Atividade Esporte News: boxe
⚽Notícias
Mostrando postagens com marcador boxe. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador boxe. Mostrar todas as postagens

14 novembro 2018

Tailândia proibirá boxe entre menores após morte de pugilista de 13 anos

EFE/RUNGROJ YONGRIT
As autoridades da Tailândia anunciaram uma reforma legal para proibir a prática do boxe tailandês entre menores após a morte de um menino de 13 anos durante uma luta no final de semana passado, informou nesta quarta-feira a imprensa local.

O ministro de Esportes, Weerasak Kowsurat, afirmou já ter recebido a minuta da reforma à Lei de Boxe que prevê proibir esta prática a menores de 12 anos e torna obrigatório o uso de proteções entre os de 13 e 15 anos.

"O Ministério acelerará o processo para passar a consideração do governo o mais rápido possível", disse Weerasak ao jornal "Bangcoc Post".

Atualmente, a lei tailandesa não fixa nenhuma idade mínima para a participação de crianças em combates de boxe e só estabelece que os menores de 15 devem estar registrados e receber equipamento, o que ocorre raras vezes.

O anúncio da emenda legal aconteceu depois que Anucha Thasako, de 13 anos de idade, morreu em decorrência de uma hemorragia cerebral durante uma luta no sábado passado, em um ato beneficente em um templo de Samut Prakan, nos arredores de Bangcoc.

O menor caiu fulminado por um murro no terceiro assalto e foi levado ao hospital, onde os médicos não puderam salvar sua vida.

Segundo a imprensa local, Anucha praticava boxe tailandês desde os oito anos e tinha participado de cerca de 170 combates.

O boxe tailandês, uma modalidade que inclui golpes com punhos e pernas, é um dos esportes mais populares na Tailândia, onde é praticado por milhares de crianças, a maioria delas de famílias pobres que utilizam estes menores como fonte de renda.

17 outubro 2018

Boxeador Canelo Álvarez se torna atleta mais bem pago da história

GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP/Arquivos / AL BELLO
O boxeador mexicano Saúl 'Canelo' Álvarez, campeão mundial dos médios da AMB e da CMB, assinou nesta quarta-feira um contrato recorde de 365 milhões de dólares com a plataforma de transmissão DAZN.

Álvarez se comprometeu no acordo a disputar onze lutas nos próximos cinco anos, incluindo o próximo combate com o britânico Rocky Fielding, em 15 de dezembro em Nova York.

A DAZN é um serviço de transmissão de eventos especializado em esportes, especialmente de combate, com uma mensalidade no valor de 9,99 dólares nos Estados Unidos. A empresa ganhou mercado com a decisão da HBO, tradicional emissora de televisão a cabo, de encerrar suas transmissões de boxe.

Canelo Álvarez, de 28 anos, quebra assim o recorde que pertencia ao jogador de beisebol Giancarlos Stanton, que em 2014 assinou com o Miami Marlins o acordo mais caro da história até então, no valor de 325 milhões de dólares por 13 anos de vínculo.

"Canelo é agora o atleta mais bem pago do mundo, é um grande motivo de orgulho", declarou à emissora ESPN seu promotor, o ex-campeão de boxe Oscar de la Hoya.

Este acordo "é o resultado de meu árduo trabalho, o mais importante para mim foi poder dar a meus fãs uma maneira de não ter que pagar 70 ou 80 dólares por luta", comemorou Álvarez.

Em setembro, o mexicano terminou com o reinado do cazaque Gennady Golovkin na categoria peso-médio ao vencer por pontos (115-113, 115-113 e 114-114) em Las Vegas, unificando os cinturões do Conselho Mundial de Boxe (CMB) e da Associação Mundial de Boxe (AMB).

Esta foi a vitória número 50 da carreira de Álvarez, que tem também dois empates e uma derrota, contra o americano já aposentado Floyd Mayweather.

Álvarez assinou o assombroso contrato poucos meses depois de ser pego no antidoping por uso da substância proibida clenbuterol, o que resultou numa suspensão de seis meses.

O mexicano argumenta que a presença em seu metabolismo de clenbuterol deve-se ao consumo de carne processada no México com este hormônio de crescimento.

12 junho 2018

A luta de Joshua-Wilder ainda não está formalizada, de acordo com o gerente de Joshua

Deontay Wilder dos Estados Unidos encara o cubano Luis Ortiz no Campeonato Mundial WBC em Nova York em 3 de março de 2018 (GETTY IMAGES AMÉRICA DO NORTE / AFP / Arquivo / AL BELLO)
O gerente do pugilista britânico Anthony Joshua, Eddie Hearn, anunciou terça-feira que ele iria propor um contrato para finalizar uma possível luta contra o americano Deontay Wilder "até o final da semana."

