas nada para nos empurrar para frente a partir dos LMP2s", disse Lowdon à Autosport.

"O carro poderia ir mais rápido se as regras permitissem.

"Com a quantidade de corridas que fizemos, seria errado se concentrar no desempenho.

"Precisamos nos concentrar no programa para poder fazer uma corrida de 24 horas, mesmo que isso signifique que a qualificação seja dolorosa.

"Há grandes diferenças nos tempos de pitstop e tudo o mais que é regulado até certo ponto, então eu não acho que podemos encarar isso como competir com os LMP2s.

"Eles têm um conjunto diferente de regulamentos. Sabemos como fazer um rápido, por aqui, e tenho certeza que algumas das equipes daqui terão um ritmo muito rápido".

Lowdon estava convencido de que os problemas que impediam as corridas de Manor Ginettas no Spa estavam agora resolvidos, com a marca do CEFC presente na Bélgica agora ausente.

"As equipes também são empresas por direito próprio, e às vezes temos que tomar decisões de negócios difíceis", disse ele.

"Mas estamos felizes que fizemos a coisa certa.

"Não é o ideal, com certeza, mas não é algo que tenhamos controle sobre a situação geral.

"Nosso foco está no que podemos controlar, garantindo que os carros estejam preparados e prontos.

"Aprendemos muito no dia do teste e vamos aprender muito mais [na prática e na qualificação].

"É uma longa temporada, temos que nos recuperar um pouco e ver aonde chegamos."
 
Back To Top