Segundo o canal ESPN, essa luta pela reunificação de títulos em peso pesado deve ser realizada no Reino Unido antes do final do ano. Mas isso não foi confirmado por Eddie Hearn, que insinuou que Deontay Wilder e sua equipe poderiam blefar.

"Ainda temos que deixar isso claro", disse Eddie Hearn, da Sky Sport, "mas uma coisa posso lhe dizer é que até o final da semana, Deontay Wilder terá um contrato pela frente. ele e nós saberemos se ele é sincero ".

"Foi uma surpresa que Deontay finalmente concordou com os termos do acordo, e agora temos que decidir se são palavras no ar, ou se é verdade", acrescentou.

Nesta última hipótese, ele especificou que a luta poderia ser realizada em "outubro, novembro", em Wembley, na capital britânica.

Segundo a ESPN, o acordo cobriria dois jogos, com uma revanche nos Estados Unidos no próximo ano.

Deontay Wilder (32), que detém o campeão WBC, tinha garantido final de abril um ganho de US $ 50 milhões para Anthony Joshua (28), que detém o título IBF, WBA e WBO da categoria rainha para finalizar até o final do ano sua luta muito esperada.

Se a luta for confirmada, seria o pôster mais bonito do mundo durante anos. O vencedor seria o primeiro pugilista da história a manter todos os títulos na categoria ao mesmo tempo.

Wilder, vencedor de suas 40 lutas, 39 por nocaute, e Josué, campeão olímpico em 2012, também invicto em 21 lutas, com 20 vitórias antes do limite, são apresentados como os dois pugilistas que pode dar a volta à categoria de pesados ​​suas cartas da nobreza.

Pugilista britânico David Haye anuncia aposentadoria

O britânico David Haye antes de seu encontro com seu compatriota Tony Bellew, Londres, 5 de maio de 2018.(AFP / Arquivos / Daniel LEAL-OLIVAS)
O boxeador britânico David Haye, 37, anunciou na terça-feira que estava se aposentando do esporte, encerrando uma carreira de dezesseis anos durante a qual ocupou o cinturão de pesos pesados ​​da WBA entre 2009 e 2011.

Este anúncio vem depois de suas duas derrotas consecutivas contra seu compatriota Tony Bellew durante a luta contra problemas financeiros em 4 de março de 2017 e 5 de maio.

David Haye terminou sua carreira com um recorde de 28 vitórias e 4 derrotas em 32 lutas profissionais.

medalha de prata no Mundial-2001 no pesado por fãs, ele também ganhou o título dos meio-pesados ​​WBA / WBC contra o francês Jean-Marc Mormeck em 2007 e WBO batendo Enzo Macarinelli em 2008.

em seguida, montado no pesado atrás conquistou o título da WBA 07 de novembro de 2009 contra o russo Nikolay Valuev, "um sonho de infância", diz ele no comunicado de imprensa anunciando o fim de sua carreira.

Nos últimos anos, as lesões muitas vezes o afastaram dos anéis. "Eu quebrei ambas bíceps, manguito rotador (tendões do ombro) e do tendão de Aquiles", lembrou, "quatro lesões que exigia operações e meses de reabilitação intensa" .

"O que eu era capaz de fazer instintivamente no ringue agora só existe em minha mente e nos vídeos das minhas antigas lutas", lamentou. "Os deuses do boxe falaram".

04 abril 2018

Boxeador amigo de Mayweather é acusado de assédio sexual em shopping

Adrien Broner, boxeador de 28 anos de idade, local do estado norte-americano de Ohio (Foto:Reprodução)
Adrien Broner teria colocado a mão nas partes íntimas de uma mulher que passeava em shopping de Atlanta; pugilista tem histórico de polêmicas.
Como se não bastasse os inúmeros problemas que já tem com a Justiça dos Estados Unidos, Adrien Broner teve seu nome envolvido em mais uma polêmica. O boxeador, que é amigo de Floyd Mayweather, está sendo acusado por assédio sexual a uma mulher, dentro de um shopping. Assim, vai responder mais uma vez a outro processo.

De acordo com o site TMZ Sports , em fevereiro de 2018, a mulher Kaila Crews passeava pelo shopping, quando o boxeador "colocou a mão em suas partes íntimas". O ocorrido aconteceu no Lenox Square Shopping Center, em Atlanta, no estado norte-americano da Georgia. Assim, os advogados da vítima alegam que "em nenhum momento ela autorizou que Broner tocasse em seu corpo".

Em um vídeo publicado pelo site, é possível ver Adrien Broner sendo retirado do shopping acompanhado dos policiais. Assim, as autoridades afirmam que as investigações ainda estão em andamento.

Assista o vídeo:

Fonte: Ig Esportes

10 janeiro 2018

Seleção Brasileira de boxe se apresenta para início das atividades de 2018

Atletas se apresentaram no CT em São Paulo (Foto: Divulgação/CBBoxe)
A Seleção Brasileira se apresentou para o início das atividades de 2018 na última terça-feira no Centro de Treinamento da Confederação Brasileira de Boxe, em São Paulo.
No total, são 12 atletas da categoria masculinas e seis da feminina que irão representar o país nas principais competições do ano. Eles se reapresentaram junto com Leonardo Macedo, que é o novo treinador da comissão técnica.
Além de Macedo, a comissão técnica é composta por um coordenador técnico, quatro técnicos, um médico, dois fisioterapeutas, um preparador físico, uma nutricionista, uma psicóloga e uma massoterapeuta.
A diretoria da CBBoxe esteve presenta na apresentação dos atletas e entregou para os membros e a comissão os kits e os uniformes que serão utilizados ao longo de 2018.
Confira os atletas da Seleção:
Boxe Feminino:
Beatriz Soares
Beatriz Ferreira
Gleisiele Gomes
Graziele Souza
Jucielen Romeu
Viviane Pereira
Boxe Masculino:
Abner Teixeira
Arilson Gonçalves
Arisson Tavares
Cleverton Lucas
Douglas Andrade
Hebert Souza
Keno Machado
Luan Medeiros
Luiz Silva
Matheus Matos
Michel Borges
Wanderson Oliveira

Fonte:Gazeta Esportiva

28 agosto 2017

Brasileiros perdem e deixam país sem representantes no Mundial de boxe

Wanderson Oliveira perdeu para o francês Sofiane Oumiha e disse adeus ao Mundial de boxe (Foto: Divulgação/AIBA)
Os boxeadores brasileiros não tiveram um bom desempenho no Mundial de boxe, realizado em Hamburgo. Os dois atletas do país que entraram no ringue nesta segunda-feira perderam suas lutas e deixaram o Brasil sem representantes nas quartas de final da competição.
Pela categoria dos meio pesados (81kg), Michel Borges, que ficou de bye e não lutou na primeira rodada, perdeu para Shabbos Negmatulloev, do Tajiquistão, e disse adeus ao Mundial. A decisão do combate ficou nas mãos dos juízes. Quatro jurados deram a vitória ao adversário do brasileiro, enquanto que apenas um teve a decisão favorável ao boxeador do Brasil.
Já Wanderson Oliveira, estreante em Mundiais, que venceu por unanimidade o queniano Nicholas Okoth pela fase inicial, perdeu para o francês Sofiane Oumiha, conhecido da torcida brasileira por ter lutado contra Robson Conceição na final dos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016.
A luta, válida pela categoria dos leves (60kg), também foi para a decisão dos juízes. Todos os jurados atribuíram a vitória ao medalhista olímpico, que irá enfrentar o ucraniano Iurii Shestak nas quartas de final da competição.
Antes das eliminações de Michel Borges e Wanderson Oliveira, o brasileiro Juan Nogueira, que venceu o costa-riquenho Antony Varela na primeira rodada, se despediu do Mundial no último domingo, ao perder para o cazaque Vassily Levit, vice-campeão olímpico, por decisão unânime.


Fonte:Gazeta Esportiva

26 agosto 2017

Wanderson Oliveira estreia em mundiais com vitória em Hamburgo

Wanderson Oliveira venceu o queniano Nicholas Okoth por unanimidade (Foto: Reprodução)
O brasileiro Wanderson Oliveira fez sua estreia em mundias de boxe neste sábado, em Hamburgo, e não sentiu a pressão. Enfrentando o queniano Nicholas Okoth, que é campeão continental e já participou de duas olimpíadas em sua carreira, o pugilista não sentiu a pressão e conseguiu vencer por unanimidade, fazendo 5 a 0 nos votos dos juízes.
Com o resultado, Wanderson Oliveira avançou às oitavas de final e volta a lutar na próxima segunda-feira contra um velho conhecido da torcida brasileira. O adversário será o francês Sofiane Oumiha, que lutou contra Robson Conceição na final do Jogos Olímpicos Rio 2016. Na primeira rodada, o rival do brasileiro folgou, e irá realizar sua estreia em Hamburgo nesta luta.
Apesar da vitória de Wanderson, nem tudo foi felicidade para os brasileiros neste sábado. Em outra luta, Jhonatan Soares acabou sendo superado pelo inglês Pat McCormack, deixando a competição.
Outros brasileiros que estão no Mundial de Hamburgo lutarão nos próximos dias. Juan Nogueira (91kg) terá seu combate neste domingo, enfrentando o cazaque Vassily Levit, medalhista de prata nas Olimpíadas do Rio. Já Michel Borges (81kg), que teve folga na primeira fase, competirá na segunda-feira, em embate contra Shabbos Negmatulloev, do Tadjiquistão.

Fonte:Gazeta Esportiva
 
Back To Top